ÚLTIMAS NOTÍCIAS


CRATO – CEARÁ: TRANSPORTE NO CARIRI – Passageiro usa ´clandestino

Mesmo com a existência de transportes regularizados, passageiros ainda utilizam clandestinos
28/12/2010
Cerca de 40 ônibus, 200 topiques, 100 camionetas D-20 e o Metrô do Cariri interligam cerca de 30 municípios da região, transportando mais de 20 mil passageiros por dia. Mesmo assim, ainda circulam os clandestinos que transportam pessoas misturadas com animais.

O chamado triângulo Crajubar, que engloba Crato Juazeiro e Barbalha, está incluído no Lote-8, que possui características urbanas. Estas cidades são servidas pela empresa Via Metro, ganhadora da licitação, que já está com sua frota nas ruas, contando com 36 ônibus, 20 na linha Juazeiro ao Crato, nove fazendo a rota Juazeiro à Barbalha e cinco ligando Juazeiro à Missão Velha.

Além das três cidades do triângulo, a empresa também faz o percurso até o Município de Missão Velha. Somente nas quatro cidades da Região Metropolitana do Cariri, de acordo com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), 15 mil passageiros circulam por dia. A Via Metro Substitui a Viação Brasília que há 45 anos fazia a rede das quatro cidades.

O fiscal de linha, Romero de Souza Freitas, explica que a quantidade de ônibus em circulação é de acordo com a demanda. Nos domingos e feriados o número de coletivos é menor. O motorista, José Ivan Moreira, avalia que, apesar da concorrência com o transporte alternativo, os ônibus rodam lotados. Não faltam ônibus nos terminais. De 15 em 15 minutos tem um ônibus de Crato para Juazeiro.

O passageiro paga R$ 1,30, o mesmo preço cobrado pelas topiques. Além dos ônibus, circulam na região cerca de 200 topiques e vans, integrantes do chamado Sistema de Transporte Complementar, antigos alternativos. “O percurso de 15km entre Crato e Juazeiro é feito em 15 minutos, enquanto o ônibus gasta cerca de 40 minutos”, diz o passageiro Aloni Lírio Barbosa, justificando sua preferência pelo alternativo.

Como complemento do transporte rodoviário, está circulando há um ano, entre Crato e Juazeiro, um trem de superfície, conhecido como Metrô do Cariri. São veículos leves sobre trilhos (VLT), com duas composições movidas a diesel.

De acordo com o projeto, o metrô será integrado ao sistema rodoviário, com a utilização de ônibus para complementar o percurso dos passageiros. Cada composição do VLT é formada por dois carros equipados com ar condicionado, com passagem tipo gangway e capacidade de transporte de 330 passageiros. Os trens foram fabricados pela empresa Bom Sinal, no Município de Barbalha, também na região do Cariri, e são as primeiras unidades desse tipo fabricados na América do Sul.

Mesmo com a legalização das linhas para o transporte complementar, ainda funciona o transporte clandestino. São as camionetas D-20 que atendem a população dos sítios e cidades pequenas. Apesar da insegurança, alguns passageiros preferem este tipo de veículo que, segundo afirma, facilita o transporte de mercadorias e animais.

“A D-20 deixa a gente na porta de casa”, justifica o agricultor João Batista de Lima, residente em cima da Serra do Araripe no caminho da cidade pernambucana de Moreilândia. Os clandestinos utilizam até caminhões para o transporte de passageiros.

Meia Passagem

Desde novembro do ano passado, a região do Cariri tornou-se pioneira fora da zona metropolitana da Capital cearense na emissão das carteiras estudantis com direito a meia passagem intermunicipal. Até agora, apenas a empresa de ônibus Via Metro, que faz o transporte intermunicipal dentro da macrorregional, está aceitando que os estudantes exerçam esse direito, previsto em lei.

Demanda

“Nos domingos e feriados o número de coletivos é menor, conforme a demanda”

Romero de Souza Freitas
Fiscal de transporte

“Os ônibus são vistoriados a apresentam-se em bom estado de conservação”

José Francisco Araujo
Engenheiro mecânico

“Eu prefiro as topiques. São mais rápidas e confortáveis e o preço é o mesmo”

Aloni Barbosa
Estudante

MAIS INFORMAÇÕES

Departamento Estadual de Trânsito (Detran), escritório em
Juazeiro do Norte, Avenida Padre Cícero, 4501, região do Cariri
Telefone: (88) 3102.1130

ANTÔNIO VICELMO
REPÓRTER

Fonte: DN

JARDIM – CEARÁ: Preso acusado de tentar matar a própria mãe e um irmão no último domingo

A ação criminosa aconteceu no início da noite do último domingo onde residem vitimas e acusado.
28/12/2010

Ontem (27), por volta das 08h30min, no Sítio Lameirão, zona rural de Jardim-CE, após denuncias, a patrulha policial militar CP 2551, comandada pelo cabo C. Alves efetuou a prisão de Damião Galvão de Oliveira, 45 anos, residente no Sítio Engenho D´água, naquele município sob a acusação de posse ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio. Segundo a polícia, no ultimo domingo, dia 26/12/2010, por volta das 18h, de posse de uma espingarda, tipo socadeira, ele efetuou um disparo contra o seu irmão de iniciais F.G.D.O., 41 anos, que foi alvejado no ombro direito, como também de agrediu a própria sua mãe, com golpes de facão em costas.

Na ocasião as vítimas foram socorridas por populares ao Hospital Santo Antonio naquela cidade, mas, contudo não correm risco de morte. Damião juntamente com a espingarda e o facão foram apresentados na 20ª DRPC de Juazeiro do Norte para adoção dos procedimentos legais cabíveis.
Mais em Policial

MISSÃO VELHA – CEARÁ: Jovem de 28 anos morre após a moto que ele conduzia colidir com um cavalo

O cavalo era cavalgado por um aposentado de 85 anos que teve traumatismo crânio encefálico
28/12/2010

Em Missão Velha-CE, por volta das 17h30, desta segunda-feira (27), na CE-293, Carnaúba dos Vaques, foi vítima de acidente fatal de transito Raimundo Nonato De Jesus, 28 anos. Ele trafegava conduzindo uma moto Honda / NXR 150 Broz MIX ES, de cor vermelha, ano 2010, chocou-se com um cavalo que era cavalgado pelo aposentado Valdemar Sebastião Pereira, 85 anos.

O motociclista, veio a óbito no local, enquanto a aposentado foi socorrido para o Hospital Santo Antonio na cidade de Barbalha-CE, onde foi submetido a exames e teve traumatismo crânio encefálico ficando internado. A polícia através da CP 2581, comandada pelo cabo PM Leite, compareceu ao local, onde isolou a área e acionou a perícia e o rabecão e adotou as medidas cabíveis
Mais em Policial

MISSÃO VELHA – CEARÁ: Transnordestina, enfim, avança

Hoje, o projeto está entre as três maiores obras privadas do Brasil
28/12/2010

A cortina de poeira que se levanta com o vaivém frenético das máquinas e trabalhadores virou chamariz para os curiosos que passam pelo quilômetro 13,7 da rodovia CE-293, no Ceará. De carro ou a pé, eles não resistem à tentação de espiar a transformação do Cerrado, com toneladas de aço, cimento e pedra. “É a Transnordestina, uma obra bilionária que vai trazer muito dinheiro para a região”, dispara Francisco, um morador de Missão Velha, que tem muitas expectativas com a chegada da ferrovia.

Ao lado do amigo Gabriel, ele usou a hora do almoço para conferir o estágio das obras, que seriam inauguradas pelo presidente Lula, no dia 14 de dezembro. A curiosidade foi tanta que os dois desceram e foram ver de perto os primeiros 20 km prontos da estrada de ferro, concedida à Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) durante a privatização, em 1997.

Tanto fascínio tem explicação. Hoje, o projeto está entre as três maiores obras privadas do Brasil, ao lado das hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, no Rio Madeira (RO). Quando estiver toda concluída, em 2013, a ferrovia terá 1.728 km de extensão e ligará os portos de Pecém (CE) e Suape (PE) ao sertão do Piauí. Transportará cerca de 25 milhões de toneladas/ano de grãos, minérios e gesso, além de uma série de outros produtos. Até lá serão necessários 3 milhões de dormentes (viga de cimento que sustenta o trilho), 1,5 milhão de metros cúbicos (m³) de concreto e 90 milhões de m³ de escavações. Por enquanto, porém, apenas 1% de toda a obra está concluída, em quatro anos de trabalho.

ESTÁGIO AVANÇADO
Hoje, 800 km da ferrovia estão em construção. Alguns em estágio avançado, com a instalação dos trilhos, caso do trecho de Missão Velha. Mas a maioria ainda está em fase de terraplenagem e construção de pontes e bueiros, a parte mais complicada do projeto. Embora sejam menos acidentados que no Sudeste, os terrenos recebem tratamento pesado para ficarem planos. A terra retirada de áreas mais altas é usada para cobrir vales e deixar a estrada reta, pronta para a instalação dos trilhos.

Mas isso não é feito de uma só vez. A terra é colocada no local em pequenas camadas de 30 centímetros e depois recebe o tratamento de um rolo compactador. Em seguida, o mesmo procedimento é repetido – 65 vezes em alguns aterros – até o terreno ficar plano, explica o diretor de contrato da Odebrecht, Paulo Falcão. A empreiteira tem nove lotes da ferrovia em construção. Durante a visita do presidente Lula, a CSN assinou mais um contrato de quatro lotes com a construtora. Na ocasião, a empresa também fechou com a Andrade Gutierrez, que ficará com quatro lotes, e com a Galvão, que terá três lotes.

No total, a Transnordestina custará R$ 5,42 bilhões – quase R$ 1 bilhão a mais que o previsto no orçamento inicial. Da mesma forma, a data de término da obra também foi revista. Era para estar totalmente concluída este ano, mas o primeiro trecho – entre Eliseu Martins (PI) e Suape (PE) – só ficará pronto em outubro de 2012 e a parte do Ceará, em 2013. Segundo o presidente da Transnordestina, Tufi Daher, a lentidão da obra nos primeiros quatro anos foi decorrente de uma série de contratempos, como a dificuldade na desapropriação das áreas e no financiamento.

ENTRAVES SOLUCIONADOS
Boa parte dos entraves já foi solucionada. Mas, no trecho do Ceará, 64% das áreas ainda precisam ser desapropriadas – a expropriação é feita pelo Estado com dinheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). No caso da estruturação financeira, a obra tem empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco do Nordeste, Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (Finor). Até agora, a empresa já gastou R$ 1,6 bilhão, volume que deve crescer no início do ano, com a entrada em operação de outros canteiros, sendo um em janeiro e três em março.

Nesse estágio do empreendimento, o número de empregos – diretos e indiretos – deverá beneficiar 20 mil trabalhadores. Hoje, 11 mil pessoas trabalham com carteira assinada na construção. Como no resto do País, a questão da mão de obra especializada virou um gargalo para o desenvolvimento do projeto. Cerca de três mil funcionários tiveram de ser recrutados em outros Estados para atender a demanda. De acordo com Falcão, da Odebrecht, as maiores carências são os operadores de máquinas e equipamentos, cujo manuseio está cada vez mais sofisticado. “Mas falta de tudo: carpinteiro, pedreiro e armadores de estruturas de aço”, diz ele.

Para aproveitar a mão de obra local, vários moradores da região passaram por treinamento. Alguns foram trabalhar na obra. Outros ficaram na fábrica de dormentes em Salgueiro (PE), a maior do mundo, segundo o diretor da Odebrecht. A unidade produz 4.800 dormentes por dia e emprega 300 pessoas.

Um deles é Verlandio Gonçalves Pereira, de 30 anos. Antes da Transnordestina, ele morava num sítio na zona rural de Salgueiro e ganhava a vida plantando cebola. Há um mês, foi aprovado para integrar a equipe da fábrica de dormentes, depois de passar por um processo de exames médicos que durou 20 dias. “Aqui o dinheiro é certo.”

Os moradores que vivem nas margens da Transnordestina também decidiram tirar proveito das obras, que nos últimos meses provocaram uma reviravolta no cotidiano das famílias. É o caso de Solange Rocha de Souza, moradora de um sítio que fica dentro do lote 1 (do trecho Salgueiro/Porto de Suape). Há oito meses, trabalha no canteiro de obras da ferrovia como apontadora, seu primeiro emprego. Entra às 6h50 e sai às 15h20. Quando faz hora extra, estica até as 17h20. Nesse ritmo, já conseguiu comprar seu primeiro bem: uma moto.

POEIRA E BARULHO
Solange conta que a mãe não está muito satisfeita com a obra. “Ela reclama da poeira, do barulho das máquinas e da movimentação dos trabalhadores. Aqui era muito silencioso.” O descontentamento tem explicação. Os 800 km em construção da ferrovia abrigam 1.600 máquinas de todos os tipos, sejam escavadeiras, niveladoras e tratores. Só em Salgueiro são 300 máquinas.

Segundo Falcão, esse também tem sido um gargalo, já que o mercado está superaquecido. Além disso, a oferta de cimento está apertada. “Virou uma guerra conseguir produto de qualidade”, diz Daher. Segundo ele, a CSN deverá inaugurar uma fábrica de cimento no Nordeste, que eliminará o entrave. É o que esperam todos os produtores que aguardam há anos que a ferrovia saia do papel para melhorar o transporte de cargas.

Fonte: Jornal O Estado

CARIRI – CEARÁ: Ponte na BR-230 ameaça desabar

Os motoristas temem um acidente de graves proporções.
28/12/2010

Uma ponte que fica na Rodovia Deputado Otacílio Correia, no trecho que liga os municípios de Farias Brito e Várzea Alegre, na BR-230, está ocasionando sérios transtornos aos motoristas passam diariamente pela rodovia federal. Eles reclamam que, apesar do DNIT ter colocado placas indicativas avisando que há perigo devido à ponte está ameaçando desabar, o governo federal ainda não tomou nenhuma iniciativa para consertar da ponte. Os motoristas temem um acidente de graves proporções.

O motorista Pedro Candido Vieira, residente no município de Várzea Alegre, afirma que, além do perigo para as pessoas que transitam pela rodovia federal, fazendo aquele percurso diariamente, se a ponte desabar o município ficará isolado. Há mais de dois anos que a ponte está nesta situação e a rodovia cheia de buracos. O motorista diz que os passageiros sentem medo quando o veículo aproxima-se do local. Ele acrescenta que quadro nas rodovias federais que cortam o Cariri é o pior possível, provocando indignação e revolta aos motoristas e passageiros que viajam pela região. (Amaury Alencar, especial para O Estado).

Por: Jornal O Estado

CRATO – CEARÁ: Sindicato incentiva agricultoresa iniciarem plantações

Funceme orienta que as plantações só devem ser iniciadas no final de janeiro.
28/12/2010

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Crato está sugerindo aos agricultores do município que comecem a plantar. Segundo membros do sindicato, o solo da região já se encontra molhado o suficiente para plantação.

No entanto, a Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) orienta que os agricultores esperem as chuvas do final de janeiro para dar início às plantações.

Por: Christina Herbster

BARBALHA – CEARÁ: SPB lança mais um título de cordel nesta segunda-feira (31)

O novo cordel fala sobre o meio ambiente
28/12/2010

A Sociedade dos Poetas de Barbalha (SPB) lança nesta segunda-feira (27), mais um cordel dentro do programa de lançamentos itinerantes iniciado em novembro, no Sítio Santana, quando foi lançado o cordel de autoria do poeta Liberato Vieira. Hoje, o poeta João Edison da Silva (Dão de Jaime), morador do Sítio Santo Antônio, no Distrito de Arajara, lança seu novo cordel “Defensor da Natureza”.

O lançamento será realizado na sede da Associação dos Pequenos Agricultores do Sítio Santo Antônio, a partir das 19h. O novo cordel fala sobre a defesa do meio ambiente, principalmente das espécies existentes na Chapada do Araripe e seu entorno. Ele é didático, só que em versos.

Por: Josélio Araújo

ICÓ – CEARÁ: Fuga na Cadeia Pública

Os detentos fugiram após serrarem a grande da sela em que estavam
28/12/2010

Quatro presos fugiram, na madrugada desta segunda-feira, 27, da cadeia pública de Icó, no Centro Sul do Estado. Informações preliminares dão conta de que os detentos serraram as grades e fugiram em seguida. A Polícia faz buscas na região para tentar recapturar os presos.

Fugiram Manoel Édson Granjeiro da Costa, que responde por assalto e furto; Manoel Messias Lins dos Santos, preso por furto, e José Lineu de Souza e Edvanildo Alexandre Figueiredo, ambos condenado por assalto

Notícia por: Jota Lopes

FORTALEZA – CEARÁ: Agentes da PF apreendem caminhão que transportava 356 quilos de cocaína

A droga era procedente de Rondônia e seria distribuída na capital cearense
28/12/2010

Agentes da Polícia Federal no Ceará, apreenderam, nesse domingo (27), um caminhão que estava transportando 356 quilos de cocaína em pó e pasta-base. A apreensão foi realizada na BR-116, em Messejana. O condutor do veículo, Rui de Matos Correia, e o ajudante, Francsico Wellington Souza Lima, receberam voz de prisão.

Em seguida, a equipe da PF foi à procura das pessoas que receberiam a droga. O comerciante Jone Leite Ferreira, 26, dono de uma revenda de carros, Jonas Andrade Silva e Emerson Hipólito, 20, também foram presos. Os agentes federais apreenderam ainda três carros de luxo.
A operação que resultou na prisão dos cinco acusados foi denominada “Conexão Rondônia”, tendo em vista que a droga entrou no Brasil pela fronteira com a Bolívia e de Rondônia saiu com destino à Fortaleza. Há cerca de dois meses, o grupo era investigado pela equipe da Delegacia de Repressão aos Entorpecentes (DRE) da PF no Ceará.
Espanhol

Durante entrevista coletiva, o titular da DRE, Glayston Araújo, informou que essa foi a maior apreensão de cocaína feita nos últimos cinco anos. Ele aproveitou a oportunidade para informar sobre a prisão do espanhol Juan Cordon Fabi, quando tentava embarcar para Madri, capital da Espanha, com 3,2 quilos de cocaína. A droga estava escondidda no fundo falso de uma mala.

A droga foi descoberta através do aparelho de raio-x, instalado no Aeroporto Internacional Pinto Martins. O estrangeiro disse que a mala foi entregue pela namorada dele, uma colombiana que mora em São Paulo. Ele garante que não sabia o que a mala continha a droga.
O delegado Glayston Araújo informou ainda que até esta segunda-feira (27) foram apreendidos 702 quilos de cocaína em todo o Ceará. A droga apreendida nesse domingo serviria para abastecer Fortaleza por aproximadamente 15 dias.

Por: Jangadeiro Online

MILAGRES – CEARÁ: Homem de 43 anos pratica suicídio após feri gravemente a bala sua ex-esposa.

A arma utilizada na tentativa de homicídio foi encontrada no local do suicídio.
28/12/2010

Uma tentativa de homicídio seguida de suicídio foi registada no dia de ontem (27), no município de Milagres, aqui na região do cariri cearense. A professora Jacinta Lucia Pereira de Lima Oliveira, 44 anos, foi surpreendida, por volta das 10h00, em sua residência na Rua Santos Dumont, no Centro, da cidade de Milagres por seu ex-marido José Cícero Rodrigues mais conhecido como “Cícero de Gilvan Rodrigues’’ 43 anos, que morava no Sitio Barreiros, em Milagres que sacou uma arma de fogo e efetuou 03 (três) tiros contra a mesma atingindo-a uma vez na cabeça e duas vezes no tórax”. De acordo com a polícia, o casal estava separado há cerca de seis meses, sendo que o Cícero não aceitava a separação, sendo este a possível motivação para a prática do crime.

Jacinta foi socorrida para o Hospital municipal de Milagres em seguida transferida para o Hospital Santo Antonio em Barbalha – CE em estado grave. Depois de praticar o delito o acusado tomou rumo ignorado, vindo o mesmo a ser encontrado por populares em um matagal, no Distrito do Rosário, em Milagres, por volta das 14h00, morto com sinais de ter sido vítima de suicídio por enforcamento, pendurado pelo pescoço com uma corda amarrada a uma árvore.

Após tomar conhecimento do achado do cadáver, o Policiamento PM local sob o comando do cabo Xavier, com o apoio da FTA (Força Tática D Apoio) composta pelos soldados Jackson e Jânio que realizava diligencias em torno da tentativa de homicídio sofrida pela professora, compareceu ao Distrito do Rosário, onde encontraram a possível arma utilizada para o cometimento do crime contra Jacinta, um revólver calibre 38, de marca Taurus, oxidado, de nº 45041, capacidade para 06 (seis) cartuchos, contendo 03 (três) deflagrados e 03 (três) pinados que posteriormente foi entregue na 21ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Brejo Santo. Os militares fizerem o isolamento da área até a chegada da perícia criminal que após os exames preliminares fez a remoção do corpo de Cícero para necropsia no Núcleo de Pratica florense Regional do Cariri em Juazeiro do Norte.

Notícia por: Jota Lopes/rota urgente///////Crato Noticias

Brasil terá vacina contra dengue em até quatro anos, afirma Temporão

O governo federal está testando no Espírito Santo uma vacina contra todos os tipos de vírus da dengue e, em três ou quatro anos, ela será usada para vacinar a população contra a doença, disse o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, na segunda-feira (27).

“A vacina está sendo desenvolvida pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) em parceria com um laboratório francês. E já estamos testando pela primeira vez a vacina em seres humanos. Os testes estão sendo feitos no estado do Espírito Santo e a nossa expectativa é de que, em três a quatro anos, tenhamos uma vacina segura no mercado para todos os vírus”, afirmou Temporão.

As informações do ministro da Saúde foram dadas após visita às obras do Hospital Federal de Ipanema, na zona sul do Rio. Na ocasião, o ministro admitiu que a dengue foi um dos principais problemas enfrentados em sua gestão e que, por ser uma doença endêmica, teve anos piores e outros em que a situação esteve mais sob controle.

“Durante todos estes anos foi um problema recorrente, porque é uma doença complexa e com relação direta com acesso à água, limpeza das cidades, informação, educação, padrão de urbanização. Então, enquanto a vacina não chega, a solução é prevenir e educar a população e conscientizá-la do problema”.

Fonte: Folha.com

População carcerária triplica em 15 anos e supera 494 mil pessoas

Nos últimos oito anos, o Brasil investiu R$ 1,2 bilhão em programas de modernização e aprimoramento do sistema penitenciário. Mesmo assim, o número de pessoas encarceradas aumentou. De acordo com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) do Ministério da Justiça, entre 1995 e 2005, a população carcerária saltou de pouco mais de 148 mil presos para 361.402, o que representou crescimento de 143,91% em uma década.

O aumento do número de presos faz crescer a incidência de problemas como falta de vagas e de assistência jurídica aos presos, além de submetê-los a péssimas condições de vida. Segundo o Depen, o Brasil tem atualmente uma população carcerária de 494.237 presos e cerca de 60 mil agentes penitenciários.

Para frear esse crescimento, o governo federal criou em 2006 o Sistema Penitenciário Federal. De acordo com o diretor do Departamento Penitenciário Nacional, Airton Michels, o objetivo era criar penitenciárias de segurança máxima para diminuir o déficit de vagas nos sistemas penitenciários estaduais, que hoje chega a 194 mil.

“São cadeias absolutamente seguras, muito bem equipadas e que viabilizam que a gente socorra os estados e desarticule operações da criminalidade organizada que operava muito dentro dos presídios e ainda opera”, afirma Michels.

Atualmente, há quatro cadeias federais no Brasil: uma em Rondônia, uma no Rio Grande do Norte, uma em Mato Grosso do Sul e uma no Paraná. A quinta penitenciária federal está em construção em Brasília. Segundo Michels, o sistema penitenciário federal reduziu a incidência de rebeliões. “Desde que começamos a operar as cadeias federais, em 2007, reduzimos em torno de 70% o índice de rebeliões.”

No entanto, a criação do sistema federal não agradou a todos. Para o assessor jurídico da Pastoral Carcerária, José Jesus Filho, não foi o sistema penitenciário federal que reduziu a quantidade de rebeliões. “Isso é uma invenção do Depen. As rebeliões foram diminuindo por outros fatores, como o policiamento mais ostensivo.”

Para Jesus Filho, o sistema carcerário não foi prioridade durante o governo Lula. “O governo faz propaganda de um sistema que não existe, pois a estrutura continua a mesma. O Sistema Penitenciário Federal é totalmente questionável”.

Jesus Filho afirma que o alto custo do sistema para o Estado é um dos principais problemas. “Há um gasto mensal de R$ 5 mil por preso, enquanto nas prisões normais, o custo chega a R$ 1,2 mil. Isso é quase quatro vezes mais. Além disso, ainda não foi feito nenhum estudo que mostre o custo benefício dessas cadeias federais.”

Embora o governo federal tenha investido em medidas como penas alternativas, o assessor jurídico da Pastoral Carcerária diz que a política de encarceramento ainda esteve mais em evidência. “As penas alternativas foram colocadas em segundo plano. Também não houve uma política eficaz de inclusão social desses presos. O governo se preocupou em investir muito no sistema federal e pouco no estadual. Espero que isso mude no próximo governo.”

Fonte: Agência Brasil

Poupança pode fechar 2010 com menor rendimento em 43 anos

A rentabilidade nominal da poupança pode encerrar o ano com a menor taxa já paga desde 1967, de 6,90%, segundo levantamento divulgado nesta terça-feira pela consultoria Economatica. A menor taxa apurada antes foi a de 2009, de ganho de 7,05% no ano.

Com ajuste sazonal pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) até novembro, a rentabilidade no ano foi de 1,57%, de acordo com a entidade.

FHC x Lula

O estudo da Economatica também constatou que o ganho real de quem poupou durante o governo Lula foi de 89,4%, contra 218,6% daqueles que pouparam no governo Fernando Henrique Cardoso.

Descontada a inflação dos períodos, o ganho real foi de 58,8% na era FHC e de 21,6% na era Lula – percentual que deve diminuir, segundo a Economatica, já que no cálculo não foi considerada a inflação de dezembro.

Fonte: Terra

Transportes intermunicipais não atendem à demanda
Foto: Melquiades Júnior

É quando está em transporte público que o cearense mais deseja possuir um carro próprio. Não bastassem os ônibus abarrotados entre os bairros de Fortaleza, o problema de quem utiliza ônibus intermunicipal é prolongado por quilômetros e horas.

Sem atender à demanda de passageiros como exige a lei nem mesmo nos períodos tranquilos, o transporte público entre cidades torna-se um caos maior nas últimas semanas do ano. Da desorganização na venda de passagens, de assaltos e ao mínimo de higiene nos banheiros, os usuários de linhas de ônibus intermunicipal enfrentam uma dramática procissão sobre rodas.

O problema do serviço de transporte público entre os Municípios do Ceará é evidente em qualquer período do ano, não somente nos feriados de fim de ano e no Carnaval. A reportagem constatou as dificuldades já na compra da passagem: os nomes dos passageiros são anotados em um bloco de papel, e uma impressora matricial libera as passagens.

A viagem tem início ao meio-dia, com destino a Flores, em Russas, depois a sede desse Município, e em seguida algumas paradas para subida e descida de passageiros, até parar em Fortaleza, cerca de 3h45 depois. Uma placa informa que a lotação deve ser de 46 passageiros sentados e até nove em pé. Mas foram contabilizados 29 passageiros em pé, incluindo idosos e crianças.

O Detran só permite passageiros em pé em viagens de até 200 quilômetros e somente em períodos atípicos, ou seja, feriados e períodos de Natal, Revéillon e Carnaval.

O limite para passageiros em pé é de 20% do número de assentos. Na viagem feita pela reportagem, no meio da semana e antes do período natalino, não deveria haver passageiros em pé. “Isso é um absurdo, o ônibus já tá lotado e eles continuam parando na estrada para subir gente”, reclamou Francineide Gomes, de Russas, imprensada no corredor com sua bolsa.

O cobrador não disfarça a agonia. Precisa caminhar por entre um labirinto de gente para fazer nova conferência das passagens. A situação é mais dramática quando alguém nos fundos precisa descer antes de todo mundo. Aqui é o “pinga-pinga”, afirma o motorista na segunda viagem do dia entre Limoeiro do Norte e Fortaleza.

É como chama os ônibus que param em vários lugares, em pequenos terminais ou mesmo na beira da estrada. Com medo de perderem o emprego, os motoristas e cobradores ouvidos pediram para não serem identificados. Há duas semanas um ônibus da empresa São Benedito foi assaltado nas proximidades da cidade de Russas. O homem subiu na beira da estrada com uma arma enrolada em um jornal e no meio do caminho anunciou assalto.

Logo no início da viagem o banheiro exalava cheiro de urina. Como o ambiente é fechado para condicionar o ar para frio, o mal cheiro se espalha. Um passageiro reclama e o cobrador coloca spray de perfume para resolver o problema. “Tinha que ter desabastecido o banheiro antes da viagem”, confessa, em reclamação à equipe que teria comandado a viagem anterior. Os passageiros não fazem cerimônia para reclamar.

Fonte: Diário do Nordeste
Recife espera reunir 70 mil para despedida de Lula

O centro histórico do Recife (PE) será palco na noite desta terça-feira de uma grande festa preparada para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que encerra o seu segundo mandato na virada do ano. Cerca de 70 mil pessoas são esperadas no Marco Zero da cidade para acompanhar o último ato popular com a presença de Lula. Cantores pernambucanos como Alceu Valença e Geraldo Azevedo são anunciados em chamadas de rádio e televisão como atrações da “festa da despedida”.

Nesta semana, Lula ainda cumprirá agenda em Fortaleza, onde anunciará obras na refinaria de Pecém, além da entrega de casas populares em Salvador. Porém, nos dois atos, o número de presentes será restrito. Quinta e sexta-feira, Lula pernanecer na capital federal.

Pernambucano de Caetés, o presidente visita o seu Estado natal pela 40ª vez desde que assumiu o governo em 2003. A agenda prevê, a partir das 14h, um sobrevoo, ao lado do governador Eduardo Campos (PSB), sobre o sistema Pirapama de abastecimento de água, em Cabo de Santo Agostinho, na região metropolitana de Recife. Depois disso, ambos vão a Suape para o lançamento da pedra fundamental de uma futura fábrica da montadora italiana Fiat, que tem investimento estimado em R$ 3 bilhões e a expectativa da criação de 3,5 mil empregos formais.

Já na capital pernambucana, por volta das 17h, Lula assina uma ordem de serviço para o início das obras do centro cultural Cais do Sertão Luiz Gonzaga, o rei do baião. O projeto é uma parceria do governo do Estado com o Ministério da Cultura.

Idealizador da homenagem, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, justifica a iniciativa. “O presidente entrega um País melhor do que recebeu e sai consagrado por um enorme respeito da opinião pública brasileira. Nada mais justo do que fazermos uma homenagem à altura a ele”, disse ao Terra.

Segundo Campos, nestes últimos oito anos, o Brasil avançou muito e Lula deixou marcas profundas na vida do povo. “Sobretudo do povo mais pobre do Brasil. Ele sai já deixando uma grande saudade”, disse.

Fonte: Terra

Fraudes como a do PanAmericano colocam investidores em risco

Fraudes contábeis como a do banco PanAmericano, que vieram a público no mês passado, têm colocado os analistas de mercado em situação delicada.

Como indicar uma determinada ação sem poder confiar no balanço divulgado pela empresa? Situação que fica ainda mais delicada quando resultados fraudados são aprovados por auditorias independentes.

No começo do mês, por exemplo, a corretora Planner retirou as ações PanAmericano (BPNM4) de sua carteira recomendada depois que os papéis despencaram 40% em novembro.

Entre os analistas de tendência de mercado, existem duas escolas: a fundamentalista (na qual a decisão de compra ou venda de ações é tomada a partir da análise do cenário macroeconômico e de análise das empresas, como o balanço) e os grafistas ou técnicos (que decidem a partir da análise de gráficos sem estudar os dados das empresas).

O analista-chefe da corretora Walpires e fundador do site Seu Consultor Financeiro, Leandro Martins, que tem formação fundamentalista, diz que está cada vez levando mais em conta a análise grafista.

“Com essas fraudes, eu tenho cada vez menos confiança nos fundamentos. Os analistas ficam nas mãos dos auditores e, sabendo dessas fraudes, não dá pra confiar”, afirma.

Como explica o fundamentalista Daniley Ferreira Rodrigues, sócio-diretor da Método Investimentos, o mais comum é realizar uma análise do cenário macroeconômico primeiro para só depois decidir quais empresas podem se beneficiar desse ambiente.

Para Rodrigues, o PanAmericano estava no foco do investidor neste ano, já que o cenário apontava para o crescimento do crédito entre os bancos de menor porte.

“Há várias opções nesse setor de bancos de pequeno porte. Como investidor de fora, era difícil saber que o banco tinha algum problema. Aí você confia no balanço, confia nas auditorias”, afirma.

Questionado sobre os grafistas, Rodrigues diz que uma análise técnica também pode falhar. “Por exemplo, você pode ter a ação da Petrobras indicando compra no gráfico e todos os analistas técnicos indicando a compra. Amanhã explode uma plataforma de petróleo dela, e a ação vai abrir com uma superqueda que o analista técnico não pegou. É difícil você defender uma escola ou outra. Acho que as duas têm prós e contras”, argumenta.

Apesar dos problemas recentes com o PanAmericano, os especialistas consultados pelo UOL Economia dizem não acreditar que o fundamentalismo esteja ameaçado.

Para o educador financeiro Mauro Calil, a análise de balanços e a checagem das auditorias seguem sendo fundamentais para os profissionais de mercado.

“Duvido que o investidor pessoa física olhe o trabalhado da auditoria. Agora, o analista tem de olhar. Não digo que 100% faça isso, mas o bom analista deveria fazer”, afirma.

“Analisando a história, sempre houve casos assim [como o do PanAmericano]. Não foi o primeiro nem será o último”, diz.

Para Marco Saravelle, analista da Coinvalores, fraudes em empresas fazem “parte do capitalismo” e são movidas pela “ganância” de algumas pessoas.

“Todos os investimentos têm riscos, e há riscos que você não consegue mensurar nem prever”, afirma.

E o que pode fazer o pequeno investidor nesse cenário? A recomendação dos analistas é para sempre diversificar os investimentos e não apostar tudo em um único papel.

“Aconselho o investidor a procurar o trabalho de uma boa corretora. Ela deve analisar o perfil do investidor e oferecer a ele a melhor opção de investimento”, diz Saravelle.

Fonte: UOL

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s