Juazeiro do Norte-CE: Janeiro terminou como o mês mais violento da história


Fonte: Miséria Demontier Tenório Foto: Normando Sóracles
O número de homicídios eclodiu no mês de janeiro último que terminou como o mais violento da história com 15 homicídios em Juazeiro do Norte. No ano passado, foram apenas quatro nesse mesmo período após 10 assassinatos em 2010. Dia sim e dia não foi a marcha da violência urbana com 14 pessoas do sexo masculino mortas e mais uma mulher, segundo levantamento estatístico do Site Miséria.

Os números mostram que a violência segue no Bairro João Cabral a exemplo do percentual de 14% do montante de assassinatos do ano passado. Só em Janeiro foram três homicídios ou 20% do total e o novo Comandante do 2º BPM, Coronel Hervano Macedo Júnior, anunciou em entrevista a Rádio Vale FM que vai se empenhar no combate à violência a partir da radiografia que possui mapeando a violência em Juazeiro.

Além dos três do João Cabral, foram dois homicídios nos bairros Pedrinhas e Juvêncio Santana e os demais nos bairros Socorro, Romeirão, Tiradentes, Timbaúbas, Salesianos, Pirajá, Frei Damião e São Miguel. Desses, foram 12 homicídios à bala e três com armas brancas. Veja a relação abaixo das pessoas que tombaram mortas durante o mês de Janeiro em Juazeiro:

Dia 01 – Cícero Junior Clementino Pinheiro, de 26 anos, mototaxista, que residia na Rua São José no Centro, foi assassinado com quatro tiros de revólver no cruzamento das ruas do Rosário e Alencar Peixoto (Socorro), onde discutiu com “Painho” por causa de um som alto o qual retornou com mais sete pessoas em quatro motos.

Dia 01 – Paulo Januário da Silva, de 26 anos, que residia na Rua 7 de Setembro, 120 (Bairro Pio XII), foi morto a tiros de revólver e teve o seu corpo encontrado por populares na Avenida João Dias de Oliveira (Pedrinhas) perto do condomínio Conviver.

Dia 02 – Cícero Rodrigues de Souza, de 23 anos, vendedor, que residia na Rua João Conrado Cruz, 25 (Bairro João Cabral), perto da Feira da Troca, foi morto com 10 tiros de revólver em frente à sua residência por dois homens que trafegavam em um FIAT de cor prata. O mesmo já respondia por furto.

Dia 03 – Cícero Hélio Pinheiro da Silva, de 21 anos, o “Tambor”, que residia na Avenida Nossa Senhora Aparecida, 753 (Bairro João Cabral), foi assassinado com vários tiros perto de sua casa. Ele já respondia por homicídio, assaltos e tráfico de drogas.

Dia 03 – Vlaudemir Neco da Silva, de 31 anos, vendedor, que residia na Rua Todos os Santos (Bairro Romeirão), foi morto com três tiros de revólver nas imediações da Rua Farias Brito daquele bairro. Ele havia ameaçados os indivíduos que tinham matado o seu cunhado.

Dia 06 – Emanuel de Souza Gonçalves, de 27 anos, foi assassinado com uma facada no peito quando trafegava a pé pela Rua Mascarenhas de Moraes (Juvêncio Santana). Ele faleceu nos braços do seu irmão, Raimundo Nonato, que ouviu os gritos dele.

Dia 06 – Davy Daniel Lima da Silva, de 17 anos, foi assassinado a tiros no abdômen quando chegava em casa na Rua Perpétua Carneiro da Cunha, 963 (João Cabral). Ele foi atingido por dois indivíduos que trafegavam em uma moto Honda Broz de cor preta e era irmão de Sueli assassinada no dia 17 de abril de 2010 com 23 tiros de revólver após envolvimento na morte do traficante Zé das Patas.

Dia 14 – Cícero da Silva, de 27 anos, que residia na Rua Francisco Filgueira Cruz (Timbaúbas), foi morto com um tiro no peito quando estava em uma bar perto de sua casa. Os disparos foram efetuados por dois indivíduos que trafegavam em uma moto preta e a própria vítima ainda os identificou pelos apelidos de Cabeção e Galeguim.

Dia 21 – Lailson de Souza Almeida, de 15 anos, foi alvejado por duas balas perdidas que o atingiram no abdômen e morreu na Clínica São José. Ele passava pela Rua João Correia de Oliveira (Juvêncio Santana), quando quatro indivíduos em duas motos atiraram para Renê da Silva Dias, o Renê das Malvas que saiu baleado a exemplo do pai da vítima Lenilson Pires de Souza Almeida, de 40 anos. Os autores são parentes de Zé Ferreira.

Dia 23 – José Tiago Soares de Oliveira, de 24 anos, o Tiago de Lela industriário do ramo de calçados que residia no Socorro, foi morto com três tiros no cruzamento da Rua das Dores com a Avenida Caruaru (Salesianos). Os autores trafegavam em um Celta vermelho e um dos acusados foi identificado pelo apelido de Zé Fofinho. A vítima já tinha passagens pela polícia.

Dia 26 – Jorge Fernandes Souza, de 28 anos, que residia na Rua José Inácio, 352 (Triângulo), foi morto com uma facada no peito esquerdo. O corpo foi encontrado no cruzamento da Rua Pinto Madeira com a Avenida Aílton Gomes (Bairro Pirajá).

Dia 26 – Cristiano dos Santos, de 41 anos, que residia na Rua Francisco Neudo Cruz na localidade de Vila Nova (Pedrinhas). Ele morreu no Hospital Regional do Cariri, onde estava internado desde o dia 15 de janeiro após ter sido abordado, na rua em que morava, por um indivíduo que deu uma facada no seu tórax e fugiu.

Dia 28 – Cícero Dyego da Silva, de 16 anos, foi morto no cruzamento das ruas José Nicolau dos Santos e Manoel Tavares Lopes (Frei Damião) por dois indivíduos em uma moto preta os quais atiraram nas costas e na perna. Ele morava naquele bairro e já respondia por crime de lesão corporal morrendo no HRC. Os acusados são dois jovens de iniciais M. D. S. A., de 18 e L. O. S., de 17 anos presos no dia 31 de janeiro de 2012.

Dia 28 – Manoel de Souza, de 46 anos, foi morto no cruzamento da Avenida Carlos Cruz com a Rua da Luz (São Miguel), por um indivíduo que trafegava em uma moto Honda Pop de cor vermelha. Ele morava naquele bairro e foi atingido a tiros duas vezes no abdômen, uma na perna e outra na virilha. A vítima morreu no HRC e já respondia por crime de lesão corporal e Violência Doméstica e familiar contra a mulher.

Dia 29 – Cícera Maria Francelino, de 42 anos, foi abordada por um indivíduo em uma moto Yamaha XTZ de cor azul no cruzamento das ruas Radialista Coelho Alves e Sebastião Mariano (Tiradentes). Ela retornava da PIRC onde tinha visitado o esposo e foi alvejada com três tiros, sendo um na cabeça e os outros no tórax e coxa direita morrendo no HRC.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s