Daily Archives: 14 de Julho de 2010

Juazeiro do Norte-CE: Polícia apreende revólver em poder de jovem na zona rural

Demontier Tenório

Tem sido das maiores a onda de furtos, assaltos a mão armada nas ruas de Juazeiro do Norte e arrombamentos em estabelecimentos comerciais e residenciais. O volume de apreensão de armas reduziu nos últimos dias e a população cobra o retorno dos arrastões em nome da segurança pública. Na tarde desta terça-feira, no Bar do Assis, a polícia apreendeu um revólver marca taurus calibre 38 municiado.

O estabelecimento funciona na Rua José Pereira de Araújo no Sítio São Gonçalo, zona rural de Juazeiro. A polícia foi acionada e ali estiveram o Cabo Tavarese e os Soldados Valclicio e Vieira os quais abordaram José Aguiar, de 34 anos, residente na Rua Antonio Gomes Ferreira. O mesmo se encontrava armado com o revólver e foi levado para a Delegacia de Polícia Civil com a arma.

FURTOS – Na onda dos furtos e roubos, logo cedo, no cruzamento da Rua São Pedro com a Avenida Carlos Cruz (Centro), um jovem de 28 anos teve sua sacola com uma marmita e um guarda-chuva levada por um indivíduo que trafegava em uma moto vermelha. No início da tarde, foi no Bairro São José, onde um aposentado de 67 anos teve sua residência invadida quando levaram algumas roupas, um aparelho de som e uma TV.

Por volta das 16 horas, em uma loja de material de sorvetes na Avenida Aílton Gomes (Bairro Romeirão), um indivíduo abordou com arma de fogo uma jovem de 20 anos e tomou R$ 200,00. Quase uma hora depois outra jovem de 20 anos foi assaltada na Rua São Paulo (Bairro Santa Teresa) por dois indivíduos que viajavam em uma moto. Sob a ameaça de um revólver, tomaram-lhe a bolsa que continha R$ 600,00

Pouco depois houve uma tentativa de furto no Supermercado Santo Antônio na Rua Da Paz (Bairro Pirajá). Francisco J. B. Dias, de 25 anos, mais conhecido como “meio quilo”, que mora na Rua Das Flores daquele bairro, ia levando um shampoo. O mesmo foi contido por um funcionário e entregue à polícia. Na delegacia, descobriu-se que o rapaz já responde três inquéritos por furtos.

Polícia usa radar e quebra paredes de casa em buscas por corpo de Eliza

Em razão dos novos depoimentos no caso, a Polícia Civil de Minas Gerais retomou hoje as buscas em uma casa pertencente a Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, apontado como quem estrangulou Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno. No local, em Vespasiano, já haviam sido encontrados cães (dez rotweillers e um vira-lata) e um veículo Citröen em que a polícia descartou a existência de sangue.

Neste momento, a polícia isola a rua Araruama, no bairro de Santa Clara, e quebra a laje e as paredes da casa. A polícia utiliza um aparelho chamado GPR, um radar de penetração que faz um raio-X em materiais como o concreto, e foi fornecido pelo Departamento de Geologia da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Três técnicos da universidade auxiliam a polícia a manusear o equipamento.

Segundo os policiais, todo o concreto novo está sendo quebrado. O Corpo de Bombeiros também está no local. Em seu primeiro depoimento à polícia, um adolescente, primo do goleiro, afirmou que os restos mortais de Eliza haviam sido misturados com concreto, mas não soube precisar onde foram depositados.

Ontem, a polícia havia informado que equipes de busca poderiam voltar ainda hoje ao sítio do goleiro em Esmeraldas (MG) para continuar os trabalhos. Além disso, o sítio de Bola pode ser vistoriado novamente nesta quarta. O local fica na mesma cidade.

Também hoje, o advogado Zanone Junior, um dos membros da equipe de defensores do goleiro Bruno e outros suspeitos no desaparecimento de Eliza, afirmou que a defesa ainda está estudando o inquérito do caso para depois pedir habeas corpus para seus clientes.

Segundo o advogado, a equipe está finalizando a leitura do inquérito, que é muito volumoso. “Pode ser que hoje à tarde tenhamos novidades”, afirmou. Depois disso, o primeiro pedido deverá ser o do goleiro.

Buscas

Ontem, equipes da Polícia Civil de Minas Gerais realizaram novas buscas ao corpo da ex-amante do goleiro Bruno no sítio localizado no condomínio Turmalina, em Esmeraldas (região metropolitana de BH). Elas foram encerradas somente na madrugada desta quarta (14).

Sérgio Rosa Sales Camelo, primo de Bruno que também está preso por suposto envolvimento no crime, acompanhou a polícia ao local, onde foi usado luminol na tentativa de se encontrar vestígios. Entretanto, oficialmente, a polícia não informou se algo foi encontrado e se a investigação avançou.

A delegada Alessandra Wilke, da Delegacia de Homicídios de Contagem, acompanhou os trabalhos de ontem e disse que novas técnicas periciais foram utilizadas no local, e que os resultados são aguardados pela equipe de investigação.

Ao chegar ao DI (Departamento de Investigações de Minas Gerais) nesta manhã, o delegado Edson Moreira disse aos jornalistas que ?tem novidades? sobre o caso, mas que falará apenas em uma entrevista coletiva, que ainda não tem horário definido.

A expectativa é que hoje outros envolvidos no desaparecimento de Eliza sejam ouvidos. Bruno e mais seis suspeitos estão presos na penitenciária de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem (MG).

Bruno, que está com o contrato suspenso com o Flamengo, é suspeito de envolvimento no desaparecimento de sua ex-amante, Eliza Samudio. Após um relacionamento com a jovem, ela tentava provar, na Justiça, que teve um filho do atleta, que completou cinco meses.

Depoimento do menor

Em novo depoimento nesta terça-feira (13), o adolescente J., primo do goleiro Bruno e peça-chave no desaparecimento de Eliza Samudio, voltou a afirmar que viu a mão da moça ser jogada aos cães após ela ser morta e ter seu corpo esquartejado.

Além disso, J. repetiu que Bruno não estava presente no momento que Eliza teria sido morta.

O menor voltou a afirmar também que o amigo de Bruno, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, o chamou para dar um “grande susto” em Eliza. O adolescente prestou depoimento à Vara da Infância e Juventude de Contagem. Após a depoimento, a Justiça decretou sua internação por 45 dias.

Resultado da perícia

Não foi encontrado sangue no veículo Citröen do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, segundo informou a polícia na noite de terça-feira. Na semana passada, a polícia apreendeu o carro em Vespasiano (MG) por desconfiar de manchas que poderiam ser de sangue.

O ex-policial foi indicado em depoimentos como o executor da morte de Eliza. Ontem, ele prestou depoimento à Polícia Civil de Minas, mas não respondeu as cerca de 50 perguntas feitas pelos policiais.

Fonte UOL

Juazeiro do Norte-CE: Duas farmácias são fechadas pelo Ministério Público

Foto: Chinês

As duas unidades da Farmácia do Trabalhador do Brasil que funcionam em Juazeiro do Norte foram lacradas no final da tarde desta terça-feira. O fechamento se deu pelas mãos de membros do Ministério Público que vieram de Fortaleza e passaram o lacre após a saída dos funcionários. A primeira foi na Rua São Paulo, 832 e a outra na São Pedro, 535 ambas no centro da cidade.

A única informação contida nos lacres é a de desrespeito à Lei 8.078 de 11 de setembro de 1990 que é o Código de Defesa do Consumidor. A princípio, a reportagem do Site Miséria não conseguiu maiores detalhes por parte do MP de Juazeiro e nem localizou a equipe que veio ao Cariri. Havia uma suposição inicial que o motivo seria a concorrência desleal com a prática de preços mais baratos em relação ao comércio.

Todavia, quando a matéria já estava no ar, um dos dirigentes do grupo, que se identificou com sendo João Jorge dos Santos, manteve contato com nossa redação desde a filial da Farmácia do Trabalhador do Brasil que funciona em Crato. Ele assegurou que o problema está relacionado com a documentação do farmacêutico responsável a qual se encontrava disponível apenas na forma de xerox o que não foi aceito pelo Conselho Regional de Farmácia (CRF). João Jorge não soube mencionar o nome completo do farmacêutico.

Drogas: filho mata o próprio pai

Ceará é o quinto em proporção de pobres no País

Foto: Silvana Tarelho

A taxa de pobreza absoluta no Ceará caiu de 70,3%, em 1995, para 49,3% da população, em 2008. A retração do porcentual de cearenses com rendimento médio domiciliar per capita de até meio salário mínimo mensal foi de 29,8% em 13 anos, conforme aponta o estudo “Dimensão, evolução e projeções da pobreza por regiões e por estados no Brasil”, divulgado ontem pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Conforme destaca Márcio Pochmann, presidente do Ipea, o Estado teve mais sucesso na redução da chamada pobreza extrema, ou miséria – população com rendimento médio domiciliar per capita de até um quarto do salário mínimo. A taxa, neste caso, saiu de 43,7% para 23,5% do total de habitantes, na mesma base de comparação, representando redução de 46,2%.

Segundo o estudo do Ipea, em 1995, o Ceará aparecia como o terceiro estado do Brasil em proporção de pobreza, melhor apenas do que o Maranhão (77,8%) e o Piauí (75,7%). Em 2008, melhorou duas posições, figurando na 5ª colocação, e deixando para trás Alagoas (56,6%), Maranhão (55,9%), Piauí (52,9%) e Pernambuco (50,1%). Vale ressaltar que todos as unidades da federação com elevada proporção de pobres estão no Nordeste.

No tocante à redução da miséria, Pochmann chama atenção para o fato de o Ceará ter saído da terceira para a sexta posição, entre os estados brasileiros. Ou seja, em 13 anos de estabilidade econômica, o Estado deixou para trás indicadores alarmantes, figurando hoje com melhor posicionamento que Alagoas (32,3%), Maranhão (27,2%), Piauí (26,1%), Pernambuco (24,7%) e Bahia (23,8%).

O presidente do Ipea destacou, também, no tocante à concentração de renda, que o Estado teve o Índice de Gini reduzido de 0,62 para 0,54, no intervalo em análise. Vale ressaltar que, quanto mais perto de um, mais desigual a sociedade. “Países com Gini abaixo de 0,4 são considerados desenvolvidos”, diz. Alguns estados nordestinos têm um indicador de concentração de renda na casa de 0,58, como Paraíba e Alagoas.

Em 2008, os estados da federação com maior desigualdade de renda foram: Distrito Federal (0,62), Alagoas (0,58) e Paraíba (0,58). Já os estados com menor grau de desigualdade de renda foram: Amapá (0,45), Santa Catarina (0,46) e ainda Rondônia (0,48).

No País

Pelo menos 12,8 milhões de pessoas saíram da condição de pobreza absoluta, entre 1995 e 2008, permitindo que a taxa nacional dessa categoria caísse 33,6%, passando de 43,4% para 28,8% da população. No caso da miséria, um contingente de 13,1 milhões de brasileiros superou essa condição, o que possibilitou reduzir em 49,8% a taxa nacional dessa categoria de pobreza, de 20,9%, em 1995, para 10,5%, em 2008.

Desigualdades

No entanto, conforme o Ipea, a diminuição generalizada nas taxas de pobreza absoluta e extrema entre 1995 e 2008 não ocorreu de forma uniforme entre as grandes regiões geográficas e estados do País. A Região Sul foi a que conseguiu os melhores resultados, com queda de 47,1% na taxa de pobreza absoluta; e de 59,6% na de pobreza extrema.

Em seguida, aparece a Região Sudeste, onde a taxa de pobreza absoluta caiu 34,8%, ao passo em que o indicador de pobreza extrema reduziu 41,0%. O Nordeste figura em terceiro lugar, com redução de 28,8% e 40,4% para as taxas de pobreza absoluta e extrema, respectivamente.

No Centro-Oeste, o primeiro indicador teve retração de apenas 12,7%, ao passo em que o outro caiu 33,7%. Já na Região Norte, os porcentuais foram de 14,9% e 22,8%, respectivamente. “Os resultados alcançados até aqui se devem à combinação com êxito de avanço econômico e melhoria no desempenho social”, disse Pochmann, reforçando que o Brasil tem muito a avançar.

Fonte DN

Juazeiro do Norte-CE: Curso forma agricultores familiares

Foto: Elizângela Santos

A formação no campo recebe um reforço com a implantação do Curso de Licenciatura Plena em Educação do Campo (Procampo). Este é o único no Estado voltado para a formação de produtores da agricultura familiar. Os alunos, professores que atuam na área rural e educadores populares já estão em sala de aula para os primeiros 30 dias de atividades. De 10 de julho a 10 de agosto, 60 estudantes de 32 municípios do Ceará e até estados vizinhos, como Pernambuco, estarão em sala de aula com formação teórica e vivências práticas.

Um seminário, realizado no Centro de Expansão, no Crato, abriu o curso. A sede do Procampo funcionará em Juazeiro do Norte, mas está passando por reformas para se adaptar à realidade do curso, já que os alunos deverão ficar praticamente internos, nos dias de realização das aulas.

Os integrantes do curso passaram por um processo seletivo para terem acesso à sala de aula. Segundo um dos coordenadores do projeto, professor Ronald Albuquerque, o Procampo está sendo implementado por uma equipe de professores da Universidade Regional do Cariri (Urca), por meio da instituição. O quadro docente conta com 30 professores.

O evento foi aberto com apresentações artísticas, como a Escola do Padre Ágio, a Solibel, formada por alunos filhos de agricultores, do Sítio Lameiro, no Crato, que teve uma projeção por levar uma educação diferenciada para os filhos dos agricultores. Em seguida, o grupo de participantes do Projeto Nova Vida, com uma encenação voltada para a realidade do homem do campo e a execução do Hino Nacional.

Segundo o professor Ronald, o curso faz parte de uma iniciativa do compromisso com os movimentos populares, por um meio diferenciado de ver a educação e inserção da população em iniciativas populares. Ele destaca o processo intenso de esvaziamento do campo. Nos anos 50 e 60 havia uma população mais equilibrada e naquela época existia o beneficiamento do algodão, no Crato. “Hoje, mais de 70% da população está na cidade e temos cerca de 17% no campo”, constata, ao acrescentar o processo violento de esvaziamento do campo.

De acordo com ele, um dos objetivos do curso é reverter esse processo de esvaziamento e fazer com que a atividade agrícola, principalmente centrada na agricultura familiar, possa reverter esse processo. Ele destaca o compromisso da equipe do projeto em poder promover uma educação diferenciada, pautada na educação libertadora do educador Paulo Freire. Nesse primeiro módulo são ministradas disciplinas: Seminário Integrado, Introdução à Filosofia, Introdução à Sociologia, Introdução à Geografia, Metodologia do Trabalho Científico, e Prática de Leitura e Produção de Textos.

No Estado, já há o projeto, implantado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), mas voltado para os povos indígenas. Serão quatro anos voltados para a formação desses professores. Algumas vagas também serão voltadas para instituições que atuam com projetos direcionados para o campo, mas que contemplem a agricultura familiar. O curso irá fornecer duas habilitações, uma em Linguagens e Códigos e outra de Ciências da Natureza e Matemática.

O Procampo é uma licenciatura voltada para os professores da rede pública, Estadual e Municipal, sem formação superior. As aulas de História, Psicologia, Sociologia, Direito ou Filosofia terão uma interface, conforme o coordenador, na qual entra a questão do campo, dos direitos voltados para os pequenos produtores familiares. O curso é coordenado pela professora Francisca Carminha Macedo.

Docentes

30 professores farão parte do quadro de docentes que darão aulas para os participantes do Curso de Licenciatura Plena em Educação do Campo (Procampo), em Juazeiro do Norte

MAIS INFORMAÇÕES:
Coordenação do Curso Procampo
Pró-Reitoria de Planejamento da Urca
Crato/ (88) 3102.1202

Juazeiro do Norte-CE: Icasa faz mais uma vítima no Romeirão

Foto: Normando Sóracles

O Icasa voltou a jogar bem e goleou mais um líder da Série B do Campeonato Brasileiro. Dessa vez a vítima foi o Paraná que tomou três gols nos 15 minutos finais do primeiro tempo. O verdão sobrou em campo e poderia até ter vencido com um placar mais elástico se não tivesse desperdiçado grandes chances, principalmente com o atacante Marciano. Nas arquibancadas o torcedor ainda ensaiou gritos de olé diante de um Paraná completamente perdido dentro de campo.

O técnico Flávio Araújo se deu ao luxo de fazer três estréias para observar as novas contratações. Na verdade o Icasa bombardeou o adversário que começou tentando segurá-lo no campo defensivo, mas não conseguiu. A principal arma do Paraná era a jogada aérea e ainda acertou o travessão alviverde em duas oportunidades. Os adversários assustaram logo aos sete minutos quando Marcelo Pitol fez uma grande defesa após Marcelo Toscano chutar livre de marcação.

A resposta alviverde não demorou e, aos nove minutos, Carlinhos bateu fora da área para Juninho mandar a escanteio. Na cobrança de Júnior Xuxa, Marciano quase marca de cabeça. O verdão ainda teve um pênalti ao seu favor não marcado pelo árbitro. Foi aos 12 minutos quando Alessandro Lopes puxou Marciano que caiu na área e o árbitro, de costas para o lance, não marcou. Aos 23 foi a vez do zagueiro Tiago bater cruzado e perder outra grande chance. Dodô e Marciano também perderam gols na seqüência.

A vitória veio com três golaços. Aos 31 minutos o lateral Dodó tocou para Assisinho e recebeu na grande área chutando forte. A bola ainda resvalou no travessão e foi para o fundo do gol. Aos 37 Júnior Xuxa cobrou falta para Carlinhos que ajeitou da quina da grande área e bateu firme no meio do gol. Aos 46 minutos foi a vez de Marciano em um contra ataque rápido quando Xuxa enfiou na medida para o atacante alviverde que bateu forte no meio do gol.

Para o segundo tempo o Icasa voltou determinado em garantir o resultado se fechando bem e explorando os contra ataques. A melhor chance do Paraná surgiu aos 17 minutos por intermédio de Leandro Bocão após receber de Marcelo Toscano. Ele ficou cara a cara com o goleiro Marcelo Pitol, mas mandou para fora num lance que irritou o técnico Marcelo Oliveira o qual terminou substituindo o atacante por Márcio Diogo.

Aos 36 minutos o atacante Roberto Santos acertou o travessão e marcou o quarto no lance seguinte, mas o árbitro viu impedimento. Aos 43 minutos foi a vez de Marciano driblar a zaga e, na cara do gol, bater por cima. Com a vitória, o Icasa ganhou duas posições estando agora na oitava colocação com 13 pontos ganhos ou apenas três pontos em relação ao líder Figueirense. O próximo adversário será a Portuguesa, neste sábado. A lusa tem a mesma pontuação que o Icasa, porém perde no saldo de gols.

FICHA TÉCNICA:

Icasa 3×0 Paraná

Competição: Campeonato Brasileiro (Série B ? 8ª Rodada)

Local: Estádio Romeirão (Juazeiro do Norte-CE)
Data: 13 de Junho de 2010
Horário: 21 horas

Renda: R$ 21.985,00

Público: 1.746 pagantes

Gols: Dodó aos 32, Carlinhos aos 37 e Marciano aos 45/1º (Icasa)

Icasa:

Marcelo Pitol; Tiago, Alan e Everaldo; Dodó (Sérgio), Paulo Foiane, Guto, Junior Xuxa (Luciano) e Carlinhos; Assisinho (Roberto Santos) e Marciano

Técnico: Flávio Araújo

Paraná:

Juninho; Murilo (Flavinho), Alessandro Lopes, João Leonardo e Kim (Diogo); Chicão, João Paulo, William e Gilson; Marcelo Toscano e Leandro Bocão (Márcio Diogo)

Técnico: Marcelo Oliveira

Árbitro: Ítalo Medeiros de Azevedo

Auxiliares: Eduardo Lincoln Neves e Lorival Candido das Flores (trio do Rio Grande do Norte)

Cartões Amarelos: João Leonardo, Murilo e Diogo (Paraná)

OUTROS RESULTADOS:

Brasiliense-DF 1×1 América-MG

Coritiba-PR 0x0 Bragantino-SP

Duque de Caxias-RJ 3×2 Portuguesa-SP

Figueirense-SC 2×0 Vila Nova-GO

Ipatinga-MG 1×3 Sport-PE

Ponte Preta-SP 3×0 América-RN

São Caetano-SP 3×2 Santo André-SP

Guaratinguetá-SP 4×2 Bahia-BA

Náutico-PE 2×1 ASA-AL

PRÓXIMA RODADA:

SEXTA-FEIRA (16/07)

21:00 – ASA-AL x Brasiliense-DF

21:00 – América-RN x Coritiba-PR
21:00 – Bahia-BA x São Caetano-SP
21:00 – Santo André-SP x Duque de Caxias-RJ

SÁBADO (17/07)

16:10 – Portuguesa-SP x Icasa-CE
16:10 – Sport-PE x Ponte Preta-SP
16:10 – América-MG x Náutico-PE
16:10 – Vila Nova-GO x Ipatinga-MG
16:10 – Paraná-PR x Guaratinguetá-SP
21:00 – Bragantino-SP x Figueirense-SC

Acusado de matar o rapper Sabotage é condenado a 14 anos de prisão

Sirley Menezes da Silva, acusado de matar o rapper Mauro Mateus dos Santos, o Sabotage, em janeiro de 2003, foi condenado a 14 anos de prisão nesta terça-feira. O júri, formado por quatro homens e três mulheres, o considerou culpado pelo homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima).

Durante o julgamento, realizado desde ontem no fórum da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, Silva negou a autoria do crime. Ele cumprirá a pena inicialmente em regime fechado.

Hoje ocorreram os debates entre acusação e defesa. Ontem, foram ouvidas quatro testemunhas, sendo uma de acusação (sigilosa, ouvida em plenário apenas na presença das partes), uma de defesa e duas em comum. O promotor Carlos Roberto Marangoni Talarico desistiu de uma segunda testemunha de acusação.

Silva também foi ouvido ontem, por cerca de 90 minutos. Na época em que foi preso, em dezembro de 2004, ele teria dito que o crime foi motivado por uma disputa pelo tráfico de drogas ocorrida anos antes do assassinato, segundo a polícia.

HISTÓRICO

O músico foi atingido por quatro tiros disparados à queima-roupa, por volta das 5h30 do dia 24 de janeiro de 2003, na avenida Abrão de Morais, na Saúde (zona sul de São Paulo), depois de deixar sua mulher no trabalho. A vítima chegou a ser socorrida no Hospital São Paulo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

Com duas passagens pela polícia –por porte e tráfico de drogas–, Sabotage dizia ter sido salvo pelo rap.

Pela autoria da trilha do filme “Invasor”, que revelou o titã Paulo Miklos no papel de ator, Sabotage ganhou prêmios nos festivais de Brasília e Recife. O músico também atuou no filme “Carandiru”, de Hector Babenco, lançado em 2003.

Fonte UOL

Eliza Samudio era atriz pornô das Brasileirinhas

Eliza Samudio que está desaparecida trabalhava como atriz em produções pornôs com os nomes artísticos “Fernanda Faria” ou “Victória Sanders”.
O advogado Jader Marques, que representa a família Samudio em processos na área criminal, confirmou, ontem, que Eliza fez pontas em filmes pornográficos, entre 2005 e 2009. Em uma das gravações, há cenas de sexo explícito
Quando grávida do goleiro, Eliza Samudio teria sidoi agredida e ameaçada de morte por ele, que não aceitava o nascimento da criança, forçando-a ao abordo. Mesmo sob ameaças Eliza teve o filho, para poucos meses depois desaparecer. A polícia de Minas recebeu denúncias anônimas de que Eliza teria sido espancada até a morte no sítio por Bruno e mais dois homens.
Produzido pela empresa de filmes adultos “Brasileirinhas”, o filme “Até que enfim anal”, estrelado por Márcia Imperator, tem a ex-amante de Bruno no elenco, sob o nome fictício de Fernanda Faria.
@NilNews
ocanal.wordpress.com