Pleno do TRE mandar arquivar processo do MPE que pedia nova cassação de Cássio


ClickPB Foto: DIVULGAÇÃO

Em menos de 30 minutos, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu na tarde desta terça-feira (30), que a Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (Aime), de autoria do Ministério Público, que pede a cassação do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), perdeu o objeto.

O processo referente às eleições 2006, não foi acolhido pelo pleno do TRE, que decidiu acompanhar o voto do relator.

A tese foi sustentada pelo advogado Luciano Pires que acredita que a partir de agora todas as ações movidas contra Cássio Cunha Lima (PSDB), a exemplo dos envelopes amarelos, devem ter o mesmo fim.

Na justificativa de seu voto, o juiz Newton Vita disse que a Aime, além de perder o objeto, não poderia enquadrar o ex-governador na Lei do Ficha Limpa e que também não era passível de multa, já que o prazo havia expirado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s