Monthly Archives: Março 2011

Preso no litoral de SP suspeito de matar travesti a pauladas


foto ilustrativa
Polícia investiga se ele integra esquema de aliciamento de menores no Pará.
Em São Paulo, ele alugava quartos e cobrava diárias de travestis.
Marcelo Mora

Homem é preso suspeito de manter travestis em cárcere privado em SP
Polícia desmonta esquema de prostituição de travestis em SP
Um homem de 34 anos foi preso nesta quinta-feira (31) em uma pensão em São Vicente, na Baixada Santista, suspeito de matar a pauladas um travesti em outubro de 2009, em uma rua da Ponte Pequena, na Zona Norte de São Paulo. De acordo com delegado Arlindo José Negrão Vaz, titular da 2ª Delegacia de Pessoas Desaparecidas do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, o homem detido também é investigado por participar de um suposto esquema de aliciamento de homens, inclusive menores, de Belém do Pará para se prostituírem como travestis, na capital paulista.

No dia do crime, o suspeito afirmou à polícia, na ocasião, que não sabia de nada e, por isso, acabou sendo liberado por falta de provas. Após operação na qual vários travestis foram presos, realizada no dia 3 de fevereiro deste ano, a polícia obteve a informação de que o suspeito havia, sim, conversado com a vítima no dia em que foi morta. E obteve mais detalhes de que como ele explorava os travestis.

“Ele alugava quartos em um casarão da Avenida Cruzeiro do Sul (Zona Norte da capital) para os travestis, que eram trazidos de Belém por uma cafetina que está sendo investigada. Quando não pagavam a diária, de R$ 37, ele, com a ajuda de um comparsa, dava uma surra nelas, a pauladas. Numa dessas surras, ele matou uma delas, de codinome ‘Estela’, segundo um travesti que foi preso naquela operação”, disse Negrão.

Um dos travestis presos na operação de fevereiro foi colocado no serviço de proteção à testemunha por ter fornecido informações que levaram à prisão do suspeito. De acordo com o delegado, já foi pedida a prisão temporária, de 15 dias, do suspeito, que responderá inquérito por homicídio doloso.
G1

TELEFONE 190 PODERÁ SER ADOTADO PARA TODOS OS TIPOS DE EMERGÊNCIA.


O Projeto de Lei 175/11, em tramitação na Câmara, determina que o número 190 será utilizado em todo o País para todos os tipos de emergência (polícia, bombeiros, atendimento médico, defesa civil, disque-denúncia e outros).
Mendes Thame argumenta que a medida vai possibilitar o atendimento mais eficaz à população. “Hoje, o usuário é obrigado a decorar uma variedade de números: 190 para Polícia Militar, 192 para atendimento médico de emergência, 193 para bombeiros, 199 para defesa civil, 147 para polícia civil, 181 para disque-denúncia e assim por diante”, disse ele, acrescentando que, nos Estados Unidos, o número 911 cumpre essa função.

O projeto também prevê pena de detenção de dois a quatro anos, acrescida da metade se houver dano a terceiro, além de multa, para quem utilizar o serviço de forma abusiva, com a intenção de prejudicar ou impedir sua operação – passar trote, por exemplo.
De acordo com a proposta, do deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP), as despesas do serviço serão pagas pelas operadoras de serviços de telefonia – fixa e móvel. O parlamentar reconhece que os custos do serviço serão elevados. No entanto, ele afirma que esse setor tem um faturamento de aproximadamente R$ 160 bilhões por ano.
A proposta que altera a Lei Geral de Telecomunicações (9.472/97), acrescentado um item (o direito ao número único) na lista de direitos do usuário de serviços de telecomunicações.
Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte:Agência Câmara

ESTÁ DE VOLTA A TEMPORADA DE ASSALTO À BANCOS NO CEARÁ.


A agência do Brasil do Brasil em Miraíma, na região Norte, foi alvo de uma quadrilha na noite desta quarta-feira (30), por volta de 21 horas. Cerca de oito homens armados e encapuzados entraram na cidade, renderam policiais militares e tentaram roubar caixas eletrônicos. Os soldados viraram reféns.
O caixa não foi levado porque o reboque do veículo usado na ação não suportou seu peso. Uma moradora foi baleada e passou por cirurgia em Fortaleza.
O bando que atacou Miraíma pode ser o mesmo que, ainda na manhã, roubou a agência do Banco do Brasil em Independência, na região dos Inhamuns.
A possibilidade foi levantada pelo comandante do 9º Batalhão da Polícia Militar (Itapipoca), coronel Cleiton Nóbrega, em entrevista ao Diário do Nordeste Online.

“O modus operandi foi muito parecido”, comenta o oficial.
Em Independência a quadrilha mostrou uma série de evidências de amadorismo no assalto, como falta de informações sobre a agência e sobre o caixa-forte da unidade. Também teve uma série de erros na fuga. A ação foi considerada “frustrada e infantil” pelo titular da Delegacia Regional de Crateús, Ricardo Savoldi.
Já em Miraíma o bando não conseguiu sequer levar um caixa eletrônico. A ação demorou quase 40 minutos e quase foi alcançado pela PM em uma estrada carroçável. O comandante de Itapipoca aponta a necessidade de o fato ser investigado.

Caixa eletrônico fica no meio da rua

A praça principal de Miraíma, onde está a agência do Banco do Brasil, amanheceu com uma cena inusitada. O caixa eletrônico que a quadrilha não conseguiu levar ficou no meio da via pública, cercado por policiais. Até a manhã desta quinta-feira (31) o terminal abandonado continuava na rua.
Já à tarde o caixa não estava mais na via pública. Por volta de 15 horas ainda havia populares observando o local do crime.

Bandidos driblam a PM perto de Sobral

Os bandidos fugiram de Miraíma após a ação e conseguiram deixar a Polícia Militar para trás em uma estrada carroçável da localidade de Caracará, em Sobral, conforme o comandante do 9º Batalhão da Polícia Militar (Itapipoca), coronel Cleiton Nóbrega.
“Estávamos bem perto deles. Quando chegou perto de Caracará, em uma estrada carroçável que só passa um carro, eles atravessaram o carro no meio da via e atearam fogo. Não teve mais como passar”, lamenta o oficial.

Bando seria amador e discutia entre si

A ação da quadrilha em Miraíma durou cerca de 35 minutos, tempo evidencia o amadorismo dos bandidos. De acordo com um assessor da Prefeitura Municipal, Carlos Guedes, os assaltantes não são pessoas experientes neste tipo de ação. “Eles discutiam entre eles, estavam nervosos, não sabiam o que fazer”, afirma.
O coronel Nóbrega também acredita no amadorismo da quadrilha.
Policiais foram rendidos, viraram reféns e tiveram armas roubadas
Dois policiais militares estavam trabalhando no momento da ação da quadrilha em Miraíma. Ambos foram rendidos pelos bandidos e viraram reféns. As armas dos PMs foram roubadas, conforme o coronel Cleiton Nóbrega.
Nóbrega aponta que as armas eram uma pistola 0.40 e um revólver calibre 38. O carro utilizado pelos bandidos – uma caminhonete Pajero – havia sido roubada dia 25 último, em Fortaleza.
A localização da agência do Banco do Brasil é a somente duas casas de distância da unidade da Polícia Militar, no entorno da praça central de Miraíma. “Eles foram direto na PM. Chegaram e renderam os policiais”, disse o assessor do Município.

Tiros pela cidade

Informações preliminares indicam que o bando atirou várias vezes em Miraíma, sem que houvesse um tiroteio. O modus operandi serve para intimidar a população e, também, obrigar moradores a ficar em casa.

Testemunhas relatam a ação

O morador Antônio Josimar, 27, ouviu a ação da quadrilha em Miraíma. “Escutei bala, muita gente corrrendo com medo. Estava me sentindo na Rocinha”, compara.
Já o comerciante Jean Ribeiro, 33, trabalha em frente à praça onde está a agência do Banco do Brasil e lembra que Miraíma, costumeiramente, é uma cidade calma. “Nossa é cidade bem quietinha, mas hoje está sem segurança”, alerta. “Os caras (quadrilha atiraram sem direção. A gente se escondeu. Foi tanto tiro que não deu nem para contar”, lembra Jean.
Moradora ferida
Uma jovem de Miraíma acabou ferida por um tiro na clavícula e foi encaminhada a Fortaleza. De acordo com o Instituto Dr. José Frota (IJF), a vítima Carla Camila Ferreira Campos, 18, passou por cirurgia na manhã desta quinta e encontra-se na sala de recuperação.
Ela está “consciente, estável e orientada, segundo o Frotão, mas não há maiores informações sobre alta.
Batalhão de Sobral envia reforço
De acordo com o coronel Cleiton Nóbrega, duas viaturas foram deslocadas para a segurança em Miraíma após o assalto. Há ainda mais quatro viaturas na região em busca do banco.
“No momento da ação havia 12 viaturas. Tinha policial de toda a região, de Acaraú, de Morrinhos, de Cruz. Até de Itarema tinha”, reforça Nóbrega. De acordo ainda com o oficial, o comandante do 3º Batalhão (Sobral), tenente-coronel Gilvandro Oliveira, enviou patrulhas do Comando Tático Motorizado (Cotam) para auxiliar os trabalhos.

Cidade assustada, temendo prejuízos

O município de Miraíma é pequeno e tem cerca de 13 mil pessoas. “É um município tranquilo, nunca tinha visto algo semelhante por aqui. Todos estão assustados”, afirma o assessor Carlos Guedes. Segundo ele, se a ação tivesse sido realizada com êxito, aproximadamente 500 pessoas seriam prejudicadas. “É fim de mês, quando as pessoas recebem o salário e muita gente ficaria sem o honorário”, completou.

Fonte: DN

MARINHA PARAGUAIA ATACA POLÍCIA FEDERAL NA FRONTEIRA COM O BRASIL.


Às 17h14 da sexta-feira, 18 de março, um agente da Polícia Federal que atua na cidade paranaense de Guaíra, fronteira com o Paraguai, enviou um e-mail pedindo socorro à Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) em Brasília. Ele informou que, em pelo menos três ocasiões recentes, oficiais da Marinha paraguaia trocaram tiros com policiais brasileiros – segundo ele, para acobertar traficantes e contrabandistas no Rio Paraná, que marca a divisa com a cidade paraguaia de Salto del Guaira.

Nesta quarta-feira, o presidente da Fenapef, Marcos Wink, decidiu agir. “A Marinha do Paraguai está atirando contra agentes brasileiros e ninguém faz nada”, diz ele. Wink procurou o deputado Paulo Pimenta (PT-RS). Relator da CPI que investigou, em 2006, o tráfico de armas no Brasil, Pimenta poderia servir de ponte até o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo. “Queremos espalhar para o mundo a realidade na fronteira”, afirma Wink, indignado.
Em e-mails aos quais o site de VEJA teve acesso, agentes da Delegacia Especial de Polícia Marítima (DEPOM) de Guaíra informam que a Marinha paraguaia tem recebido propina de traficantes e contrabandistas para disparar armas de grosso calibre contra policiais brasileiros. O objetivo seria permitir – em troca de propina – que o tráfico de drogas continue a agir impunemente na região.
Um dos ataques registrados pela Fenapef aconteceu por volta das 12h do dia 17 de março, uma quinta-feira: dois agentes da PF em Guaíra embarcaram numa lancha para iniciar a patrulha rotineira no Rio Paraná quando avistaram um bote de alumínio, pintado de verde e equipado com um motor, deslizando rumo ao Paraguai. Imediatamente, exigiram ao piloto que parasse e, durante a revista, flagraram uma carga de pneus contrabandeados. Como de praxe, apreenderam o bote e seguiram para a delegacia em Guaira para registrar a ocorrência.
A 200 metros do atracadouro, em águas brasileiras, os agentes perceberam que uma lancha da Marinha do Paraguai, com cabine fechada, acelerava na direção do barco apreendido, que era escoltado pela PF. Quando os paraguaios chegaram a cem metros de distância, começaram a disparar com uma metralhadora calibre ponto 30, própria para derrubar helicópteros, instalada na proa e apontada na direção dos policiais brasileiros. Eles revidaram com 60 tiros de fuzil HK G36, arma muito menos potente, e acabaram rapidamente com a munição. Tiveram de recuar. A lancha da Marinha paraguaia se aproximou e levou de volta o bote criminoso.
Num e-mail enviado em 21 de março, um dos agentes de Guaíra afirma que nos últimos dois anos houve no mínimo cinco confrontos entre a Marinha paraguaia e a PF, reclama das condições precárias das embarcações brasileiras e revela que integrantes da Polícia Federal recomendaram o abafamento da ocorrência do tiroteio no Rio Paraná. Também conta que uma licitação, aberta para a compra de uma lancha blindada para a PF de Guaíra, foi interrompida sem motivos aparentes.
Uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo publicada em maio de 2010 confirma que não foi a primeira vez que forças brasileiras e paraguaias protagonizaram um tiroteio na região. Nela, um delegado da PF afirmou terem ocorrido, desde março daquele ano, mais de 20 confrontos entre a Marinha paraguaia e agentes federais brasileiros em Foz do Iguaçu. Em um só dia três tiroteios foram registrados.
Em 16 de agosto de 2010, num documento de circulação interna da Polícia Federal ao qual o site de VEJA teve acesso, um policial federal de Guaíra avisou ao chefe da delegacia da PF na cidade que a Marinha paraguaia havia ganhado dos traficantes um motor de popa de 300 hp com o objetivo de perseguir a lancha da polícia brasileira.
A Marinha paraguaia passou a vigiar a fronteira com o Brasil em março de 2005, depois que um advogado avisou o Ministério Público do Paraguai que a polícia facilitava o contrabando feito por embarcações na região. A Fenapef informou que os tiroteios estão cada vez mais frequentes porque os policiais brasileiros estão frustrando muitas travessias de barcos criminosos pelo Rio Paraná. De 2007 a 2011, 163 embarcações foram apreendidas pela Polícia Federal na fronteira paranaense. Falta agora descobrir a identidade dos bandidos escondidos dentro de fardas e camuflados em embarcações oficiais das Forças Armadas do Paraguai.
Veja

MAIS UM BB ASSALTADO, DESTA VEZ OS BANDIDOS AGIRAM EM MIRAÍMA.


Mais um Banco do Brasil foi assaltado nesta semana. Desta vez, a ação aconteceu no município de Miraima, a 190 km de Fortaleza. Por volta das 22 horas desta quinta-feira (30), cinco homens, fortemente armados, renderam dois policiais que faziam a segurança da cidade (o sargento Francisco Arnou e soldado Cícero Romão Lopes) e assaltaram a agência do município.
Durante a ação, uma jovem de 18 anos, Carla Samira Teixeira, que passava de carro pelo local, foi atingida por uma bala de fuzil 762 na região da clavícula.
Por receio da ação dos bandidos, o socorrista só chegou ao local uma hora depois. Carla foi transferida em estado grave para o Instituto Dr. José Frota (IJF), em Fortaleza.

Segundo a Polícia, os assaltantes arrombaram o posto avançado do Banco do Brasil usando marretas. Com o auxílio de um cabo de aço, arrancaram o caixa eletrônico, que havia sido abastecido na tarde do dia da ação.
A ação durou cerca de 45 minutos, mas, como não conseguiram colocar o caixa eletrônico dentro do carro, os acusados desistiram. Os bandidos conseguiram levar 3 revólveres, 1 pistola, 6 coletes e 6 pares de algemas, do destacamento dos policias.
Cerca de 40 policiais militares realizaram um cerco na região. Até o momento, ninguém foi preso.
Fonte: Jangadeiro/

POLÍCIA MILITAR FAZ UM DAS MAIORES APREENSÕES DE CRACK EM SOBRAL.


A equipe do Serviço da Sub Agência de inteligência do 3º Batalhão, Comandado pelo o Tenente Coronel Gilvandro Oliveira, após sete meses de trabalho de investigação, conseguiu desarticular nesta terça-feira (29), por volta das 09:00hs da noite, mais um ponto de venda de drogas, localizado na Travessa Tupinambá nº 04, Bairro Alto do Cristo, que era utilizada como “depósito de drogas” onde era cortada, embalada e distribuída para a venda e que no momento da abordagem realizada pela FORÇA TÁTICA de Sobral, foi preso Arnóbio Duarte Sousa, 39 anos, casado, mecânico, natural de Sobral, residente à Rua Paulo Alcântara nº395, Bairro Padre Palhano, com o acusado foram apreendidos de 2,6 kg de “CRACK”, 20 g de maconha, 01 uma balança de precisão digital.

DA AÇÃO DA PM: O acusado e todo material apreendido foi conduzido para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Sobral, onde fora lavrado em desfavor do mesmo o flagrante no Art 33 da Lei de entorpecentes.e que foi constatado após a prisão, que o acusado havia sido preso ha cerca de dois meses por porte ilegal de arma de fogo.
Resposta para a sociedade da equipe do Serviço da Sub Agência de inteligência da polícia militar de Sobral, que tem realizado um grande trabalho, tirando vários bandido do seio da sociedade sobralense, como esse que a sete meses estava em invertigação.
Fonte: Plantão Alerta.

Juazeiro do Norte-CE: Adolescente é atropelado e morto na Avenida Leão Sampaio


Fonte:Miséria Demontier Tenório Foto: Chinês

Um acidente com vítima fatal foi registrado por volta das 07h30min desta quinta-feira na Avenida Leão Sampaio em frente a antiga Cofeco (Bairro Lagoa Seca) na segunda morte violenta de hoje em Juazeiro do Norte. Um adolescente de aproximadamente 18 anos trafegava em sua bicicleta bike de cor verde e pegou um “bigu” na carroceria de uma carreta que viajava no sentido Barbalha/Juazeiro.

Com a velocidade, o rapaz perdeu o equilíbrio e caiu no asfalto quando um dos pneus do veículo passou por cima do seu corpo que ficou bastante dilacerado. Até o momento não há identificação da vítima, cujo corpo foi levado para necropsia no Instituto Médico Legal (IML). O garoto tinha uma carteira no bolso com R$ 52,00 uma bateria de celular e não havia documentos.

Ele usava um short jeans e calçava uma sandália japonesa. De acordo com testemunhas a carreta atropeladora é da empresa Universal Parque e carregava um gerador de energia elétrica e outros equipamentos de diversão do parque que se instala na Rua Eduardo Macline nas imediações do Medical Center. Após passar por cima do corpo do adolescente, o veículo seguiu em frente. A polícia esteve no local tentando identificar o motorista, pois ali estavam outras carretas.

Suspeito de matar irmãs entra na lista dos mais procurados


Folha.com

O suspeito de matar duas irmãs adolescentes na zona rural de Cunha (231 km de São Paulo) entrou na lista dos mais procurados no site da Polícia Civil de São Paulo, ao lado de outros 24 foragidos –em uma relação que inclui o médico Roger Abdelmassih e Mizael Bispo de Souza, acusado pela morte da ex-namorada Mércia Nakashima.

Ananias dos Santos, 27, teve a prisão decretada pela Justiça na terça-feira (29), mas já era considerado foragido por roubo. Ele fugiu da penitenciária de Tremembé (147 km de São Paulo) depois de receber o benefício da saída temporária de Páscoa, em 2009. A polícia também aponta seu envolvimento em formação de quadrilha, porte ilegal de armas e constrangimento ilegal.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública, as investigações indicam que o suspeito tinha interesse em Juliana Vânia de Oliveira, 15, mas não era correspondido. Os corpos dela e da irmã, Josely Laurentina, 16, foram encontrados na última segunda-feira (28). A secretaria informou ainda que familiares de Santos contaram à polícia que ele fugiu ao saber da investigação. Ele também contou aos parentes onde estavam os corpos e chegou a ajudar a família das vítimas a procurá-las de moto.

O pai das meninas, José Benedito de Oliveira, 57, afirmou em depoimento à polícia que os parentes do suspeito moravam próximo à casa deles e que, por isso, as famílias eram amigas. CARRO O delegado Marcelo Cavalcanti afirmou que foi feita, na quarta-feira (30), uma perícia no carro da namorada do suspeito de matar as irmãs, mas não foi encontrado nenhum vestígio de que elas foram transportadas no veículo. A polícia chegou a pedir a prisão da mulher, mas o pedido foi negado porque a Justiça entendeu que não havia indícios da participação dela no crime.

CRIME As jovens ficaram cinco dias desaparecidas. Foram vistas pela última vez quando retornavam da escola, no fim da tarde do dia 23. Elas chegaram a deixar a escola e seguir até a zona rural, em um ônibus, mas não foram mais vistas depois disso.

Segundo o TJ, a polícia chegou a pedir a quebra do sigilo telefônico das meninas, com o objetivo de localizá-las por meio do rastreamento de ligações feitas por seus celulares. O pedido foi autorizado, mas não ajudou. De acordo com exames realizados pelo IML de Guaratinguetá (187 km de SP), o corpo de Josely tinha marcas de dois tiros (na cabeça e no peito) e o de Juliana, de quatro (três na cabeça e um no peito). Os corpos também tinham sinais de violência, como cortes no pescoço. Amostras colhidas e encaminhadas para um laboratório apontam que não houve violência sexual contra as adolescentes.

Deu na coluna da Sônia Pinheiro, do Povo (Brevimente TV Sobral)


A TV Jangadeiro inaugura, ainda neste primeiro semestre, em caráter experimenta, a TV Sobral.
A DÚVIDA – grande – é saber se esta nova emissora será afiliada do SBT ou se terá 24 horas de programação própria.

EM TEMPO
A Princesa do Norte também deve ganhar, ainda este ano, uma TV Educativa.
(SOBRAL EM REVISTA)

Remédios ficam mais caros a partir desta quinta


Reajustes de 3,54% a 6,01% devem ocorrer em mais de 20.000 medicamentos

Medicamentos sofrerão reajuste a partir desta quinta (Jupiterimages/ Thinkstock)

A partir desta quinta-feira, os remédios com os preços controlados pelo governo poderão sofrer reajuste de 3,54% a 6,01%, dependendo da categoria a que pertencem. Os índices foram oficializados no dia 14 de março pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED).

Cerca de 24.000 drogas terão seu valor afetado. Os medicamentos que possuem uma maior concorrência no mercado terão aumento de até 6,01%. Já os que foram classificados em categoria intermediária estão autorizados a reajustar em até 4,77%. E aqueles com menor índice de concorrência poderão elevar seus preços em até 3,54%.

Segundo a CMED, “somente os medicamentos fitoterápicos, os homeopáticos e alguns de venda livre, com relativo nível de concorrência em suas respectivas subclasses terapêuticas, não são submetidos ao modelo de teto de preços do ajuste”.

O cálculo de reajuste de remédios leva em conta o IPCA acumulado entre março de 2010 e fevereiro de 2011. Além disso, é observada a competitividade do produto no mercado – avaliada pela participação de genéricos no segmento. Quanto maior a participação, maior o percentual de reajuste. A composição do índice de reajuste observa também o ganho de produtividade das empresas.

As emprestas que produzem os medicamentos devem apresentar à CMED até esta quinta o relatório de comercialização com os preços que pretendem praticar após a aplicação da correção autorizada. Os novos preços terão validade de um ano a partir desta quinta.
Fonte; http://veja.abril.com.br/