Daily Archives: 29 de Março de 2011

PRESOS ACUSADOS DE ESTUPRAREM DOIS GAROTOS NO INTERIOR DO PIAUÍ.


A Polícia Civil prendeu dois jovens acusados de estuprarem garotos na zona rural do município Palmeirais. As crianças tinham idade de 9 e 7 anos. A polícia trabalha com a participação de um terceiro acusado. O fato quando as crianças tomavam banho em um riacho da região e foram abordados pelos estupradores.
Os acusados são Alexandre Alves dos Santos, 22 anos, vulgo Sandro; Idenite Batista Vieira, 20 anos, vulgo Gugu e um terceiro ainda está foragido, ele foi identificado como Bebê e tem 15 anos.
Segundo testemunhas, os três acusados chegaram, pegaram os garotos e enquanto um segurava, os outros violentavam.

O exame detectou conjunção carnal nos dois meninos, descreveu a polícia.Os dois acusados estão presos na delegacia da cidade.
Fonte: MN
Postado por Camocim Polícia24hs

PARA DEFENDER A MÃE, ADOLESCENTE DE 15 ANOS MATA O PAI.


Pai morto
Tragédias familiares estão sempre acontecendo. Que fique de exemplo para que não deixemos acontecer com nossos familiares.

Uma discussão entre marido e mulher por causa de dinheiro terminou em desgraça na noite desta segunda-feira (28/03) na rua Goias no bairro Água Verde.
Passando das 22h30, o casal Oliveira já estava deitado em um colchão posto na cozinha da casa enquanto em outro comodo dormia o casal de filhos.
A discussão e agressões entre o casal começou. Neste momento a menina de 15 anos saiu do quarto para defender a mãe.
A briga tinha começado, segundo a mulher por dinheiro, pois o marido havia lhe dado uma certa quantia e estava querendo de volta.
Na discussão Esteval Antonio de Oliveira, perdeu a paciência e deu um soco na filha, jogando-a longe, ela levantou-se e pegou uma faca, acertando a perna direita do pai. O golpe atingiu a artéria e a hemorragia foi inevitável.
A esposa e os filhos até tentaram socorrer o homem que não resitiu e morreu antes mesmo de chegar ao hospital.

O corpo de Esteval foi encaminhado ao IML de Guarapuava. A menina e a mulher foram levadas a 2ª SDP onde foram ouvidas pelo delegado Adriano Chohfi.
Segundo a esposa da vítima tudo começou por causa de dinheiro, disse ainda que Esteval chegou em casa com sintomas de embriagues.
A jovem ficou em estado de choque. Após ser ouvida pela policia civil foi encaminhada ao Cense de Laranjeiras.
Fonte: Rádio Educadora/Camocim Polícia24hs

Cedro-CE: Dupla cratense leva R$ 4,7 mil de lotérica e termina presa


Fonte: Miséria Demontier Tenório/Richard Lopes Foto: Richard Lopes

O assalto a agência lotérica do município de Cedro, por volta das 10 horas desta terça-feira, terminou frustrado pela rápida ação policial. Dois indivíduos residentes em Crato levaram R$ 4,7 mil do estabelecimento, mas terminaram presos com armas e o dinheiro roubado. O assalto a mão armada surpreendeu funcionários e clientes da lotérica que funciona no centro. Um deles estava com uma pistola 7,65 devidamente municiada e seu comparsa exibia um revólver calibre 38.

Fábio de Jesus Ribeiro, de 25, e um adolescente de 16 anos residem no Bairro Independência em Crato. Eles já invadiram o estabelecimento com as armas em punho e anunciando o assalto. Um terminou recuando e optou por ficar na porta da lotérica enquanto o adolescente recolhia o dinheiro. Depois a dupla fugiu em uma motocicleta, mas foi perseguida por policiais militares e presa nas imediações do lixão de Cedro mais precisamente no Distrito de Canaã.

Eles confessaram ao delegado plantonista da regional de Icó, Paulo Freitas, que haviam tomado a moto de assalto no dia anterior no município de Crato para a prática do planejado assalto à lotérica de Cedro. A polícia recuperou o dinheiro e apreendeu as duas armas com numerações raspadas. A operação militar foi coordenada pelo Coronel Jarbas Freire, do Quartel de Iguatu, com o apoio dos Soldados Primo, Roberto Paulino, Miller e Marcelo. Fábio foi indiciado por assalto, porte ilegal de arma e corrupção de menores pelo Delegado Paulo Freitas.

Juazeiro do Norte-CE: Adolescente de 13 anos é alvejado à bala por seu próprio irmão de 12 anos


Fonte: Miséria Demontier Tenório Foto: Chinês

Um tiro supostamente acidental levou o adolescente de iniciais A. E. M de O., de 13 anos, à UTI do Hospital Santo Antonio de Barbalha. Ele foi atingido por seu prórpio irmão por volta das 11h30min desta terça-feira, na Rua Edval Furtado, 212 (Bairro Triângulo), em Juazeiro do Norte. O menor foi alvejado a bala no olho esquerdo pelo pré-adolescente A. F. M de O., de 12 anos.

A vítima foi socorrida às pressas para o Hospital Santo Inácio e transferida ao Santo Antonio de Barbalha, onde encontra-se na UTI em estado grave. A polícia agiu com rapidez e apreendeu o autor do disparo e outras três pessoas em uma operação coordenada pelo Tenente Guedes. Além disso, o revólver calibre 22 com capacidade para sete cartuchos e dois deles deflagrados.

Um dos presos foi o dono da arma identificado como Carlos Anderson Ferreira de Melo, de 20 anos, que reside na mesma rua onde o caso aconteceu. Ele disse à polícia que possuía o revólver guardado há bastante tempo e não sabe como foi que levaram do local onde sempre esteve, pois estava trabalhando. A irmã de Carlos, Sandra Nayara Ferreira de Melo, de 22 anos, também foi presa.

Ela estava tentando esconder o revólver juntamente com Francisco Jeferson da Silva Nascimento, de 18 anos, igualmente levado para a Delegacia. Todos moram na mesma rua e podem ter envolvimento com o tráfico de drogas, mas negam. Os três vão ser ouvidos na tarde de hoje pelo Delegado Gustavo Augusto Pernambuco a quem caberá presidir o inquérito policial.

São Paulo: Ex-vice-presidente José Alencar morre aos 79 anos


O Globo Foto: Divulgação

O ex-vice-presidente da República José Alencar morreu nesta terça (29), às 14h45, por falência múltipla de órgãos, aos 79 anos, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O político mineiro lutava contra um câncer na região do abdômen.

Na última das várias internações, Alencar estava desde segunda (28) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, com quadro de suboclusão intestinal.

O ex-vice-presidente lutava contra o câncer havia 13 anos, mas nos últimos meses, a situação se complicou.

Após passar 33 dias internado – inclusive no Natal e no Ano Novo –, o ex-vice-presidente havia deixado o hospital no último dia 25 de janeiro para ser um dos homenageados no aniversário de São Paulo.

A internação tinha sido motivada pelas sucessivas hemorragias e pela necessidade de tratamento do câncer no abdômen. No dia 26 de janeiro, recebeu autorização da equipe médica do hospital para permanecer em casa. No entanto, acabou voltando ao hospital dias depois.

Durante o período de internação, Alencar manifestou desejo de ir a Brasília para a posse da presidente Dilma Rousseff. Momentos antes da cerimônia, cogitou deixar o hospital para ir até a capital federal a fim de descer a rampa do Palácio do Planalto com Luiz Inácio Lula da Silva.

Ele desistiu após insistência da mulher, Mariza. Decidiu ficar, vestiu um terno e chamou os jornalistas para uma entrevista coletiva, na qual explicou por que não iria à posse e disse que sua missão estava “cumprida”. Na conversa com os jornalistas, voltou a dizer que não tinha medo da morte. “Se Deus quiser que eu morra, ele não precisa de câncer para isso. Se ele não quiser que eu vá agora, não há câncer que me leve”, disse.

No mesmo dia, ele recebeu a visita de Lula, que deixou Brasília logo após a posse de Dilma.

Internações

Os últimos meses de Alencar foram de internações sucessivas. Em 9 de fevereiro, ele foi hospitalizado devido a uma perfuração no intestino. O ex-vice-presidente já havia permanecido internado de 23 de novembro a 17 de dezembro para tratar uma obstrução intestinal decorrente dos tumores no abdômen. No dia 27 de novembro, foi submetido a uma cirurgia para retirada de parte do tumor e de parte do intestino delgado.

Alencar passou alguns dias na UTI Cardiológica e começou a fazer sessões de hemodiálise depois que os médicos detectaram piora da função renal. Em setembro de 2010, foi internado em razão de um edema agudo de pulmão. No dia 25 de outubro, voltou ao Sírio-Libanês ao apresentar um quadro de suboclusão intestinal. Dias após a internação, ainda no hospital, sofreu um infarto no fim da tarde do dia 11 de novembro. Foi submetido a cateterismo, “que não mostrou obstruções arteriais importantes”.

Batalha contra o câncer

O ex-vice-presidente travou uma longa batalha contra a doença. Nos últimos 13 anos, enfrentou uma série de operações e tratamentos médicos. Foram mais de 15 cirurgias. Em abril de 2010, desistiu da candidatura ao Senado para se dedicar ao tratamento do câncer.

Desde 1997, foram mais de dez cirurgias para retirada de tumores no rim, estômago e região do abdômen, próstata, além de uma cirurgia no coração, em 2005.

A maior delas, realizada em janeiro de 2009, durou quase 18 horas. Nove tumores foram retirados. Exames realizados alguns meses depois, no entanto, mostraram a recorrência da doença.

Também em 2009, iniciou em Houston, nos Estados Unidos, um tratamento experimental contra o câncer. Alencar obteve autorização para participar, como voluntário, dos testes com um novo medicamento no hospital MD Anderson, referência no tratamento contra a doença. O tratamento não surtiu o efeito esperado e o então vice-presidente voltou a fazer quimioterapia em São Paulo.

José Alencar era casado com Mariza Campos Gomes da Silva e deixa três filhos: Josué Christiano, Maria da Graça e Patrícia.

Tratamento no exterior

O tratamento experimental nos EUA em 2009 não foi a primeira tentativa de Alencar de obter a cura fora do país. Ele já havia viajado para os Estados Unidos em 2006 para se tratar com especialistas. No ano seguinte, no entanto, os exames mostraram que o câncer havia se espalhado para o peritônio, uma membrana que reveste as paredes do abdômen.

Iniciava-se, então, a série de cirurgias na região. Em 2008, foram três internações. Em janeiro e em julho, exames mostraram uma reincidência de tumores abdominais. Em agosto, Alencar começou tratamento com um novo medicamento, a Trabectedina.

Com a saúde fragilizada, o ex-vice-presidente também foi internado por outros problemas. Em novembro de 2008, durante uma visita a Resende (RJ), teve fortes dores abdominais. O diagnóstico foi enterite (inflamação intestinal). Segundo os médicos, não havia relação com o câncer. Vinte dias depois, ele foi internado novamente, com quadro de insuficiência renal. Recebeu alta dois dias depois.

Sempre bem-humorado nas sucessivas vezes em que deixou o hospital Sírio-Libanês, chegava a brincar com seu próprio quadro clínico. “Estou melhor do que das outras vezes”, repetia.

Após a maior das cirurgias, em 2009, Alencar saiu do hospital dizendo que não temia a morte. “Não tenho medo da morte, porque não sei o que é a morte. A gente não sabe se a morte é melhor ou pior. Eu não quero viver nenhum dia que não possa ser objeto de orgulho”, afirmou. “Peço a Deus que não me dê nenhum tempo de vida a mais, a não ser que eu possa me orgulhar dele.”

Problemas de saúde `paralelos´

O ano de 2010 começaria com uma boa notícia para o então vice-presidente. O tumor que tratava vinha apresentando redução, segundo o hospital.

Alguns meses mais tarde, no entanto, ele começou a ter problemas de saúde “paralelos” ao câncer.

No início de maio, numa das idas ao hospital para a quimioterapia, apresentou pressão alta. Exames apontaram isquemia cardíaca e uma “obstrução grave” numa das artérias. Alencar então passou por um cateterismo e uma angioplastia e recebeu um “stent”, um mecanismo que “alarga” a artéria. No total, ficou nove dias internado.

No final do mesmo mês, queixando-se de fadiga, foi internado novamente. Após exames, o hospital constatou que ele estava anêmico e tinha um “quadro congestivo pulmonar”, consequência da quimioterapia. O tratamento, no entanto, continuava a dar resultados positivos, com a redução dos tumores.

No final de agosto, contraiu uma infecção, que foi tratada com antibióticos. Ele seria internado novamente poucos dias depois, no início de setembro, com o diagnóstico de edema agudo de pulmão. Foram mais seis dias no hospital.

MÉDICO MORRE APÓS RELAÇÃO SEXUAL EM CLUBE GAY NO RIO, DIZ POLÍCIA


Inicialmente, polícia descarta golpe do ‘boa noite cinderela’.
Bens e pertences da vítimas estavam em armário de estabelecimento.
Um médico de 56 anos morreu por volta das 22h30 do último sábado (26), após fazer sexo com um garoto de programa, em um clube gay da Rua Benjamin Constant, na Glória, na Zona Sul do Rio. A informação foi divulgada pela assessoria de comunicação da Polícia Civil.
O caso está sendo investigado pelo delegado Pedro Paulo Pontes Pinho, titular da 9ª DP (Catete). Segundo a polícia, o rapaz contou, em depoimento, que após a relação sexual o médico passou mal, chegou a ser socorrido por funcionários e frequentadores do estabelecimento, entre eles um médico e uma equipe de socorro do Corpo de Bombeiros, que compareceu ao local. Mas ele não resistiu e morreu.

Após colher as primeiras informações, a polícia acredita que a vítima era cardiopata e descarta, inicialmente, a hipótese de homicídio.
Polícia descarta ‘boa noite cinderela”
Segundo a polícia, também está descartada a prática do golpe conhecido como “boa noite, cinderela”, pois esse tipo de delito é normalmente praticado em circunstâncias e em local diferentes do ocorrido e, além disso, a vítima estava de posse de bens e dinheiro, os quais se encontravam no armário do clube.
O corpo já foi submetido a exame no Instituto Médico Legal (IML), para se detectar a presença de alguma substância que possa ter causado a morte. Os pertences do médico foram retirados do armário do estabelecimento e serão devolvidos à família.
Postado por Camocim Polícia24hs

Homem atira contra esposa grávida de 9 meses em SP


Yahoo Notícias

Um homem de 34 anos foi preso na noite de ontem após uma tentativa de atirar em sua mulher, grávida de nove meses. O caso aconteceu no município de Rafard (SP). O casal estava discutindo quando o marido decidiu buscar um revólver que tinha na gaveta do armário. Ele apontou a arma para a mulher e disparou, mas a bala não a atingiu. Logo depois, a vítima caminhou até uma base da Polícia Militar (PM) para denunciar o ocorrido. Quando os PMs chegaram, ele fazia disparos para o alto em via pública. O agressor foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio, violência doméstica e posse ilegal de arma de fogo.

Deputado diz no “CQC” que namorar negros é “promiscuidade”


Folha.com

No “CQC” desta segunda-feira, o deputado Jair Bolsonaro (PP) disse que um filho seu nunca namoraria uma mulher negra porque isso seria promiscuidade. Ele respondia a uma pergunta feita por Preta Gil, que em seu perfil no Twitter afirmou estar estudando processar o político. No programa, Bolsonaro respondia a uma série de perguntas sobre ditadura e preconceito contra gays e negros. Quando questionado pela cantora sobre como ele agiria caso seu filho se apaixonasse por uma negra, o deputado disse não se preocupar com isso.

“Preta, não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco porque meus filhos foram muito bem educados e não viveram em ambiente como lamentavelmente é o teu”, respondeu o deputado. Horas depois da exibição do programa, Preta Gil usou seu Twitter para afirmar ter enviado o vídeo ao seu advogado. “Advogado acionado, sou uma mulher Negra, forte e irei até o fim”, escreveu no microblog. Procurado pela Folha na manhã de hoje, o deputado não foi encontrado para comentar o caso.

Banda larga no Brasil é mais cara e pior, aponta estudo


Estudo divulgado ontem pela Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) constata que as empresas brasileiras ainda pagam um serviço de banda larga mais caro e de pior qualidade que suas concorrentes dos países desenvolvidos.

Esse quadro permanece, apesar da queda de preços registrada nos últimos dois anos, diz o estudo.

A conexão à internet em banda larga, por cabo, com velocidade de 1 Mbps custa, no Brasil, R$ 70,85 mensais, em média (US$ 42,73).

O mesmo serviço custa US$ 9,30 mensais (R$ 15,41) na Alemanha, US$ 12,40 (R$ 20,55) em Taiwan, US$ 28,60 (R$ 47,40) no Canadá, US$ 36 (R$ 59,66) na Suíça e US$ 40 (R$ 66,29) nos Estados Unidos, diz o estudo.

MINISTRO

O levantamento foi entregue ao ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, na presença dos presidentes da Oi, Luiz Eduardo Falco, e da Telefônica, Antônio Carlos Valente.

O ministro concordou que os preços são altos e disse que o governo está prestes a concluir um acordo com as teles que vai reduzir os preços e melhorar a velocidade de conexão.

“Não sou só eu. As torcidas do Flamengo e do Vasco também acham que os preços são altos”, brincou o ministro Paulo Bernardo.

Para ele, as empresas podem oferecer serviço melhor e mais barato com a infraestrutura existente, e sem sofrer perdas.

O Ministério das Comunicações incluiu a expansão da banda larga na negociação do novo PGMU (Plano Geral de Metas de Universalização) da telefonia fixa, a ser anunciado em maio.

O estudo da Firjan constata que o custo médio mensal do acesso sem fio à internet, com velocidade de 1 Mbps, está em R$ 109,82 e é relativamente uniforme no Brasil.

Já o custo médio mensal de acesso fixo, por cabo, varia de R$ 57,40 por mês (em Alagoas e Espírito Santo) a R$ 429,90, no Amapá.

Para o presidente da Oi, os números da pesquisa já estariam defasados.

Chama a atenção no levantamento realizado pela Firjan o preço relativamente baixo da conexão com velocidade de 10 Mbps no Brasil (US$ 63,57 mensais, em média, ou R$ 105,40).

A mesma conexão de 10 Mbps custa mais em países desenvolvidos, como Estados Unidos (US$ 100, ou R$ 165,73), Canadá (US$ 88,9, R$ 147,33) e Reino Unido (US$ 82,9, R$ 137,39).

QUALIDADE BAIXA

Responsáveis pelas áreas de informática da Petrobras, Michelin, L´Oreal e Ipiranga criticaram a qualidade do serviço de banda larga das operadoras, durante o debate da Firjan.

A Petrobras disse que investiu na construção de redes de fibras ópticas próprias por falta de opção.

Fonte: Folha.com

Plantação de maconha é encontrada em reserva biológica


Folha.com

A Secretaria da Segurança Pública do Maranhão localizou 250 mil pés de maconha dentro da Reserva Biológica do Gurupi, próximo à divisa do Estado com o Pará. Segundo informação da secretaria, a operação do GTA (Grupo Tático Aéreo) começou no sábado (26) e deve continuar nos próximos dias até que sejam retirados e incinerados todos os pés de maconha. A plantação estava distribuída em 22 áreas da reserva, em locais de difícil acesso.

Para o secretário da Segurança Pública, Aluísio Mendes, a região é uma das maiores produtoras de maconha do país, que é distribuída para Estados do Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste. A secretaria informou que os responsáveis pelo cultivo fugiram com a chegada do helicóptero, mas voltaram mais tarde para tentar recuperar as plantas já colhidas. Neste momento, houve confronto com os policiais que continuavam no local e um suspeito ficou ferido. Até agora, segundo a secretaria, ninguém foi preso.