Preso no litoral de SP suspeito de matar travesti a pauladas


foto ilustrativa
Polícia investiga se ele integra esquema de aliciamento de menores no Pará.
Em São Paulo, ele alugava quartos e cobrava diárias de travestis.
Marcelo Mora

Homem é preso suspeito de manter travestis em cárcere privado em SP
Polícia desmonta esquema de prostituição de travestis em SP
Um homem de 34 anos foi preso nesta quinta-feira (31) em uma pensão em São Vicente, na Baixada Santista, suspeito de matar a pauladas um travesti em outubro de 2009, em uma rua da Ponte Pequena, na Zona Norte de São Paulo. De acordo com delegado Arlindo José Negrão Vaz, titular da 2ª Delegacia de Pessoas Desaparecidas do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, o homem detido também é investigado por participar de um suposto esquema de aliciamento de homens, inclusive menores, de Belém do Pará para se prostituírem como travestis, na capital paulista.

No dia do crime, o suspeito afirmou à polícia, na ocasião, que não sabia de nada e, por isso, acabou sendo liberado por falta de provas. Após operação na qual vários travestis foram presos, realizada no dia 3 de fevereiro deste ano, a polícia obteve a informação de que o suspeito havia, sim, conversado com a vítima no dia em que foi morta. E obteve mais detalhes de que como ele explorava os travestis.

“Ele alugava quartos em um casarão da Avenida Cruzeiro do Sul (Zona Norte da capital) para os travestis, que eram trazidos de Belém por uma cafetina que está sendo investigada. Quando não pagavam a diária, de R$ 37, ele, com a ajuda de um comparsa, dava uma surra nelas, a pauladas. Numa dessas surras, ele matou uma delas, de codinome ‘Estela’, segundo um travesti que foi preso naquela operação”, disse Negrão.

Um dos travestis presos na operação de fevereiro foi colocado no serviço de proteção à testemunha por ter fornecido informações que levaram à prisão do suspeito. De acordo com o delegado, já foi pedida a prisão temporária, de 15 dias, do suspeito, que responderá inquérito por homicídio doloso.
G1

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s