Jovem acusado de matar namorada de 13 anos se entrega à polícia


Fotos: Aline Carvalho/Cidadeverde.com
Ele se entregou no mesmo horário que estava acontecendo o enterro de Marcela Naiane em Timon.

No momento em que acontecia o enterro da estudante Marcela Naiane Alves dos Santos, 13 anos, em um cemitério no bairro Santa Maria em Timon-MA, o acusado de matá-la, o adolescente G.S.C., 17 anos, se entregava na Delegacia do Menor Infrator, na mesma cidade.
Acusado se entregou. Por ser menor, rosto não pode ser divulgado

No enterro, amigas de Marcela, da banda de música “3 de Setembro”, faziam homenagens pela morte prematura de uma garota que estava apenas começando a vida. Ela tocava em desfiles no município maranhense. A mãe biológica, Luciana Alves, passava mal com a perda da filha.

Na delegacia, o advogado do acusado, Marcos Vinicius de Brito, explicava o motivo do tiro na cabeça de Marcela, efetuado pelo seu namorado. A defesa alega tiro acidental. Segundo o que o G.S.C. teria relato ao advogado, a arma teria sido encontrada no quintal de sua casa, jogada por um motoqueiro, ao fugir de uma blitz no bairro. Ao encontrar a arma, o adolescente guardou para que o pai não soubesse.

O advogado continuou a versão do acusado, que declarou que Marcela teria entrado no quarto no momento em que ele limpava a arma enterrada. O tiro teria acontecido, quando a vitima por brincadeira, ela teria jogado o travesseiro no rosto do adolescente, que teria se descuidado e a arma disparado, acertando a cabeça da jovem. “Pelo relato dele o tiro foi acidental sem intenção de matar”, declarou o advogado Marcos Vinicius de Brito.

Apesar da mãe adotiva, Francisca dos Santos, nega que os dois fossem namorados. As amigas de Marcela confirmaram a informação e disseram que ele a agredia e a ameaçava de morte. O irmão da vítima, Antonio Carlos, 33 anos, disse que Marcela preparou um vídeo sobre a Lei Maria da Penha, para mostrar ao acusado. “Dois dias antes de morrer ela mostrou um clipe para ele sobre as penalidades que um homem poderia sofrer se agredisse uma mulher, por conta da Lei Maria da Penha”, declarou o irmão.

A família da vítima contesta o depoimento do acusado e disse que o exame de corpo de delito do Instituto de Médico Legal (IML) atestou que ela foi agredida fisicamente antes de ser morta. O advogado nega as informações da família e afirma que os hematomas encontrados no corpo de marcela foram provocados pelo fato da menor ter se debatido no chão, depois dos disparos.

Populares comemoraram notícia de que jovem foi apreendido

Após o depoimento prestado na delegacia do Menor, o adolescente, que estava acompanhado do advogado, do tio e do pai, seguiu para Teresina. O pai de GSC é policial militar em Teresina.

5 responses to “Jovem acusado de matar namorada de 13 anos se entrega à polícia

  1. Ele brincou com a vida dela e com a própria também e pior que no final vai sair livre e feliz deixando a família dela ainda mais triste! Acorda, Brasil!

  2. O povo brasileiro é muito acomodado tudo de ruim acontece e agente fica asistindoi sem se manifestar é corrupção de toda natureza é os politico roubando discaradamente e não tem punição para eles. Não existe lei que obrigui eles devolver o que eles roubam. Desperta brasil

  3. ESSE ASSASINO TEM QUE PAGAR PELA VIDA QUE TIROU ESSA LEI SAFADA ULTRAPASSADA TEM QUE ACABAR ESSES NAO TEM IDADE PARA SER PRESO MAS TEM PARA MATAR ESTRUPAR E ROUBAR. VIVA OS ESTADOS UNIDOS ASSASINO COVARDE DESSE TIPO NAO FICA IMPUNE . FORA ESSA LEI BRASILEIRA

  4. MAIORIDADE PENAL URGENTE!!!!TEMOS QUE IR ÀS RUAS,CLAMAR,LUTAR,NÃO PODEMOS FICAR INERTES…MISERICÓRDIA..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s