Daily Archives: 24 de Maio de 2011

Joelma e Chimbinha, do ‘Calypso’, fazem participação em ‘Tapas de Beijos’

Eles estarão no episódio do ‘Dia dos Namorados’.

No início, era só a música de abertura de ‘Tapas & Beijos’, mas a coisa ficou tão boa, que a Banda Calypso foi convidada para fazer uma participação em um episódio da série, que vai ao ar às terças-feiras.
Joelma e Chimbinha vão aparecer no episódio do Dia dos Namorados, quando Fátima, personagem de Fernanda Torres, resolve comemorar a data em um show do Calypso com a amiga Sueli, vivida por Andrea Beltrão, que já tem planos com um novo namorado. Sem poder levar Armane (Vladimir Brichta), ela tenta se livrar dos ingressos e começa a confusão entre os casais. No fim, todos se acabam no show da banda.

“Quando a gente se encontrou, eu fiz uma reverência. Eu gosto da música do Calypso de verdade. Sou fã deles como sou do Paul McCartney”, falou Andréa Beltrão depois da gravação. A atriz acabou revelando ainda uma curiosidade, ao conta que seu pai já trabalhou com Chimbinha.
“Eu tocava em uma banda de baile nos anos 90, e a gente se apresentava no bar do pai da Andréa toda semana”, confirmou Chimbinha.
EGO, no Rio

POLÍCIA ESTOURA LABORATÓRIO DE CRACK E ENCONTRA UMA TONELADO DE DROGAS


Uma operação de rotina da Polícia Militar Ambiental de Atibaia, realizada ontem (23) na zona rural de Nazaré Paulista, culminou com uma das maiores apreensões de entorpecentes da região bragantina. No local havia cerca de 500 quilos de maconha; 400 quilos de crack; 200 quilos de cocaína e dois quilos de haxixe.
Além da droga, os PMs apreenderam quase meia tonelada de produtos químicos que seriam adicionados à cocaína (bicarbonatode sódio, xilocaína, etc). Dois homens que estavam no local fugiram com a aproximação da viatura e não foram localizados. Ambos, entretanto, já foram identificados.
Parte das drogas e armas – um fuzil AR 15 e pistolas automáticas – estava enterrada no sítio. Para localizar todo o entorpecente, a Polícia Ambiental solicitou o apoio dos cães do Batalhão de Choque da PM da capital, treinados no canil da corporação para a localização de entorpecentes.

O caso foi registrado em Atibaia, mas a droga e todo o material usado pelos traficantes (prensas, máquinas de embalar, materiais plásticos, etc) seguiu sob escolta – ainda na manhã desta terça-feira – para a Seccional Bragantina. Já a investigação sobre os responsáveis pelo laboratório de refino deve seguir pela DISE de Bragança Paulista. Dois veículos – um Palio e um Fusca – foram apreendidos na operação.

CRIME
Segundo a polícia, por volta das 17 horas de segunda-feira (23), dois patrulheiros da Polícia Militar Ambiental de Atibaia efetuavam ronda de rotina no bairro Cuiabá Acima, em Nazaré Paulista. Os policiais entraram em uma propriedade rural, seguiram pela estrada e chegaram até uma pequena e simples moradia.

Na porta da casa estavam estacionados um Fiat Palio e um Fusca. Um homem apareceu na porta da casa e, ao perceber a presença dos policiais, fugiu em direção ao matagal. Outro homem que também encontrava-se na propriedade, desapareceu no mato.
Os PMs então entraram na casa e descobriram tratar-se de um laboratório de refino de cocaína. No local havia grande quantidade de droga e de produtos químicos usados para aumentar a quantidade da cocaína, além de prensas e máquinas usadas para embalar.

Em uma rápida vistoria do lado de fora da casa, os PMs perceberam que havia mais entorpecente escondido sob árvores e enterrado.
“Solicitamos então o apoio de outros policiais e do canil da PM de São Paulo”, explicou um dos PMs que estava na operação.
Havia vários tonéis enterrados na área do sítio, próxima da casa onde funcionava o laboratório. A operação de busca, que reuniu mais de uma tonelada de drogas, aconteceu durante toda a madrugada e só terminou por volta das 10 horas desta terça-feira (24). Cerca de R$ 300 em dinheiro também foram apreendidos.Os dois homens que fugiram com a chegada da polícia, apesar de identificados não tiveram os nomes revelados para não atrapalhar as investigações. Ambos vão responder por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Caso a polícia descubra outros envolvidos, a dupla pode ser enquadrada no crime de formação de quadrilha.
Camocim Polícia24hs

Maceió-AL: Diocese vai festejar mais um dia de São Cícero do Juazeiro


Demontier Tenório / Miséria

Os preparativos já foram iniciados para a celebração de mais um Dia de São Cícero Romão Batista, que transcorre no dia 20 de julho. A programação é liderada pela Diocese de Maceió por meio de uma devoção oficialmente implantada pela Igreja Brasileira, desde a canonização do seu primeiro santo em 1973. Os festejos terão inicio a partir de um novenário que termina no dia 19 de julho.

Já no dia 20, data em que os devotos lembram os 77 anos da morte de Padre Cícero, os romeiros do Santo Padroeiro dos nordestinos farão uma grande procissão pelas ruas do populoso bairro do Feitosa, na capital de Alagoas, com louvores tributados ao Patriarca do Juazeiro em grande movimentação de pessoas e veículos. A exemplo do ano passado, conforme as fotos de arquivo do Site Miséria, os devotos farão o percurso da procissão luminosa abrilhantada pela Banda Musical de Rio Largo.

Além disso, são cantados os benditos em honra ao São Cícero do Juazeiro. No ano passado, o Bispo Diocesano de Maceió, Dom Walbert Rommel Coêlho Galvão Barros, Conselheiro Regional Nordeste, procedeu a Bênção do Padre Cícero, em meio aos benditos e cânticos entoados pelos fiéis e devotos.

No dia 6 de julho de 1973, Padre Cícero foi canonizado pela Igreja Católica Brasileira e definido o dia 20 de julho como data comemorativa ao Santo. A canonização foi idealizada pelo primeiro bispo de Maceió-AL, Dom Wanillo Galvão Barros, que já observava a devoção do povo nordestino. Na época, bispos da ICAB de todo Brasil, reunidos em Concílio, apuraram os estudos e deram seu veredito consagrando o São Cícero do Juazeiro.

Juju Panicat participará de clipe da banda ´Aviões do Forró´


UOL Notícias Foto: Divulgação

Juju Panicat será a nova musa da banda ´Aviões do Forró´. A assistente de palco irá participar das filmagens do novo clipe da banda. ´A ideia é produzir o clipe em um aeroporto do Brasil, em uma pista de avião, com o encontro de dois aviões´, diz o empresário Isaias Duarte. A banda ´Aviões do Forró´ já vendeu mais de cinco milhões de cópias e é autora dos hits – ´Minha Mulher Não Deixa Não´ e ´Chupa que é de Uva.´

EUA aprovam novo medicamento para tratar hepatite C


UOL Notícias Foto: Divulgação

A FDA (Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos) aprovou na segunda-feira (23) o remédio Incivek para tratar a hepatite C, marcando a segunda aprovação de fármacos do tipo este mês.

´A resposta viral sustentada em pacientes tratados com Incivek em todos os estudos e em todos os grupos de pacientes foi de 20% a 45% maior do que o padrão atual´, destacou o FDA.

Produzido pelo Vertex Pharmaceuticals, o Incivek é uma pílula que deve ser ingerida três vezes ao dia, acompanhando as refeições, e se soma à terapia composta de peginterferon alfa e ribarivina.

Em meados de maio, a agência reguladora americana aprovou o Victrelis, fabricado pela farmacêutica Merck. Os dois demonstraram elevar as taxas de cura quando adicionados ao regime atual, que ajuda menos de 50% afetadas pela doença.

O tratamento atual de dois medicamentos de interferon peguilado e ribavirina, para o genotipo 1 da hepatite C crônica, foi aprovado pela agência reguladora norte-americana em 1998.

´Com a aprovação do Incivek, agora há duas novas importantes opções para o tratamento da hepatite C, que dão maior possibilidade de cura para alguns pacientes com esta grave doença´, disse Edward Cox, diretor do departamento de produtos antimicrobianos do Centro para Avaliação de Drogas e Pesquisas da FDA.

Após 28 horas de buscas, PM encontra 1,2 t de drogas em sítio


Folha.com Foto: Divulgação

A polícia apreendeu 1,2 toneladas de drogas em um sítio localizado na cidade de Nazaré Paulista (64 km de São Paulo). Equipes realizaram buscas pelo local por cerca de 28 horas entre a manhã de ontem (23) e esta terça-feira para a localização dos entorpecentes.

Um levantamento preliminar chegou a apontar que a quantidade de drogas poderia chegar a 1,7 toneladas, mas após a pesagem foi constatada a apreensão de 596 quilos de maconha, 152 quilos de cocaína, 464 quilos de crack, 1,9 quilos de haxixe, totalizando 1,21 toneladas de entorpecentes.

Além dos entorpecentes foram apreendidos ainda um fuzil AR-15, três pistolas –sendo uma delas de fabricação israelense–, carregadores e grande quantidade de munição, além de objetos utilizados no preparo e distribuição de drogas, e cadernos contendo anotações do tráfico.

A localização da droga foi feita por policiais militares ambientais durante patrulhamento. Duas pessoas estavam na residência no momento em que a PM chegou ao local e fugiram. Entretanto, dois documentos foram localizados no local e as pessoas deverão ser averiguadas.

A polícia informou que parte da droga estava enterrada e por isso foram feitas buscas pelo local, com auxílio de cães farejadores. Apesar de o entorpecente já ter sido pesado no local, ele foi encaminhados para o IC (Instituto de Criminalística) para a comprovação do peso.

De acordo com a polícia essa foi a maior apreensão de drogas já realizada na cidade. O caso deve ser registrado na delegacia de Atibaia (64 km de SP), já que a unidade tem capacidade para acondicionar melhor a grande quantidade de drogas.

Gugu em Missão Velha no quadro de volta para minha terra


O programa do Gugu na rede Record conta com um quadro chamado “De volta para minha terra” que visa realizar o sonho de pessoas que sairam de sua terra natal e desejam retorno, tanto para sua família e a vida que costumava levar em sua cidade onde nasceu.

A equipe do Gugu além de levar a pessoa para sua cidade de origem, ainda dá suporte para que sua mudança seja levada para lá, além de conseguir reencontrar a família da pessoa. O quadro “De volta para minha terra” é uma excelente oportunidade e esteve em Missão Velha nessa quinta-feira (19).

Assassinatos de homossexuais no Brasil: São Paulo e Pernambuco são os estados mais violentos


Grupo Gay da Bahia Foto: Divulgação

Assassinatos de homossexuais no Brasil, com o perfil dos gays, travestis e lésbicas vítimas de crimes homofóbicos nos últimos 25 anos. São Paulo e Pernambuco são os estados mais violentos. Entre as vítimas, ricos empresários, muitos cabeleireiros, padres e pais de santo, funcionários públicos. Os afro-descendentes são maioria. Menos de 10% dos criminosos são levados a julgamento.

Entre 1980-2005, foram assassinados no Brasil 2.511 homossexuais, em sua maior parte, vítimas de crimes homofóbicos, onde o ódio da homossexualidade se manifesta através de requintes de crueldade como são praticados tais homicídios: dezenas de tiros ou facadas, uso de múltiplas armas, tortura prévia, declaração do assassino ´matei porque odeio gay!´. Crimes cometidos por ´pura maldade´, como qualificou a Delegada de Maracanaú, no interior do Ceará, ao encontrar o corpo completamente desfigurado do cabeleireiro Emanuely, 49 anos, morto a pontapés por dois rapazes machista, um deles, filho de um militar.

Dentre as vítimas, 72% gays, 25% travestis, 3% lésbicas. Para uma população estimada em 20 mil indivíduos, as transgêneros (travestis e transexuais) são proporcionalmente mais agredidas que as lésbicas e gays, que somam mais de 18 milhões de brasileiros, 10% da população. No Brasil registra-se, portanto, um crime de ódio anti-homossexual a cada 3 dias. Dois por semana. Oito por mês. Uma média de 100 homicídios anuais. A partir de 2000 essa média vem aumentando: 125 crimes por ano, sendo que em 2004 atingiu o recorde: 158 homicídios.

Se comparado com outros países do mundo, numa lista de 25 nações sobre as quais há informações disponíveis, incluindo Irã, Arábia, Somália, Argentina, Peru e Colômbia, além dos principais países europeus, o Brasil ocupa o vergonhoso primeiro lugar, com mais de cem crimes homofóbicos por ano, seguido do México com 35 mortes anuais e dos Estados Unidos, com 25 – sendo que este país, além de ter 100 milhões de habitantes a mais, dispõe de coleta rigorosa de estatísticas sobre ´hate crimes´ – crimes de ódio, enquanto no Brasil, tais dados dependem do limitado levantamento em jornais e Internet. Este beneditino e tétrico trabalho de formiguinha vem sendo realizado desde 1980 pelo Grupo Gay da Bahia, a mais antiga ONG homossexual do Brasil e da América Latina.

A continuidade desta coleta, com dados reconhecidamente sub-notificados, contudo, está gravemente ameaçada. Segundo o antropólogo Luiz Mott, fundador do GGB e responsável por esta pesquisa: ´estes números são apenas a ponta de um pavoroso iceberg de ódio e sangue. Não estamos sendo vitimistas nem exagerando ao indicar que certamente todo dia ao menos um homossexual é assassinado no Brasil, embora tais informações nem sempre cheguem até os militantes. Prova disto é que em 2004 foram registrados 158 crimes e em 2005 este número baixou incrivelmente para 81 – infelizmente não porque estamos conseguindo erradicar o ódio homofóbico ou porque os gays estão se cuidando mais. Tal redução pela metade se deveu à suspensão do ´clipping´ semanal sobre homicídios, devido à falta de financiamento para a manutenção desta pesquisa.´

Para Marcelo Cerqueira, atual Presidente do GGB, ´o Governo, particularmente o Ministério da Justiça e a Secretaria Nacional de Direitos Humanos devem criar com urgência um departamento específico para a coleta rigorosa de informação sobre crimes de ódio – sobretudo contra minorias sexuais e raciais – pois somente conhecendo em profundidade tais crimes, o perfil das vítimas e de seus algozes, é que conseguiremos conter este genocídio. Que país é este que aplaude as travestis no carnaval e no dia seguinte mata um homossexual na esquina!´

A maioria das vítimas foram assassinadas a tiros, seguida de facadas, incluindo pedradas, asfixiamento, pauladas, enforcamento. É sobretudo nos fins de semana, altas horas da noite, quando mais homossexuais são assassinados: as travestis, na rua, a tiros; os gays, dentro de seus apartamentos, a facadas. As idades das vítimas variam de 12 a 82 anos, a dos assassinos, de 14 a 50. Os homossexuais pertencem a todos estratos sócio-econômicos, de empresários a mendigos, incluindo muitos cabeleireiros, profissionais do sexo, professores, padres e pais de santo, estudantes. Por volta de 70% das vítimas são afro-descendentes. Nem 10% dos assassinos são identificados, colaborando com a impunidade a omissão e mutismo dos vizinhos e testemunhas, antipáticos aos gays.

A partir de 2000, São Paulo, é o estado que registra o maior número de assassinatos de homossexuais: 21 por ano. Mais preocupante, porem, é Pernambuco, que com uma população cinco vezes menor, contabilizou no mesmo período 16 crimes homofóbicos anuais. Na Bahia, Goiás e Rio de Janeiro ocorre em média um crime homofóbico por mês. Essas estatísticas, contudo, apresentam enorme oscilação: O Distrito Federal que em 2001 registrou 11 homossexuais assassinados, em 2004 teve apenas um e nenhum em 2005. Não há informação sobre crimes homofóbicos em 7 estados, sobretudo no extremo norte, o que reforça p reconhecimento de que o número real destes homicídios deve ser o dobro do apresentado nesta pesquisa.

´Essa tragédia tem solução, conclui o responsável pela estudo, o Prof. Luiz Mott: educação sexual científica em todos os níveis escolares, ensinado desde o pré-primário o respeito aos direitos humanos dos homossexuais; legislação que puna os crimes sexuais com o mesmo rigor que o racismo; maior rigor da Polícia e da Justiça na investigação e punição dos criminosos, e finalmente, maior consciência da população GLTB – cada vez mais numerosa nas 70 paradas gays que se realizam de norte a sul do país, mas que ainda não se conscientizou que “gay vivo não dorme com o inimigo!´

Obama e Michelle encontram William e Kate


O Povo On Line Foto: Divulgação

O residente americano, Barack Obama, e a primeira-dama Michelle têm um encontro marcado nesta terça-feira com os príncipes William e Catherine no Reino Unido, parte da agenda oficial de sua visita de Estado, anunciou o palácio de Buckingham.

“Devemos confirmar que o presidente e sua mulher se reunirão brevemente com o duque e a duquesa de Cambridge (títulos oficiais de William e Kate desde o seu casamento), depois de sua chegada hoje (terça-feira) ao Palácio de Buckingham” indicou o porta-voz da Casa Real.

O encontro, que deve durar cerca de dez minutos, precederá a recepção solene organizada pela rainha Elizabeth II para o presidente americano.

Barack Obama, que não compareceu ao casamento de William e Kate no dia 29 de abril, disse que seu país ficou ´scinado´elo matrimônio do filho mais velho do príncipe Charles, segundo na linha de sucessão ao trono britânico, com Kate Middleton.

TRAGÉDIA NA ESTRADA: Desastre mata 6 em Caucaia


Uma Kombi que transportava operários da construção civil foi de encontro ao caminhão, causando a colisão
24/05/2011
Seis homens morreram e outros cinco ficaram feridos na colisão entre uma Kombi e um caminhão, ontem pela manhã, no quilômetro 12 da CE-090, localidade de Tabuba, entre as praias do Icaraí e Cumbuco, no Município de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza). O acidente aconteceu por volta de 8 horas.

A Kombi branca de placa AMF-4467 – inscrição de Maracanaú – transportava 12 trabalhadores, da Construtora Cameron, de Fortaleza para uma obra no Cumbuco. Segundo testemunhas, numa ultrapassagem forçada, a Kombi bateu de frente com o caminhão de modelo 15-170, placa LSP-1350 – inscrição de Caucaia, que era ocupado por três pessoas.

A violência do impacto lançou os trabalhadores para fora da Kombi, que teve sua parte dianteira totalmente destruída. Pedaços do utilitário também foram arremessados para longe. O motorista da Kombi, Antônio Ferreira da Silva, 49, morreu na hora. Também faleceram no local do acidente os trabalhadores Antônio Francimar Gomes, 33; Antônio Francisco Dias da Silva, 36; Ângelo Negrão de Lemos Neto, 34 e Francisco Cristiano da Silva, 21.

Outros três ocupantes da Kombi sofreram ferimentos graves e foram socorridos para o Instituto Doutor José Frota (IJF – Centro). Dois deles foram levados para o hospital em um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). Um dos feridos foi identificado como João da Mota Gomes. O IJF informou que, ao todo, quatro pacientes deram entrada na unidade. Três dos quatro pacientes estão sendo cuidados e outro acabou morrendo, sendo identificado como Francisco Cristiano da Silva, 22.

No hospital

Um dos pacientes, Edvaldo Freire da Silva, está na Ala de Risco Um. Já o ferido Marciano Rodrigues Maia foi para a reanimação. O terceiro paciente, José Pereira da Silva, submetido a uma tomografia.

O motorista do caminhão que pertence à construtora Placitude Sociedade de Construção Civil, e transportava cimento e tubos de PVC, Francisco Aírton Soares, também foi levado para o IJF. Os ajudantes Manuel Gaspar da Silva e Otaciano Santos da Silva, ocupantes do caminhão, também ficaram feridos e foram levados para o hospital em ambulâncias do Samu e do SOS de Caucaia. Estiveram no local do acidente, policiais militares do Batalhão de Policiamento Comunitário (Ronda do Quarteirão), da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e uma UTI Móvel do Samu de Fortaleza.

Várias pessoas que passavam pelo local e pararam para tentar ajudar as vítimas, denunciaram que o socorro demorou muito a chegar. Segundo as testemunhas, a primeira ambulância – do Município de Caucaia – só apareceu cerca de uma hora depois do acidente ter ocorrido, enquanto pessoas agonizavam na pista, à espera de socorro.

Moradores e trabalhadores da região disseram que o local onde aconteceu a colisão tem sido um ponto crítico da violência no trânsito nos últimos meses. “Como está havendo uma intensa movimentação de veículos por conta de obras que têm sido realizadas no Litoral Oeste, os acidentes aumentaram”, contou um popular.

Os trabalhadores acidentados ontem, inclusive, estavam sendo levados para um condomínio em construção na Praia do Cumbuco.

De acordo com os moradores e comerciantes daquela região, a pista reta, bem conservada e sem obstáculos, o que favorece o excesso de velocidade por parte dos motoristas. Policiais rodoviários estaduais confirmaram a denúncia dos moradores daquela região do litoral oeste.

Fonte: Diário do Nordeste