Crato-CE: Três mortes violentas de ontem para hoje na região do Cariri


Fonte:Miséria Demontier Tenório Foto: Ilustrativa

Dois corpos vítimas de mortes violentas deram entrada de ontem para hoje no Instituto Médico Legal (IML) de Juazeiro do Norte, sendo ambos da cidade do Crato. Em outro município do Cariri: Lavras da Mangabeira, houve um crime de pistolagem, porém o corpo foi necropsiado no IML de Iguatu. Por volta das 13 horas desta quarta-feira, no açude Mandante que fica situado no Distrito de Dom Quintino na zona rural de Crato, uma pré-adolescente de apenas 13 anos morreu afogada.

Andreia Ferreira de Lima residia na Rua José Wilson daquele distrito e saiu de casa para lavar roupas no manancial. Ante a demora no retorno da garota, familiares ligaram para militares do Corpo de Bombeiros comunicando o desaparecimento da mesma e estes não foram ao açude. Os parentes passaram a procurar o corpo no açude e o acharam por volta das 18h30min quando ligaram para a Ciops de Crato que tratou de convocar a pericial criminal e o rabecão do IML juazeirense.

Ainda na zona rural de Crato, por volta das 04h30min da madrugada de hoje, no Sitio Quebra situado às margens da CE-386 naquele município, Ricardo Vitorino da Silva, de 37 anos, ali residente, praticou o suicídio por meio de enforcamento. Segundo familiares, a vitima era alcoólatra e costumava manifestar o desejo de morrer enforcado o que foi feito amarrando uma corda no pescoço após tê-la presa em um armador do seu quarto. O corpo também foi trazido para o IML de Juazeiro a fim de ser necropsiado.

PISTOLAGEM – Um homicídio à bala foi registrado por volta das 20 horas desta quarta-feira na Rua José Lobo (Bairro Além Rio) no município de Lavras da Mangabeira. Geraldo Duarte Sena, de 43 anos, residia na Rua Ilda Augusto e estava indo para sua residência quando foi atocaiado por dois indivíduos que trafegavam em uma motocicleta. Alvejada com sete tiros, a vítima morreu no local e o corpo levado para o Hospital de Lavras enquanto aguarda o rabecão do IML de Iguatu.

Antes, por volta das 14 horas, um crime contra a Lei Maria da Penha foi registrado na Rua João Tavares (Bairro Caixa D´água) em Lavras da Mangabeira. A estudante de iniciais M. A. S., de 15 anos, residente na Rua Antônio Abdias, foi agredida a socos e pontapés pelo seu namorado Antonio Gerisleudo de Sousa Barbosa, de 18 anos, residente na mesma rua. Ele estava com sintomas de embriaguez e foi levado para a Delegacia de Lavras da Mangabeira.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s