Empresário mata e se suicida. Imagens mostram minutos que antecedem morte de casal


Yahoo
A Delegacia de Homicídios considera praticamente encerrada a investigação da morte do empresário Veríssimo Canalli Fiuza, 30 anos, e da namorada dele, Elisabeth Cristina Pereira, 25.
Imagens do circuito interno de segurança mostram, no closet da mansão no bairro Cajuru, mais de uma hora de agressões. Elisabeth aparece vestida, depois apenas com lingerie, e quando os corpos foram encontrados ela estava nua.
Na arma havia apenas um projétil, que atingiu os dois. A arma ficou caída no colo de Veríssimo, e as marcas de pólvora ficaram nas mãos, provando que ele foi o autor do disparo.
A arma de Veríssimo estava com o registro vencido. Ele busca a arma e guarda novamente várias vezes. As gravações também mostram o momento em que ele usa o celular da vítima para mandar mensagens se passando por ela, dizendo que está tudo bem. O que motivou tamanha violência foi, provavelmente, um pedido de separação.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s