Dois corpos são encontrados esquartejados

Policiais do Destacamento de Mari-PB, receberam, na manhã deste domingo (29), uma informação através do “Linha Direta” com a viatura dando conta de um homicídio que teria ocorrido às margens de um açude conhecido como “açude do estado”. Ao se dirigir até o local os homens da Polícia se depararam com um cenário de atrocidade.Já nas primeiras averiguações, os policiais encontraram diversas cápsulas de revolver deflagradas e uma quantidade de massa cefálica pelo chão. Em seguida foi encontrado parcialmente enterrada a parte de um corpo, sendo assim, o homicídio foi constatado e a Perícia acionada. Todavia o que parecia comum na cidade de Mari, se tornou ainda mais assustador.

Quando os homens do IPC começaram a remover o corpo do solo perceberam que haviam sido cortados os membros inferiores, superiores e a cabeça e como se não bastasse a barbaridade, ao continuar a escavação os peritos constataram que havia mais um corpo na cova com os mesmos sinais de violência, sem pernas, braços e cabeça e com parte do abdome cortado tendo os órgãos expostos.

Da forma em que os corpos estavam a Polícia não fazia idéia de quem se tratava, pois, apesar de não estarem em decomposição, não havia como identificar por não haver os rostos. Ninguém, dos muitos que curiosos que foram ao local, arriscou dizer quem seriam até o momento em que de um lugar de um cheiro forte, um popular encontrou em uma sacola plástica um volume que pareciam ser duas cabeças, fato que foi confirmado pela Polícia.

Logo após descobrir o local onde estavam as cabeças, uma pessoa informou que se tratava de dois irmãos gêmeos conhecidos como “Wilian” e “Kekeu”. Até o fechamento da matéria, a Polícia ainda não tinha outras informações sobre os dois, que residiam na Vila São Luis, também chamada de “favela São Luis”.

Populares informaram que na noite anterior, sábado de Santana (28), ouviu-se alguns disparos às margens do açude que foram confundidos com fogos de artifícios por conta dos festejos.

Só esse ano já contabiliza na cidade de Mari o número assustador de 18 homicídios. Um popular alegava ao lado dos corpos que “tá complicado e perigoso morar em Mari”.

Não há pistas sobre a autoria dos crimes. A Polícia não soube informar no momento se os dois mortos têm algum envolvimento com drogas, contudo o crime tem características claras de execução.

Informações e fotos Blog Mari Fuxico

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s