Daily Archives: 2 de Fevereiro de 2013

Fim de Linha: Assaltante é morto em confronto com a polícia na cidade de Icó

20130202131130_meio

20130202130046_capa
Richard Lopes///miseria.com.br/

Jose Roberto Duarte da Silva foi morto com um tiro no peito (Foto: Richard Lopes)
Uma operação realizada ontem as 21h30min, no Sitio Nova Vida, na região da Santana em pleno sertão icoense culminou com a morte do assaltante de bancos Jose Roberto Duarte da Silva, conhecido como Zé Roberto, de 37 anos, natural de Icó, cuja família reside no conjunto pedrinhas.

A operação foi realizada por policiais do Comando Tático Rural – COTAR tendo a frente o Capitão Mesquita. Os policiais em posse de informações se deslocaram a um bar conhecido por Bar do Tiago e se depararam com Zé Roberto. Ao avistar a policia ele tentou correr, mas já estava cercado e esboçou reação sendo morto com um tiro no peito.

Em poder dele a policia encontrou uma pistola de 9 milímetro com um carregador com 28 munições, cerca de 800 reais no bolso e 3 papelotes de cocaína. Uma moto Honda de placa OSS – 9789, licença de Ico, cor vermelha que estava com o assaltante foi apreendida.

A policia encontrou uma pistola de 9 milímetro com um carregador com 28 munições, cerca de 800 reais no bolso e 3 papelotes de cocaína (Foto: Richard Lopes/Agência Miséria)

A vítima foi um dos homens que no dia 27 de Fevereiro do ano passado, juntamente com sua quadrilha, sitiou a cidade de Catarina, invadiu a delegacia de policia e em seguida atacaram o Banco do Brasil levando todo dinheiro e fazendo o gerente e um médico de refém.

Na época cerca de três assaltantes foram presos e o restante acabou morrendo em confronto com a polícia. O delegado plantonista Adriano Felix juntamente com os inspetores Junior Pernambucano, Nogueira e Ésio estiveram no Sitio Nova Vida realizando os primeiros levantamentos de praxe e arrolando testemunhas.

No momento da Operação, a policia também prendeu Adalberto Carlos Lourenço de 28 anos que se encontrava de posse de um revólver calibre 38 municiado. De acordo com o Capitao Cavalcante do GATE, Zé já vinha sendo monitorado há dias. Ele era acusado da prática de lesão corporal grave; homicídios; assaltos a bancos e correios.
MAIS NOTÍCIAS: http://radioculturacrato.blogspot.com.br/

Cyber Club – Ashley Doris

cyber club - ashley doris (8)fe512578aeebbeed9cda5a4bf77dbad8 (1)
MAIS FOTOS:http://radioculturacrato.blogspot.com.br/2013/02/cyber-club-ashley-doris.html
MAIS NOTÍCIAS: http://radioculturacrato.blogspot.com.br/

Juazeiro do Norte-CE: Janeiro registrou matança 20% menor em relação ao ano passado

20130202011945_capa
Demontier Tenório///miseria.com.br

Janeiro registrou matança 20% menor em relação ao ano passado (Foto: Arquivo/Agência Miséria)
O ano começou um pouco melhor em se tratando do número de homicídios em Juazeiro do Norte. Enquanto o recente mês de janeiro terminou com 12 pessoas assassinadas, no ano passado foram 15 ou 20% a menos na comparação destes períodos de cada ano. A média foi de três homicídios por semana se equiparando a maio do ano passado.

O bairro Salesianos liderou a matança em janeiro com três homicídios ou apenas um a menos do que todo o decorrer do ano passado. Em segundo lugar vem o João Cabral – o mais violento de 2012 – com dois assassinatos. Depois vem os bairros Casas Populares, Triângulo, Pedrinhas, Vila Fátima, Timbaúbas, Franciscanos e Santa Tereza com um cada. Confira a relação das pessoas assassinadas no decorrer de janeiro em Juazeiro do Norte:

Dia 06 – Marcondes Saraiva Leão, de 39 anos, foi morto com um tiro no tórax efetuado por um homem que trafegava em uma moto pela Rua Vereador Antônio Fernandes Coimbra, imediações do Hiper Bompreço (Salesianos).

Dia 06 – Reginaldo Ribeiro Marcolino, de 21 anos, o “Cabeção” ou “Pantera”, que residia na Rua Antonia Maria da Conceição, 351 (Timbaúbas), foi morto por um homem a pé que passava pela Rua Odílio Figueiredo (João Cabral) e o atingiu com um tiro nas costas. Ele respondia por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, lesão corporal e homicídio.

Dia 10 – José André Nóbrega Alves, de 31 anos, que residia na Rua Menino Jesus de Praga (Bairro Novo Juazeiro) foi morto com 12 tiros no cruzamento das ruas José Rodrigues e São Benedito (Casas Populares) por dois homens em uma moto. A vítima respondia por homicídio culposo, um homicídio doloso e uma tentativa.

Dia 11 – Damião Silva Pereira, de 19 anos, que residia na Rua Odílio Figueiredo (Romeirão), foi morto com dois tiros na cabeça no interior do Bar da Cidinha que funciona em um quiosque na Avenida Padre Cícero, em frente ao Ginásio Poliesportivo (Triângulo), por dois homens que bebiam com o mesmo, discutiram por causa de um capacete, saíram do local e retornaram em uma moto para matá-lo.

Dia 12 – Cícero Joseamerson de Sousa Silva, de 24 anos, o Cícero Besouro, que residia na Rua Ivani Feitosa (Tiradentes), foi morto com dois tiros nas costas quando passava na Rua São Cândido (Salesianos) tentando fugir de dois homens que trafegavam em uma moto. Ele retornou de São Paulo em outubro para onde viajou após ser preso por furto e lesão corporal. Era ainda suspeito do envolvimento com drogas.

Dia 18 – Cristiano Nascimento da Silva, de 22 anos, que residia na Rua Aldinha Barbosa da Vila Nova (Pedrinhas), foi morto com seis tiros perto de casa por dois homens em uma moto e seu amigo Cícero Genilson Neris Barbosa, de 20, saiu lesionado. A vítima respondia por furto e roubo existindo suspeitas de um crime passional.

Dia 21 – Francisco Eduardo de França Duarte, de 22 anos, que residia na Rua Roseiro de Lemos, 25 (Vila Fátima), foi morto a facadas pelo seu próprio pai Francisco de França Duarte, de 50 anos, o Chico do Crato. Os dois estavam bebendo quando houve discussão e luta corporal.

Dia 25 – Erinilson Viana Barbosa, de 23 anos, o Nenén Boca de Lata ou Boca Podre, que residia na Rua Assis Sobreira (Timbaúbas) foi morto com cinco tiros efetuados por dois homens em uma moto no cruzamento das ruas Carolina Sobreira e Assis Sobreira. Balas perdidas atingiram sua namorada Marilene Agostinho da Silva, 32, e um menor de 16 anos. Ele respondia por furto, uso de drogas e era suspeito de ter matado George Alves Pereira, de 23 anos, no dia 9 de dezembro de 2012.

Dia 28 – Francisco Wallyson Rodrigues da Silva, de 17 anos, o Júnior Cangaceiro, que residia na Rua 22 de julho, 500 (Bairro Franciscanos), foi morto a tiros dentro de casa por dois homens que chegaram em uma moto vermelha. Ele respondia por crimes de porte ilegal de arma e roubos.

Dia 29 – Antonio Félix, de 45 anos, o “Bonzim”, que residia na favela da Chesf na Rua Pio Norões (João Cabral), foi morto com um tiro no peito por dois homens a pé. Ele respondia inquérito por tráfico de drogas.

Dia 30 – Edgleison Ferreira da Silva, de 29 anos, o Macaco Gleison, que residia na Rua Santa Rosa, 806 (Salesianos), foi morto a tiros por três homens em um Gol prata quando passava no cruzamento das ruas Santa Rosa e Carlos Gomes com sua mãe, uma irmã e uma sobrinha todos baleados. Ele respondia por homicídio, tráfico de drogas, receptação, porte ilegal de arma de fogo, roubo, lesão corporal e contra a administração.

Dia 31 – Pierre Róseo Maciel, de 32 anos, o Novinho, que residia na Rua São Damião, 158, foi morto com oito tiros no cruzamento das ruas José Marrocos e São Damião (Santa Tereza) por um homem que chegou em uma moto azul. A vítima respondia inquéritos por roubo.