Daily Archives: 13 de Fevereiro de 2013

Juazeiro do Norte-CE: Carnaval no Cariri teve 14 mortes violentas ou 57% a mais em relação ao ano passado

20130213155122_capa
Demontier Tenório Fonte:miseria.com.br
Carnaval no Cariri teve 14 mortes violentas, 57% a mais em relação ao ano passado (Foto: Arquivo/Agência Miséria)

O número de mortes violentas entre os dois últimos carnavais cresceu 57% passando de oito para 14 na comparação dos períodos. Seguindo uma tendência nacional motivada pelo rigor na Lei Seca, as mortes no trânsito caíram 50% ficando em apenas duas. Já o número de homicídios subiu de três para oito nos últimos dois anos. Juazeiro liderou o ranking de corpos enviados ao IML com seis, seguido por Missão Velha e Brejo Santo (2), Abaiara, Tarrafas, Barbalha e Crato com um cada.

O primeiro corpo a chegar foi ainda na sexta-feira, sendo de Paulo André Pereira dos Santos, de 18 anos, que morreu intoxicado em Juazeiro do Norte. Já no sábado chegaram mais dois corpos, sendo o primeiro da adolescente Izabel Cristina Carneiro da Silva, de 16 anos, que morreu por volta das 03h30min na Travessa Ednir Mendonça (Bairro José Geraldo da Cruz) em Juazeiro. Ela era um dos quatro passageiros do Gol de cor vermelha dirigido por um adolescente que desenvolvia alta velocidade, perdeu o controle do carro, bateu no canteiro central da avenida e capotou.

O rapaz escapou ileso juntamente com uma criança de 11 anos. O outro passageiro Josivan Antonio Canela, de 14 anos, segue internado no Hospital Regional do Cariri. O carro trafegava no sentido Limoeiro/João Cabral, quando em uma curva o motorista saiu de sua pista de rolamento após se desgovernar e atingir duas residências do outro lado da rua. Ele e o dono do carro, André Aparecido Carneiro da Silva, de 19 anos, foram levados para a Delegacia. Izabel morreu no local.

Na tarde do último sábado Geraldo Pereira de Barros, de 48 anos, foi morto e teve o corpo enterrado em uma cova rasa na zona rural de Brejo Santo. De acordo com a Polícia, José Wagner Alves, de 28 anos, praticou o crime quando a vítima foi cobrar uma dívida. A Polícia só tomou conhecimento do caso neste domingo, quando a irmã de José Wagner o denunciou. O acusado fugiu com a moto da vítima.

No domingo chegaram quatro corpos a partir do vigilante Antonio Gomes de Lima, de 60 anos, que residia no bairro Boa Vista e foi morto com 12 facadas no abdômen e mais uma no pescoço. O crime foi às 07h30min nas imediações da EPACE, no Sítio Arraial do Meio em Missão Velha. No mesmo horário, no Sítio Câmara (Serra da Mãozinha) em Abaiara, o menor Alvino Roberto Teixeira dos Santos, de 11 anos, morreu por conta de descarga elétrica após pisar num fio descascado perto de sua casa.

Já Emanuel Messias Gomes do Nascimento, de 26 anos, que residia na Rua José Inácio Gomes, 41 (Triângulo) em Juazeiro, morreu no Hospital Regional do Cariri 11 dias após ter sido lesionado com quatro tiros, sendo um na face, um no pescoço, outro no ombro e mais um no tórax. No último dia 30 de janeiro, por volta das 20h30min, ele estava em frente à sua casa quando chegaram dois homens em uma moto Yamaha YBR de cor preta atirando. Outro homicídio à bala foi em Brejo Santo tendo como vítima Francisco Alves Gomes, de 26 anos.

Na Segunda-feira chegaram mais três corpos, sendo o primeiro do mototaxista Francisco Fagner Pereira, de 28 anos, que residia na Rua Manoel Doca (Vila Nova) em Cariús. Ele pilotava uma moto Honda CG 125 Titan de cor verde quando perdeu o equilíbrio e caiu por volta das 4 da madrugada em uma curva na rodovia que liga Tarrafas e Cariús á altura do Sítio Patos a uma distância de 6 Km de Tarrafas. Fágner “patinou” na pista e esbarrou em uma cerca de arame farpado.O mecânico José Lílian Lopes Dias, de 53 anos, o Lino da Sucata, foi morto por volta das 09h30min em sua oficina na Avenida Castelo Branco, 1616 (Pirajá) em Juazeiro onde igualmente reside. Ele foi surpreendido por dois homens em uma moto e um deles sacou o revólver e atirou. Na fuga, abandonaram a moto e partiram em um veículo Corolla que os aguardava nas imediações. A moto era uma Honda Bros de cor preta que foi levada para a Delegacia.

Por volta das 21h30min, na Rua P 10 (Bairro Santa Terezinha) em Barbalha, foi morto com um tiro no braço, dois no rosto, três no tórax e sete no abdômen, Francisco Alves da Cruz Filho, de 30 anos, que residia no Bairro Malvinas daquele município. Ele estava em frente à casa de sua namorada perto de um campo de futebol quando foi abordado por dois homens em uma moto Honda Bros de cor preta os quais já foram atirando matando-o no local. A vítima respondia por uma lesão corporal em Crato.

Na terça-feira chegaram mais dois corpos. No início da madrugada Gilcivan Bernardo Lucena, de 19 anos, o Nego Gilson, que residia na Rua José Elias Apolicena (Bairro Cassimiro Farias) em Missão Velha, foi morto com uma facada no peito esquerdo. Segundo testemunhas, o autor foi Marcondes Alves, de 23 anos, que mora no mesmo bairro. O crime ocorreu na Rua Antonio Pereira Lima, em frente ao Bar do Deda naquele bairro, após discussão motivada por uma dívida de R$ 4,00 reais.

Por volta das 21 horas, Carlos Fernandes Chagas, de 37 anos, que residia no bairro Santa Tereza em Juazeiro, foi surpreendido no cruzamento das ruas das Flores e Perpétua Carneiro da Cunha (João Cabral) por dois homens em uma moto. Um deles atirou atingindo-o no pescoço e olho esquerdo. Carlos ainda foi socorridos, mas morreu no HRC. Segundo a polícia, ele respondia cinco homicídios, duas ameaças, três furtos, nove roubos, dois estupros e formação de quadrilha.

Além disso, crime contra o Código de Trânsito (dirigir sem habilitação), porte ilegal de arma de fogo e tinha ainda contra sí um mandado em aberto de 2006, da Comarca de Juazeiro e outro de 2007 de Tarrafas. Já nesta quarta-feira chegaram mais dois corpos de vítimas de acidentes domésticos (quedas). Um deles de José Lairton Lucena, de 61 anos, que residia em Juazeiro e o outro de Francisco dos Santos Alencar, de 53 anos, que morava em Crato.
MAIS NOTÍCIAS: http://radioculturacrato.blogspot.com.br/

Caterina Koriakova – Loira sensacional

loira gostosa (8)27989d58315dbf60ab7b6aeb944d4404
MAIS FOTOS:http://radioculturacrato.blogspot.com.br/2013/02/caterina-koriakova-loira-sensacional.html

Ceará: Balanço parcial aponta 56 mortes de causas violentas durante o Carnaval

20130213065023_capa
Fernando Ribeiro/Fernando Barbosa
No Bom Jardim, um homem foi morto, a tiro, na tarde de ontem. Os assassinos fugiram. (Foto: J. L. Rosa)

Cinquenta e seis mortes violentas foram registradas pelas autoridades durante o Carnaval em todo o Estado, no período entre as 18 horas de sexta-feira (8) e o começo da noite de ontem (12).

O número foi colhido pela Reportagem do Diário do Nordeste confrontando as estatísticas de diversos órgãos responsáveis pela Segurança Pública do Estado, entre elas, as polícias rodoviárias Estadual (PRE) e Federal (PRF), a Perícia Forense do Estado (Pefoce), a Coordenadoria de Integrada de Operações de Segurança (Ciops) e os comandos do Policiamento do Interior (CPIs Sul e Norte), além dos hospitais de emergência de Fortaleza.

No entanto, os dados são parciais e não oficiais, já que, somente na manhã desta quarta-feira de Cinzas termina, oficialmente, a ´Operação Carnaval 2013´ montada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS).

Crimes

O maior número de mortes decorrentes de violência (46 óbitos) foi o de pessoas vítimas de homicídios e lesão corporal seguida de morte na Capital, Interior do Estado e na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Conforme os dados da Ciops, da noite de sexta-feira até a tarde de ontem, foram registrados na Grande Fortaleza 29 homicídios. Já no Interior, foram 17 casos. Os acidentes de trânsito mataram dez pessoas.

Um dos assassinatos ocorreu na tarde de ontem, por volta das 14 horas, quando um homem, identificado por Antônio da Silva Pereira, 34, desempregado, foi morto, com quatro tiros, na Rua dos Franciscanos, na Comunidade Marrocos, no Bom Jardim. Segundo a Polícia, Antônio já tinha histórico criminal, pois respondeu por crimes de roubo e porte ilegal de arma.

Registros

Conforme a Ciops, na sexta-feira (8), após as 18 horas, não ocorreu nenhum crime de morte na RMF. No sábado (9), porém, foram sete assassinatos nos bairros Granja Lisboa, Barra do Ceará, Vila União, Bonsucesso, Alto Alegre I (Maracanaú) e Conjunto Jereissati II (Pacatuba).

No domingo (10), a Polícia Militar atendeu a mais sete casos de homicídios na RMF, nos bairros Pedras (Messejana), Maraponga, Picuí (Caucaia), Várzea do Meio (Caucaia), Parque São José, Novo Iguape (Aquiraz) e na Vila União.

Já na segunda-feira (11), foram quatro homicídios, nos seguintes locais, em Pedras (Messejana), Bonsucesso, Vila Velha e no Bom Jardim.

Presos tentam escapar da delegacia durante o feriadão

Na noite de domingo, policiais militares, do Comando Tático Motorizado (Cotam), do Batalhão de Choque, foram acionados para conter uma tentativa de fuga da Delegacia de Capturas e Polinter, Centro. Os presos que estavam na cela 6 quebraram a parede e tentaram fugir através da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), vizinha da Decap.

A movimentação dos presos foi notada pelo inspetor Eduardo Satô, que estava de plantão da DRF. “Achei estranho aquelas pancadas e, logo, percebi que eram os presos da ´Capturas´ tentando fugir”. Antes de ir à Decap, para alertar os colegas, Satô telefonou para a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) e solicitou reforço do Cotam. O titular da Decap, delegado Tarcísio Coelho, determinou que a cela 6 fosse esvaziada para que os policiais militares fizessem uma revista.

As buscas resultaram na apreensão da barra de ferro usada para furar a parede. Para não levantar suspeitas, os presos envolveram a “ferramenta” com panos, mas a fuga terminou frustrada e os ocupantes colocados em outras celas.

Reforço

O diretor do Departamento de Polícia Especializada (DPE), delegado Jairo Façanha Pequeno, determinou o imediato reparo dos danos e reforçou a segurança na Decap enviando mais policiais para aquela Especializada.

Além da presença de mais policiais civis, quatro patrulhas do Cotam permaneceram no entorno da Decap, pois havia o temor de que os demais detentos se rebelassem.

Anunciada

Desde o começo do ano, o diretor do DPE denuncia a grave situação da superlotação nas delegacias da Capital e região metropolitana e previu que o problema se tornaria mais crítico durante o Carnaval.

As últimas vagas oferecidas pela Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) foram consideradas insuficientes por Jairo Pequeno, visto que as delegacias continuam superlotadas, provocando intranquilidade nas DPs.

Detentos fogem do 9º Distrito

Seis presos escaparam, na madrugada ontem, do 9º Distrito Policial (Dunas). A fuga, porém, só foi percebida por volta de 5 horas, quando o inspetor Francisco Luciano Pinheiro, que estava na permanência da delegacia, desconfiou do silêncio e foi verificar o que estava ocorrendo.

Ele constatou que foram serradas as grades de dois xadrezes e do corredor. Do primeiro xadrez, fugiram Stefesson Lima Moura Souza e Ernandes da Costa Duarte Júnior.

Nomes

Do xadrez de número três, escaparam Josafá Santos Costa, Francisco Alex Oliveira Rodrigues, Wagner Gomes Gonçalves e Ronaldo Pereira Lima. Todos eles têm envolvimento com roubo, segundo a Polícia. Outros 16 presos, que preferiram não fugir, passaram toda a manhã de ontem amontoados no xadrez de número dois, enquanto eram colocadas novas grades. Policiais militares, lotados no Cotam e Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) realizaram buscas na Praia do Futuro, no entanto, nenhum dos fugitivos foi encontrado naquela área da orla.

O comandante do BPTur, tenente-coronel PM Cláudio Mendonça, determinou que fossem intensificadas as abordagens naquele ponto da orla marítima, principalmente porque a Praia do Futuro estava superlotada de fortalezenses e turistas, tornando-se atrativo para os marginais.

O 9º Distrito Policial, a exemplo de outras delegacias que não são plantonistas, fica somente com um policial entre 18 horas e 8 horas do dia seguinte. Aos sábados, domingos e feriados o plantão é de 24 horas, deixando os policiais civis bastante apreensivos com a possibilidade de motins e fugas em massa.

Fonte: Diário do Nordeste
MAIS NOTÍCIAS: http://radioculturacrato.blogspot.com.br/