Caririaçu-CE: Corpo de jovem morto com dez tiros de pistola segue sem identificação no IML

20140507094541_capa
Demontier Tenório///(Foto: Arquivo O Globo/Michel Filho)
Corpo foi encontrado no dia 8 de abril
Nesta quinta-feira, dia 8 de maio, completa um mês que o corpo de um jovem de aproximadamente 20 anos de idade foi encontrado em uma roça de milho e feijão às margens da estrada carroçável de acesso ao Sítio Cipó na zona rural de Caririaçu. Estava crivado com dez tiros de pistola calibre 380 a maioria na cabeça e o mais estranho de tudo é que, até o momento, não apareceu ninguém no Instituto Médico Legal (IML) de Juazeiro sequer para tentar um reconhecimento.

O achado se deu por meio de agricultores às 06h30min do dia 4 de abril e, de acordo com a perícia criminal, características de que tivesse sido assassinado na madrugada daquele mesmo dia. A vítima estava descalça e vestia uma camisa de cor preta, um short jeans de cor azul e permanece em uma das gavetas na geladeira do IML. No local compareceram muitos curiosos, mas ninguém soube dizer de quem se tratava. Se demorar mais tempo vai ser enterrado como indigente.

A polícia esteve no lugar onde ocorreu essa execução sumária já que encontraram pelo menos cinco cápsulas deflagradas de pistola calibre 380 nas imediações do cadáver do jovem que foi arrastado desde a estrada carroçável para dentro da roça. No bolso da vítima estavam o seu celular, um relógio, o cordão no pescoço, a carteira sem documentos e algumas chaves e moedas que foram entregues na Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte.
MAIS NOTÍCIAS: http://crato-noticias.blogspot.com.br/

One response to “Caririaçu-CE: Corpo de jovem morto com dez tiros de pistola segue sem identificação no IML

  1. Dispõe sobre a utilização de cadáver não reclamado, para fins de estudos ou pesquisas científica e dá outras providências.
    O VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no exercício do cargo de PRESIDENTE DA REPÚBLICA
    Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
    Art. 1° Esta Lei visa disciplinar a destinação de cadáver não reclamado junto às autoridades públicas, para fins de ensino e pesquisa.
    Art. 2° O cadáver não reclamado junto às autoridades públicas, no prazo de trinta dias, poderá ser destinado às escolas de medicina, para fins de ensino e de pesquisa de caráter científico.
    Art. 3° Será destinado para estudo, na forma do artigo anterior, o cadáver:
    I — sem qualquer documentação;
    II — identificado, sobre o qual inexistem informações relativas a endereços de parentes ou responsáveis legais.
    § 1° Na hipótese do inciso II deste artigo, a autoridade competente fará publicar, nos principais jornais da cidade, a título de utilidade pública, pelo menos dez dias, a notícia do falecimento.
    § 2° Se a morte resultar de causa não natural, o corpo será, obrigatoriamente, submetido à necropsia no órgão competente.
    § 3° É defeso encaminhar o cadáver para fins de estudo, quando houver indício de que a morte tenha resultado de ação criminosa.
    § 4° Para fins de reconhecimento, a autoridade ou instituição responsável manterá, sobre o falecido:
    a) os dados relativos às características gerais;
    b) a identificação;
    c) as fotos do corpo;
    d) a ficha datiloscópica;
    e) o resultado da necropsia, se efetuada; e
    f) outros dados e documentos julgados pertinentes.
    Art. 4° Cumpridas as exigências estabelecidas nos artigos anteriores, o cadáver poderá ser liberado para fins de estudo.
    Art. 5° A qualquer tempo, os familiares ou representantes legais terão acesso aos elementos de que trata o § 4° do art. 3° desta Lei.
    Art. 6° Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
    Art. 7° Revogam-se as disposições em contrário.

    Brasília, 30 de novembro de 1992; 171° da Independência e 104° da República.
    ITAMAR FRANCO
    Maurício Corrêa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s