Juazeiro do Norte-CE: Cinco mortes no trânsito e quatro homicídios no fim de semana do Cariri

20140512100018_capa
Demontier Tenório/// (Foto: Reprodução/Chinês)
Palhaço Camarão foi o primeiro dos quatro homicídios deste fim de semana em Juazeiro
Subiu de seis para 10 o número de mortes violentas na comparação dos dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram cinco em acidentes de trânsito, quatro homicídios e um suicídio. A metade das mortes ocorreu em Juazeiro do Norte, sendo quatro homicídios e uma no trânsito. Os outros corpos foram de Caririaçu, Brejo Santo, Araripe, Várzea Alegre e Milagres. De acordo com levantamento feito pelo Site Miséria, foi uma morte na sexta, cinco no sábado e quatro neste domingo.

Por volta das 22h30min de sexta-feira Alexsandro Bezerra do Nascimento, de 40 anos, o “Palhaço Camarão”, que residia na Rua Vereador José Rodrigues (Pirajá) em Juazeiro, foi morto com três tiros no cruzamento das ruas Rui Barbosa e José Marrocos (Santa Tereza). O autor foi um homem que se aproximou atirando na cabeça e duas vezes nas costas. Certa vez, ele tentou o suicídio ao subir na torre da Telemar na Rua Padre Cícero, mas desceu após ouvir apelos do Corpo de Bombeiros.

Em novembro de 2009 rasgou sacos de lixo e espalhou pela Rua Monsenhor Esmeraldo em frente ao CSU quando a polícia o mandou recolher. Ele estava com uma faca ameaçando os transeuntes e terminou preso. Já em janeiro do ano passado foi lesionado com uma facada no abdômen no Mercado do Pirajá por um desafeto apelidado por “Galeguim”. Cinco meses depois teria lesionado a garrafadas na mão e no rosto um casal de irmãos durante uma festa.

Por volta das 05h30min de domingo o agricultor Cícero Gabriel Leonardo, de 51 anos, praticou o suicídio por meio de enforcamento em sua casa na Rua João Fechine, 160 (Bairro Francisca do Socorro) em Milagres. Segundo seu irmão, que o encontrou na forca, a vítima apresentava problemas psicológicos. Já por volta das 15 horas de sábado Cristiano da Silva Barbosa, de 28 anos, foi morto no interior de um bar que funciona na esquina das ruas Letícia Vasconcelos e Clotilde Norões Mota (Triângulo) em Juazeiro.

Ele residia na Rua Valdomiro Marçal daquele bairro e respondia por furtos e roubos. Segundo testemunhas, dois homens chegaram em uma moto Honda XR 300 de cor preta anunciando um assalto, mas foram na direção de Cris, como era conhecido, que jogava baralho. Sem discussão ou atitude relacionada com o roubo, um deles efetuou cinco tiros atingindo o rapaz na cabeça, nos braços, abdômen e nas costas. A mesma dupla tinha sido vista momentos antes passando em frente ao bar e o dono comentou que até já tinha pedido a Cris para não mais freqüentar o seu estabelecimento.
O entregador de feiras, José Márcio, morreu ao ter sua motocicleta abalroada por uma viatura da Polícia Militar (Foto: Reprodução)

Por volta das 15h30min o entregador de feiras de um mercantil morreu ao ter sua motocicleta abalroada por uma viatura da Polícia Militar no prolongamento da Rua São Pedro, imediações do SEBRAE em Juazeiro. José Márcio da Silva Carneiro, de 32 anos, residia na Rua da Glória, 662 no centro de Juazeiro. Testemunhas disseram que o carro oficial trafegava em alta velocidade e teria invadido a contramão com a porta aberta. O rapaz puxava um reboque na moto e morreu no local do acidente.

Por volta das 16 horas morreu no Hospital Regional do Cariri a adolescente Débora Medeiros de Oliveira, de 17 anos, que resida no Sítio Riacho Seco do Meio em Caririaçu. Ela pilotava uma moto Honda CG 125 Titan, de cor azul e placa HVQ 8524 pela estrada de acesso àquela localidade quando perdeu o equilíbrio do veículo e caiu, sendo socorrida ao HRC, onde faleceu.

Por volta das 16h30min ainda de sábado morreu no Hospital Santo Antonio de Barbalha, Antonio Soares de Mota, de 58 anos. Ele residia na Rua Manoel Toinho no centro de Brejo Santo e foi vítima de um acidente ao cair de sua moto e sofrer traumatismo craniano na sexta-feira. O mesmo terminou socorrido às pressas por familiares para o hospital, onde morreu.

Por volta das três da madrugada de domingo Francisco Emiliano Mendes, de 20 anos, foi morto no cruzamento das ruas Perpétua Carneiro da Cunha e Osana Pereira (João Cabral) em Juazeiro. Ele residia na Rua Doutor Diniz no centro de Juazeiro e respondia por roubos e furtos, sendo morto com cinco tiros na cabeça, no pescoço e nas costas, No dia 11 de maio de 2011, Emiliano foi preso na copa de uma árvore na Rua São Jorge após roubar os celulares de dois adolescentes na Rua São Domingos (Franciscanos) armado com um canivete. Em novembro de 2012 voltou a ser preso no cruzamento das Ruas Pedro Duda e Eduardo Maclain (Triângulo) quando a polícia cumpriu mandado.

Por volta das 15h30min na CE-292 que liga os municípios de Araripe e Potengi, Maciel Feitosa Lima, de 26 anos, morreu em conseqüência de um acidente de trânsito. Ele dirigia um veículo Celta de cor prata e placa NQB-1199, inscrição do Ceará, quando perdeu o controle do mesmo, saiu para o acostamento e bateu em uma cerca de arame farpado a uma distância de 4 km para o centro de Araripe. Segundo a polícia, a vítima viajava só e faleceu no local do capotamento.

Por volta das 19 horas Francisco Lucenildo Peixoto Alves, de 29 anos, foi morto a tiros no cruzamento das Ruas São Damião e José Marrocos (Santa Teresa) em Juazeiro. Segundo testemunhas, dois homens se aproximaram da vítima em uma moto e efetuaram três disparos de revólver no tórax, ombro e abdômen. Ele residia na Rua São Damião 121 daquele bairro e não tinha passagem pela polícia.

Por volta das 19h30min na CE-060, à altura do Bairro Grossos em Várzea Alegre, uma moto Honda NXR150 Bros KS de cor preta colidiu contra um Fiat Strada Working de cor vermelha. A moto trafegava no sentido Iguatu/Várzea Alegre e o piloto João Batista Domingos de Sousa, de 30 anos, que residia no Sítio Panelas em Várzea Alegre, teria invadido a contramão.

Ele era agricultor e conduzia Maria Ana Cleide de Sousa e Silva, de 34, residente na Rua Antônia Gonçalves Cassundé, 242 (Bairro Varjota) e Francisca Fabiana Soares da Silva, de 24 anos, moradora do Sítio Panela. Os três foram socorridos ao hospital, onde o piloto morreu. As mulheres terminaram transferidas para o Hospital Santo Antonio de Barbalha. O motorista do Fiat era o empresário Gleudo Ferreira da Silva, de 36 anos, residente no bairro Alto da Prefeitura daquele município, que permaneceu no local.
MAIS NOTÍCIAS: http://crato-noticias.blogspot.com.br/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s