Sertanejo Rick fala sobre fim da parceria com Renner na web

images (1)
‘Vou fazer por ele o que eu puder, inclusive, pedir a todos que respeitem o momento e pensem positivo’, disse o cantor no Instagram.
do EGO, no Rio
Cantor sertanejo Rick (Foto: Instagram/Reprodução)
Cantor sertanejo Rick
(Foto: Instagram/Reprodução)
O sertanejo Rick usou seu Instagram para falar mais uma vez sobre o fim da parceria comRenner. No texto, ele faz questão de reforçar que está diposto a ajudar Renner mas que seguirão caminhos diferentes. “Gostaria de dizer aos fãs de Rick e Renner e hoje fãs meus e dele individualmente que o Renner vai buscar o próprio caminho, assim como eu. E para isso, vai precisar de foco e paz. Acho que agora palavras de incentivo são a melhor forma de se dizer qualquer coisa. Vou fazer por ele o que eu puder, inclusive, pedir a todos que respeitem o momento e pensem positivo pois apesar de não trabalharmos mais juntos, quero sim em Deus, que ele se encontre e se recupere e seja muito feliz”
Entenda o caso
Às 8h10 do dia 26 de dezembro, Renner, que integra a dupla com Rick, bateu a BMW blindada que dirigia contra um Fiat Uno que estava estacionado na rua Pedro Bueno, na Zona Sul de São Paulo, e tentou fugir, causando uma segunda colisão contra um poste de energia elétrica.
De acordo com a polícia, Renner fez teste do bafômetro e o exame apontou 1,0g (de álcool por litro de ar nos pulmões), quando o máximo permitido é 0,05mg/l – e foi então conduzido à 27ª DP. Segundo com o delegado responsável pelo caso, Antonio Augusto R. Silva, a fiança foi estipulada em R$ 10 mil e o cantor pode responder ao processo em liberdade.

Quando chegou à delegacia – descalço e com um cigarro nas mãos -, Renner falou com a imprensa e disse que estava numa festa no Guarujá. Ele admitiu ter bebido vodca, mas negou que tivesse usado drogas. De acordo com informações do G1, em 2001 o sertanejo se envolveu em um acidente que deixou dois mortos em Santa Bárbara d’Oeste, no interior de São Paulo.
O músico foi julgado em 2008 e condenado a pagar dois mil salários mínimos, mas não repassou o valor total à família das vítimas, apenas repasses da arrecadação do cantor com direitos autorais, conforme decisão judicial. De acordo com a polícia, apesar de responder a este novo caso em liberdade, esta ocorrência pode agravar a situaçao do processo anterior.

MAIS NOTÍCIAS http://crato-noticias.blogspot.com.br/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s