Monthly Archives: Maio 2018

Vacinação contra gripe é prorrogada até dia 15


Por causa da baixa cobertura vacinal e da greve dos caminhoneiros, o governo federal prorrogou a vacinação contra a gripe em postos de saúde de todo o País até o dia 15. De acordo com balanço do Ministério da Saúde, faltam 18,8 milhões de pessoas a serem vacinadas em todo o Brasil – até agora 66% do público-alvo se vacinou.

Segundo a pasta, até esta terça-feira, 29, estoques de vacinas estavam em níveis normais. O problema, era justamente a redução do comparecimento aos postos – o que também tem ligação com as dificuldades de locomoção criadas pela greve.

A vacina disponível protege contra três subtipos do vírus da gripe (H1N1, H3N2 e Influenza B) e pode ser encontrada em todas as unidades de saúde para os grupos prioritários, que são pessoas mais vulneráveis ao desenvolvimento de quadros mais graves de doenças respiratórias. Caso haja disponibilidade de imunizantes, os municípios podem ampliar o público para crianças de 5 a 9 anos e adultos com idades entre 50 e 59 anos.

Pelo cronograma inicial, a campanha terminaria no dia 1º de junho. Foram registrados até agora 2.088 casos de gripe no País, com e 335 mortes. O tipo mais grave foi o H1N1. Dos que morreram, 70% possuíam ao menos algum fator de risco.
Jovem Pan

MAIS NOTICIAS: http://crato-noticias.blogspot.com/

Petrobras aumenta preço da gasolina em 0,74% nas refinarias


A Petrobras voltou a aumentar o preço da gasolina, depois de cinco quedas consecutivas do valor do combustível. A partir de amanhã (31), o preço nas refinarias subirá 0,74% e passará a ser de R$ 1,9671 por litro.

Em maio, o preço do combustível nas refinarias da Petrobras acumula alta de 9,42%, já que em 28 de abril o litro custava R$ 1,7977.

MAIS NOTICIAS: https://crato-noticias.blogspot.com/

Cresce chance de Temer não terminar mandato, dizem membros do Congresso e STF


Aliados de Michel Temer no Congresso Nacional e ministros do Supremo Tribunal Federal afirmam que o governo atingiu um nível extremo de enfraquecimento político, não descartando, em caso de piora na situação, o risco de a gestão não conseguir se sustentar nos sete meses que lhe restam.

A avaliação ouvida pela Folha é a de que a crise com os caminhoneiros atingiu um dos últimos resquícios de credibilidade da administração, a área econômica.

MAIS NOTICIAS: http://crato-noticias.blogspot.com/

Brasileiros estão sem gás de cozinha e sem gasolina por conta da greve

A greve dos caminhoneiros tem acarretado em impacto enorme no setor de gás de botijão, o GLP. As distribuidoras de gás de cozinha enfrentam a escassez do produto e famílias já se preparam para enfrentar dificuldades. Mesmo com a ajuda da policia rodoviária, os revendedores estão com os estoques vazios.

Segundo Sergio Bandeira de Melo, presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás), o estoque já está bem abaixo. “Nós dependemos do transporte rodoviário, seja para retirar o produto das bases ou para que os revendedores entreguem porta a porta. Temos tido ajuda da Petrobras, da Polícia Rodoviária Federal e também dos grevistas para levar o produto aos locais emergenciais (…). Os revendedores estão com as plataformas vazias e temos uma oferta muito baixa de GLP”, revelou Melo.

E se os brasileiros estão sem gás de cozinha, também estão sem gasolina já que não ha distribuição. José Alberto Paiva Gouveia, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo (Sincopetro), alerta os consumidores sobre a qualidade do produto que está sendo vendido em alguns pontos da cidade. “Os caminhões não estão conseguindo sair das bases. Só saem com escolta policial.
Os postos estão desabastecidos e um ou outro estão vendendo produto e não sabemos do que se trata (…) Nenhum posto compra uma gota da Petrobras. Nós compramos das distribuidoras e elas não nos repassem na mesma velocidade que quando quando abaixam os preços, mas quando sobem é no minuto seguinte”, explicou Gouveia. Com informações do Uol.

MAIS NOTICIAS: http://crato-noticias.blogspot.com.br/

Caminhões de combustíveis são escoltados para evitar colapso no Ceará

As forças de segurança do Ceará começaram, no fim da manhã deste sábado, a realizar a escolta dos caminhões-tanque do Parque de Tancagem do Porto do Mucuripe durante o trajeto até os postos de combustíveis, a fim de evitar um colapso total do abastecimento no Estado. Na saída dos caminhões, cerca de 100 manifestantes -muitos segurando bandeiras do Brasil- fizeram um ato pacífico em frente ao terminal de tancagem. Pelo menos, cerca de 40 policiais de diferentes unidades fizeram a segurança. Não houve confronto nem desavenças. A informação é do Diário do Nordeste.

No fim desta manhã, o Sindipostos divulgou que 60% dos postos do Estado já estão sem combustível para vender para os consumidores, prevendo que o colapso total do abastecimento ocorra na próxima terça-feira (29). O sindicato dos motoristas de van escolar também fez o mesmo prognóstico: a partir de terça, há o risco de um “colapso total” no transporte escolar por falta de diesel.

A greve dos caminhoneiros começou na segunda-feira passada, desencadeando uma crise de abastecimento em praticamente todos os setores da economia dependentes do transporte e da logística. Na sexta-feira passada, o presidente Michel Temer decretou o emprego das Forças federais de segurança para garantir o deslocamento dos caminhões, o fim dos bloqueios nas rodovias a fim de viabilizar a normalização do transporte de combustíveis no País.

Em Fortaleza, os motoristas estão sendo orientados, no começo desta tarde, a evitar trafegar pela avenida Mister Hull devido à escolta policial dos caminhões-tanque. Entre as unidades que fizeram a segurança dos caminhões-tanque, estão policiais do Batalhão da Polícia de Choque, Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) e Batalhão de Rondas e Ações Ostensivas (BPRaio).

Greve dos caminhoneiros deve piorar a atividade econômica e levar a aumentos de preço, dizem analistas


A greve dos caminhoneiros deve trazer dois impactos para a economia brasileira: a piora da atividade econômica e um efeito pontual de aumento nos índices de inflação de maio.

Os economistas consultados pelo G1 dizem que ainda é cedo para dimensionar o tamanho do impacto causado pelo movimento que se espalhou pelo País – até porque não é possível precisar qual será a duração do protesto -, mas dizem que é certo que eles terão reflexos econômicos.

O movimento obrigou uma série de empresas a interromper as atividades. O caso mais emblemático foi o das montadoras: na sexta-feira elas pararam as fábricas por causa da falta de peças e problemas de logística.

MAIS NOTICIAS: http://crato-noticias.blogspot.com.br/

Motoristas fecham centros de distribuição de combustível no CE em protesto contra preço alto


Motoristas de aplicativos aderiram a protesto de caminhoneiros e bloquearam nesta quinta-feira (24) as entradas da área de distribuição de combustível no cais do Porto do Mucuripe, em Fortaleza. Os condutores fecharam, pelo menos, três vias que dão acesso ao parque de tancagem e impedem que os caminhões-tanque entrem ou saiam do local. Além de Fortaleza, manifestantes também fecharam a entrada da base distribuição de combustíveis na cidade do Crato, Região do Cariri.

O protesto nacional dos caminhoneiros ocorre desde segunda-feira (21) no Ceará e em outros estados do país. Os profissionais reclamam do aumento no preço do diesel e também reivindicam reajustes nos valores recebidos pelos fretes. Nesta quinta-feira, os caminhoneiros fecharam 10 trechos de BRs no estado.

Conforme Antônio Evangelista, diretor da Associação dos Motoristas de Transporte Individual Privado de Passageiros, grupo que está no Porto do Mucuripe, cerca de 500 motoristas de aplicativo e caminhoneiros participam do protesto.

G1

MAIS NOTICIAS: http://crato-noticias.blogspot.com.br/

Caminhoneiros prosseguem protestos na BR-116 contra altas do óleo diesel


Caminhoneiros continuam protestando contra aumentos do preço dos combustíveis ,e, em especial, do óleo diesel. Na BR-116, em frente a sede da Fábrica Fortaleza, na cidade do Eusébio (Região Metropolitana de Fortaleza), o grupo ocupa uma das faixas da rodovia e só permite a passagem de ônibus, carros de passeio, vans e motocicletas.

A categoria deverá interditar também a Ponte JK, no município de Aracati (Litoral Leste). A Polícia Rodoviária Federal acompanha o protesto, enquanto em Brasília o governo federal deve promover nova rodada de negociações buscando evitar colapso no abastecimento.

MAIS NOTICIAS: http://crato-noticias.blogspot.com.br/

ONU rejeita pedido de Lula contra prisão

O Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, em Genebra, rejeitou um pedido liminar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que não ficasse preso até o esgotamento de todos os recursos judiciais.

A ONU não avaliou o mérito do pedido, o que significa que o caso ainda será julgado pelo conselho.

O governo brasileiro terá seis meses para apresentar defesa sobre o mérito do comunicado da ONU.

O pedido de Lula foi feito em julho de 2016. Na peça, a defesa citou supostas violações praticadas pelo juiz Sergio Moro e pela força-tarefa da Operação Lava Jato.

Entre elas, de acordo com os advogados do ex-presidente, estão a condução coercitiva de Lula, em março de 2016, o vazamento de materiais sigilosos para a imprensa e a divulgação de ligações interceptadas, e medidas cautelares autorizadas sem justificativa.

A defesa ainda diz que Moro assumiu o papel de acusador em documento enviado ao STF em março de 2016, antecipando juízo sobre assuntos pendentes de julgamento.

Lula se entregou à Polícia Federal em Curitiba (PR) no dia 7 de abril. Em janeiro de 2018, o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) aumentou sua pena para 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no processo que envolvia o caso do tríplex no Guarujá (SP).

Na ação apresentada pelo Ministério Público Federal, Lula foi acusado de receber R$ 3,7 milhões de propina da empreiteira OAS em decorrência de contratos da empresa com a Petrobras. Com informações da Folhapress.

MAIS NOTICIAS: http://crato-noticias.blogspot.com.br/

Petrobras anuncia novo aumento no preço dos combustíveis para esta terça-feira


Os preços do diesel e da gasolina voltam a subir nas refinarias a partir de amanhã (22). Segundo informações do site da Petrobras, a gasolina subirá 0,9% e o diesel 0,97%. Com a alta, o preço da gasolina passará a custar R$ 2,0867, enquanto o do óleo diesel sobe para R$ 2,3716.

Este é o 11º aumento do preço da gasolina nos últimos dezessete dias. A exceção ocorreu entre os dias 12 e 15 deste mês, quando a estatal interrompeu a sequência de altas ao manter o preço da gasolina em R$ 1,9330, e entre os dias 19 e 21 quando os preços passaram para R$ 2,0680. Ao longo do mês de maio, o preço da gasolina subiu 16,07%.

produto iniciou o mês custando R$ 2,0877 na porta das refinarias, sem a incidência de impostos, e passará a valer a partir da meia-noite de hoje R$ 2,0867, contra os R$ 2,0680 que vigora desde o último aumento, no sábado passado (19).

Já o óleo diesel, que aumentará 0,97%, acumula alta de 12,3% desde o dia 1º de maio. Com o último aumento, o preço do produto passará de R$ 2,3488 – preço que passou a valer também no último sábado – para R$ 2,3716. É o sétimo aumento consecutivo do produto.

A Petrobras rebate as criticas às altas constantes dos derivados a atribui as elevações de preços às oscilações do preço do barril do petróleo no mercado externo. Segundo a estatal, “os combustíveis derivados de petróleo são commodities e têm seus preços atrelados aos mercados internacionais, cujas cotações variam diariamente, para cima e para baixo”.

(Agência Brasil)

MAIS NOTICIAS: http://crato-noticias.blogspot.com.br/