Ceará chega a 80 mulheres assassinadas em 2019. Em maio, um caso a cada 2 dias

O Ceará registra neste maio de 2019 um assassinato de mulher a cada dois dias. Isso porque entre os dias 1º e 20, 11 mulheres foram mortas no estado, sendo quatro casos na Capital, quatro na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e outros três no Interior, nos Municípios de Sobral (dois casos) e Guaraciaba do Norte. No ano, já são 80 casos.

Entre as 10 mortas, uma delas não foi até agora identificada. Trata-se de uma jovem cujo corpo permanece no necrotério da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) desde a tarde do último dia 5, quando foi encontrado ao lado de um córrego na Rua Ada Pimentel, no bairro Jangurussu, na Área Integrada de Segurança Três (AIS-3). O cadáver apresentava lesões compatíveis com agressão através de espancamento a pauladas, além de pedradas.

Duas mulheres foram mortas no intervalo de apenas seis dias em um mesmo bairro na cidade de Sobral, na zona Norte do estado (a 224Km de Fortaleza). O primeiro crime ocorreu no dia 5, quando Élida Mara Soares Gregório, 35 anos, foi morta a tiros na comunidade Terrenos Novos. Na tarde do dia 14, a jovem Maria Elailane do Nascimento, 19 anos, foi assassinada nas ruas da mesma comunidade.

Elailane foi espancada no meio da rua e, em seguida, morta a facadas, pedradas e roturas dentro de uma casa desabitada no mesmo bairro (Terrenos Novos) da periferia de Sobral. Oito pessoas – quatro adultos e quatro menores de idade – já estão detidas e indiciadas em inquérito policial instaurado pelo Núcleo de Homicídios da Delegacia Regional de Polícia Civil de Sobral. Como o crime foi filmado pelos próprios assassinos e as imagens postadas nas redes sociais, a Polícia identificou todos os envolvidos no assassinato.

Pajuçara

Duas mulheres foram assassinadas no fim de semana passado no Distrito de Pajuçara, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O primeiro crime teve como vítima Ana Cristina Alves da Silva, 37 anos, morta a tiros na Rua Pedro Caetano de Paiva.

Cerca de duas horas depois, no mesmo Distrito, foi morta a jovem Deyslla Reis Paiva de Oliveira, 22 anos, cujo crime aconteceu na Rua Senador Pompeu.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s