Category Archives: Sem categoria

Juazeiro do Norte-CE: Polícia fecha bingo que funcionava ao lado da Praça Padre Cícero


Fonte: Miséria Demontier Tenório
Inspetores das delegacias de Polícia Civil de Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha sob a coordenação do Delegado Giuliano Sena e o apoio da Polícia Militar, fecharam na noite desta sexta-feira o bingo que funcionava ilegalmente na Rua São Francisco, 184 em frente à Praça Padre Cícero no centro de Juazeiro do Norte. As 21 pessoas que estavam apostando foram levadas para a Delegacia e vão responder a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Já os donos e funcionários vão responder por crime contra a exploração de jogos de azar. A operação se deu após denuncias de populares sobre o funcionamento desse estabelecimento com uma fachada como se não fora um bingo. Os inspetores e o delegado foram ao local e constataram a veracidade da denuncia. No interior do imóvel os policiais se depararam com tais pessoas jogando.

Alguns disseram à polícia que eram acostumados a freqüentar o local, mas sempre tiveram prejuízos. Vasto material foi apreendido como 61 computadores, 50 teclados numéricos, globo, bolas para bingo alem de milhares de cartelas e outros acessórios utilizados na jogatina. Todo o material, funcionários, o gerente e os proprietários foram conduzidos a Delegacia e apresentados ao Delegado Plantonista Flávio Santos.

Juazeiro do Norte-CE: Criança é estuprada e morta asfixiada no Parque Ecológico


Fonte: Miséria Demontier Tenório Foto: Chinês
O corpo de uma criança de 11 anos de idade foi encontrado por populares as 07h30min ao lado de uma das trilhas do Parque Ecológico das Timbaúbas em Juazeiro do Norte. Segundo a perícia criminal, apresentava sinais de estupro e de que teria sido morta asfixiada. Vandieri Lima dos Santos era mais conhecida como Bebê e se encontrava em sua residência, na Rua Farias Brito (Bairro João Cabral), até às 23 horas desta sexta-feira.

A garota estava na companhia dos pais e outra irmã de 12 anos, além de Marcônyo Francisco da Silva, de 25 anos, residente na Avenida Paraíba (João Cabral), que era uma pessoa de confiança da família. Ele foi preso pela CP52 sob o comando do sargento Calixto juntamente com uma equipe da CPMA tendo à frente o sargento Simião e conduzido para a Delegacia Regional de Polícia Civil para responder por homicídio, pois o mesmo assumiu na hora da prisão que era o autor do crime. De acordo com parentes da vítima, o acusado teria convidado as duas meninas para irem com o mesmo até a residência do seu avô a fim de pegar um dinheiro.

A mais velha recusou o convite dizendo que era tarde, porém Vandieri se dispôs a ir junto com Marcônyo. Os dois seguiram adiante e a menina não mais retornou. Hoje pela manhã, quando soube do achado de um cadáver, José Silvestre dos Santos, que é tio da vítima foi até o parque e a reconheceu. O corpo estava a uma distância de metro e meio ao lado da trilha nas imediações da lagoa um pouco após a ponte. Uma equipe da FTA (Força Tática de Apoio), sob o comando do Cabo Silva, guarneceu o local.

Militares do Ronda do Quarteirão foram os primeiros a chegarem e acionaram a perícia criminal, na pessoa de Antonio Barbosa, e o rabecão para transportar o corpo ao IML a fim de aprofundar exames. Ontem, Rosy Gonçalves teve o corpo encontrado em uma esquina do bairro Triângulo e, com essas duas mortes, chega a 10 o número de moulheres assassinadas este ano na região do Cariri, sendo a quarta somente em Juazeiro, onde três mulheres foram assassinadas no intervalo de uma semana.

Primeira travesti a fazer doutorado no Brasil defende tese sobre discriminação


Foto: Arquivo Pessoal
Antes de tentar de se tornar supervisora regional de 26 escolas pública e ingressar no doutorado em Educação da Universidade Federal do Ceará (UFC), Luma Andrade assinou o nome João por 30 anos, foi rejeitada pelos pais na infância, discriminada na escola e, mais tarde, no trabalho.

Na tese de quase 400 páginas que irá defender em três meses, a primeira travesti a cursar um doutorado no Brasil relata a discriminação sofrida por pessoas como ela na rede pública de ensino. Ela também aponta lacunas na formação dos professores.

Criança nos anos de 1970, no município de Morada Nova, a 170 quilômetros de Fortaleza, o único filho homem de um casal de agricultores, era João, mas já se sentia Luma. Em casa, escondia-se para evitar ser confrontada. Na escola, apanhava dos meninos por querer parecer uma menina. Em uma das vezes que foi espancada, aos nove anos, queixou-se com a professora e, ao invés do apoio, ouviu que tinha culpa por ser daquele jeito.

Mais tarde, já com cabelos compridos e roupa feminina, sofria de segunda a sexta-feira na chamada dos alunos, ao ser tratada pelo nome de batismo. Não se reconhecia no uniforme masculino que era obrigada a usar. Evitava ao máximo usar o banheiro. Aturava em silêncio as piadas que os colegas insistiam em fazer. “Se a travesti não se sujeitar e resistir, acaba sucumbindo”, lamenta.

Luma se concentrou nos estudos e evitou os confrontos. “Tem momento que a gente quer desistir. Eu não ia ao banheiro urinar, porque eu queria usar o feminino, mas não podia. Então eu me continha e, às vezes, era insuportável”, relembra. Mas ela concluiu o ensino médio e, aos 18 anos, entrou na universidade. Quando se formou aos 22 já dava aulas. Foi quando assumiu a homossexualidade ao contar que tinha um namorado. Então, foi expulsa de casa.

Em 2003, já com o título de mestre, prestou concurso para lecionar biologia. Eram quatro vagas para uma escola estadual do município de Aracati, a 153 quilômetros de Fortaleza. Apenas ela passou. Contudo, o diretor da escola não a aceitou. Luma pediu a intervenção da Secretaria de Educação do Estado e conseguiu assumir o posto.

“Eu não era tida como um bom exemplo”. Durante o período de estágio probatório, tentaram sabotar sua permanência na escola. “Uma coordenadora denunciou que eu estava mostrando os seios para os alunos na aula”. Luma havia acabado de fazer o implante de protestes de silicone. “Eu já previa isso e passei a usar bata para me proteger, esconder. Parecia que eu tinha certeza que isso ia acontecer”.

Anos depois, Luma foi assumiu um cargo na Coordenadoria Regional de Desenvolvimento de Educação de Russas, justamente a região onde nasceu. Como supervisora das escolas estaduais de diversos municípios, passou a interceder em casos de agressões semelhantes ao que ela viveu quando era estudante.

“Uma diretora de escola fez uma lista de alunos que, para ela, eram homossexuais. E aí mandou chamar os pais, pedindo para que eles tomassem providências”. A providência, segundo ela, foi “muito surra”. “O primeiro que foi espancado me procurou”, lembra. Luma procurou a escola. Todos os gestores e professores passaram por uma capacitação para aprender como lidar com a sexualidade dos estudantes.

Um ano depois, em 2008, Luma se tornou a primeira travesti a ingressar em um doutorado no Brasil. Ela começou a pesquisar a situação de travestis que estudam na rede pública de ensino. E constatou que o caso da diretora que levou um aluno a ser espancado pelos pais e todas as outras agressões sofridas por homossexuais tinham mesma origem.

“Comecei o levantamento das travestis nas escolas públicas. Eu pedia para que os gestores informassem. Quando ia averiguar a existência real do travesti, os diretores diziam: ‘tem aquele ali, mas não é assumido’. Percebi que estavam falando de gays”, relata.

A partir desse contato, Luma trata em sua tese do que as travestis não podem esboçar reações a ataques homofóbicos para concluir os estudos.

Mas também sugere que os cursos de graduação em licenciatura formem profissionais mais preparados para não apenas tratar da homossexualidade no currículo escolar, mas também como lidar com as especificidades de cada pessoa e fazer da escola um lugar sem preconceitos.

“Cada pessoa tem uma forma de viver. Conforme ela se apresenta, vai se comunicar e interagir. O gay tem uma forma de interagir diferente de uma travesti ou de uma transexual. O não reconhecimento dessas singularidades provoca uma padronização. A ideia de que todo mundo é ‘veado’”.

A tese de Luma á passou por duas qualificações. Ela está em fase final, corrigindo alguns detalhes e vai defendê-la em julho, na UFC, em Fortaleza.

Fonte: Último Segundo, iG

Porquinho de três patas vira atração turística na China


Quando viu que o seu porquinho havia nascido com três patas e não com quatro, o agricultor Wen Chun achou que tinha ficado no prejuízo. Só que essa deficiência livrou o animal de ser abatido, e mais, está rendendo muita grana para o dono, já que ele virou atração turística na cidade Heshan, Guangxi Zhuang, no sul da China.

– No começo eu fiquei preocupado porque eu pensei que havia perdido 25% do meu lucro. Mas estou fazendo mais dinheiro com as visitas do que faria se tivesse vendido a carne dele – disse Wen.

Os veterinários dizem que o porquinho nasceu sem a perna por causa de um problema genético.

http://extra.globo.com/

Chinês arranca pênis do filho de seis anos à dentada


Um chinês de 32 anos com problemas mentais arrancou à dentada o pênis do filho de seis anos depois de a criança se ter recusado a morder-lhe os genitais .
A cena de horror ocorreu esta quarta-feira numa rua da cidade de Shenzhen.

Os médicos conseguiram reimplantar o órgão de forma ágil, porém eles admitiram que a criança possa sofrer sequelas permanentes pelo ataque de horror que sofreu de seu pai.
O adulto com sérios problemas psicológicos e os seus dois filhos, um menino de seis anos e uma menina de quatro, estavam a caminhar pela rua, sem qualquer peça de roupa, quando tudo aconteceu.

Alertados pelos gritos do menino, pessoas da cidade da província de Guangdong socorreram o menino e recolheram o pênis, que tinha caído ao chão.
Segundo o ‘Shanghai Daily’, o autor da mutilação genital é um pai divorciado que a mulher deixou após ele ter ficado arruinado.

Sem possibilidade de pagar a renda de casa, o homem optou por pedir esmola com os seus filhos.

Fonte: Notícias online

CASAL É PRESO COM 8KG DE PASTA-BASE EM FORTALEZA; VEJA VÍDEO DO FLAGRANTE.


Policiais civis, lotados na Delegacia de Narcóticos (Denarc), prenderam, na madrugada de ontem, a cearense Antônia Raimunda Nogueira Lima, 25, natural de Redenção; e Paulo Sérgio Lopes de Sousa, 40, mais conhecido por ´Pernambuco, natural de Salgueiro (PE). Em poder do casal, foram encontrados 8,2 quilos de pasta-base de cocaína, uma balança de precisão, um notebook, um rolo de saco plástico e dois veículos adaptados para o transporte da droga.
Parte da ´mercadoria´ estava sendo escondida sob o piso do banheiro da casa de Antônia Raimunda, localizada na Rua Joaquim Jerônimo, 170, no bairro Maraponga.

Ligação

Uma ligação anônima deu conta de que um carregamento de drogas estava prestes a chegar para ´Pernambuco´. O delegado determinou que os inspetores fizessem uma ´campana´ e o resultado foi a prisão do casal. Para despistar a Polícia, os acusados fizeram adaptações nos painéis dos veículos.

No Corsa Classic de placas MOP-2175, um mecanismo acionava uma portinhola por trás do equipamento de som onde fica o esconderijo da droga. No painel do Fiesta de placas H XO-3150, a droga era escondida dentro de um buraco feito sobre o porta-luvas. O mecanismo também dificilmente levantaria suspeitas.

Fonte: DN

JOVEM UNIVERSITÁRIA MORRE APÓS SOFRER ACIDENTE DE MOTO EM GUARACIABA DO NORTE-CE.


Faleceu na manhã de sexta feira, (23), a jovem estudante do curso de administração da UVA de Guaraciaba do Norte, Anny Karoliny Carvalho Nunes de 22 anos.
Ela sofreu um acidente de moto a umas três semanas, na CE 187 que liga Guaraciaba à são Benedito, a moto em que ela trafegava se chocou em um animal solto na estrada, próximo das casas populares. Depois do acidente ela foi socorrida para o hospital de Guaraciaba, depois foi leva para Santa Casa de Misericórdia de Sobral e de lá para Fortaleza, onde veio falecer.

Fica aqui o nosso apelo para os donos de animais, não os deixe soltos nas estradas, pois hoje todos nós estamos chorando a morte dessa menina, graças a um animal solto nas estradas.
Gostaria de manifestar toda a minha tristeza, pois a conheci ainda muito jovem, mas sempre foi uma pessoa maravilhosa, amiga, respeitadora e carinhosa com todos ao seu redor.
Nesse momento, não temos palavras para descrever a pessoa que ela sempre foi, só quero deixar minhas condolências para a família, que Deus a receba de braços abertos.

Fonte: Tianguá Repórter

O humor chora!

Este slideshow necessita de JavaScript.


Colaborou/José Hildeberto Jamacaru de Aquino Foto: Ilustrativa
Incontestavelmente perdemos um dos maiores humoristas da nossa história. Era como um “paizão”, o professor de todos. Escrevemos HUMORISTA e não certos engraçadinhos – aqueles que riem das próprias piadas (besteiras, mais apelações, baixarias que humor) que produzem e ainda ousam esperar que os outros riam das suas gracinhas insossas. Pior é que ainda tem alguém que consegue ou, sinceramente, será que fingem? O Chico Anísio, HUMORISTA, ator, cantor, pintor, radialista, poeta, diretor, inteligente, “bon vivant”, afeito à mulheres e com vários casamentos e separações, inúmeros filhos, tinha um humor requintado, tinha classe, genialidade. Era versátil não só quando criava, mas também ao personificar, com maestria, seus inúmeros – mais de cem personagens – e quando conduzia o seu elenco, a quem, muitos dos quais, estendeu a mão dando-lhes a primeira oportunidade ou uma nova chance e foram tantos. Uma equipe que participava e ria harmoniosamente porque razões havia. E era nos programas como Escolinha do Professor Raimundo, Chico City, Zorra Total, Chico Anysio Show, Chico Total, por onde passaram alguns talentos da categoria de José Vasconcelos, Costinha, Walter D’avila, Arnaud Rodrigues, Grande Otelo, Zezé Macedo, Dercy Gonçalves, Ivon Curi, Milani, e tantos outros inesquecíveis profissionais do riso que já se foram alegrar outros palcos eternos.

Mas, pelo pouco que conheço de todos, a festa continuará aqui, embora não tão completa e alegre quanto lá onde estiverem reunidos à espera do grande professor Chico artistas outros como Ronald Golias, Nair Bello, Arrelia, Carequinha, Mussum, Zacarias, Vera Verão, Bussunda, Zé Trindade, Oscarito, Ankito, Rony Rios, Mazzaropi, Rolando Lero, Manoel da Nóbrega e mais alguns que tanto nos fizeram rir e esquecer dos problemas decorrentes da luta diária. Aplausos a todos, eles fizeram por merecer! Ao grande mestre especificamente: “Chico, o seu salário que aqui era “ó” – igualzinho às desumanas aposentadorias ou aos parcos salários de professores -, lá será, com certeza e por justo reconhecimento, “ÓÓÓ…!!!”.

José Hildeberto Jamacaru de Aquino

Crato Noticias

Mauriti-CE: Polícia prende jovens acusados de homicídio, receptação, agiotagem e direção perigosa


FonteMiséria Demontier Tenório Foto: Divulgação
Em operações distintas comandadas pelo Tenente George, militares do Destacamento de Mauriti prenderam três rapazes sob a acusação de crimes diversos. O agricultor José Pereira Araruna, de 29 anos, mais conhecido por Josélio, residente no Sitio Curtume (Distrito São Miguel), vinha praticando crimes de agiotagem, segundo a polícia. No último dia 12 de março, ele tinha sido preso com uma espingarda e na condição de suspeito de envolvimento em um homicídio.

O crime aconteceu na noite do último dia 11 de março na zona rural de Mauriti quando tombou morto com três tiros de revólver o agricultor Cláudio Cristovão da Silva que completaria 18 anos no dia 22 de abril. Ele seguia para casa em sua moto pela estrada do Sítio Curtume procedente da residência de uma ex-companheira de Josélio com quem estava namorado. Josélio, inclusive, veio ao IML de Juazeiro se submeter a um exame residuográfico.

Já o agricultor Iranilton Dias de Oliveira, 24 anos, residente no Distrito Olho D´água, foi preso sob a suspeita de crime de receptação. Eles estava com duas motos de procedências duvidosas, sendo uma delas com o chassi picotado. Era uma Honda CG Today de cor vermelha e placa BYW-7491, inscrição de Osasco (SP). A outra era uma Yamaha YBR de cor preta e placa MOU-8629, inscrição de João Pessoa (PB). Já o agricultor Damião dos Anjos de Sousa, de 25 anos, residente na Rua Benjamin Constant no Centro de Mauriti, foi preso em flagrante.

Ele pilotava uma moto Honda CG de cor vermelha sem placa e em visível estado de embriagues. A polícia levou ainda para a Delegacia de Mauriti José Adiel da Silva, residente no Distrito São Félix, pilotando uma moto Honda XLR de cor branca, sem placa e o chassi picotado. Já um menor pilotava uma Honda CG Titan de cor azul, ano 1996 e placa KIQ-2826, inscrição de Serra Talhada (PE), enquanto outro rapaz não habilitado pilotava uma Honda CG Today de cor preta e sem placa. Participaram ainda das operações os Soldados Cícero, Gildécio, Bezerra, Siqueira e Sousa.

Fortaleza – CE – Bandido morre em tiroteio


Foto: Naval Sarmento
Uma sequência de assaltos protagonizada por uma quadrilha formada por dois homens e duas mulheres terminou em perseguição policial, tiroteio e morte. O fato ocorreu no fim da noite de quinta-feira passada, quando os dois casais, armados, seguiram até a Parquelândia e tomaram uma Hilux de assalto, na Rua Azevedo Bolão.

Os criminosos seguiram com a Hilux prata em direção à Avenida Jovita Feitosa, mas o sistema antifurto instalado no veículo fez o motor parar de funcionar. Os ladrões, então, abandonaram a caminhoneta ao lado de uma praça no Parque Araxá.

Juiz

A quadrilha decidiu, então, praticar outro roubo de veículo. A segunda vítima dos ladrões foi um juiz de Direito da Capital (identidade preservada), que acabou sendo rendido na porta de sua residência e teve que entregar para os assaltantes sua caminhonete L-200 preta.

A seguir, os dois casais armados fugiram em direção ao bairro Pirambu. A Polícia Militar já havia sido acionada e diversas viaturas passaram a procurar o segundo carro roubado.

Tiroteio

Na Avenida Presidente Castelo Branco (Leste-Oeste), os assaltantes foram descobertos, em fuga, por uma patrulha da 3ª Companhia do 5º BPM, que fazia rondas pela área.

Os PMs tentaram se aproximar da L-200 em alta velocidade, mas foram recebidos a tiros e, então, revidaram.

O tiroteio só terminou quando o assaltante que dirigia a L-200 perdeu o controle da direção e o veículo avançou sobre a calçada e bateu contra o muro de uma residência. Houve nova troca de tiros e três dos acusados foram baleados, dois homens e uma das mulheres.

Um assaltante, identificado apenas por Yuri, foi atingido por vários tiros e morreu quando era levado para o hospital. O segundo suspeito, identificado como Wálber Carvalho da Costa, 31, foi baleado na perna esquerda e também preso. Uma das mulheres também foi atingida, sendo identificada como Camila Dayane Ferreira do Nascimento. Os dois foram atendidos no IJF.

O assaltante baleado foi autuado, em flagrante, depois, no plantão do 7º DP (Pirambu).

Fonte: Diário do Nordeste