Monthly Archives: Julho 2009

ACIDENTE FOI REGISTRADO === FOTOS ENVIADA POR TONY FOTOGRAFIAS






Um acidente foi registrado ontem por volta das três e trinta próximo ao balneário do caldas no município de Barbalha. A vitima estava em sua moto e foi encontrado em um bueiro ele foi levado para um hospital de Barbalha onde passa bem a vitima não portava nem um documento na hora que foi encontrado.

CRIME DE MORTE NA CIDADE DO CRATO






O jovem de nome Antonio Jorge da Silva de 27 anos foi assasinado ontem por volta das dezenove e cinqüenta na rua Antonio Morais de Brito próximo a quadra de esporte do bairro da vila lobo. O jovem foi assasinado com sete tiros de revolver. Os criminosos após a pratica do crime evadiu-se do local. A policia do Crato vai investigar esse crime de morte.

CÂNCER DE PÊNIS ATINGE CARIRIENSES






O Ceará é o segundo Estado do país onde acontece o maior número de amputações penianas, perdendo apenas para São Paulo, provocadas por um tipo de câncer silencioso que deixa a população masculina preocupada. No Cariri, os médicos estão preocupados com o índice de amputações. Somente este ano, foram contabilizadas seis remoções penianas, provocadas pelo tipo de câncer. O médico Urologista cratense, Marcelo Pierre que atende no Centro de Vacinação do Cariri, conta que só neste ano, já fez três amputações de pênis com câncer no Crato. As cirurgias foram realizadas em dois pacientes do Crato e um da zona rural de Santana do Cariri. O médico adverte que qualquer ferimento no órgão deve ser examinado pelo especialista, que adotará o tratamento medico adequado. A cada 100 pacientes com esse tipo de câncer, 75 têm fimose e todos têm maus hábitos de higiene. As causas que levam ao câncer de pênis ainda são pouco conhecidas pelos especialistasm a criminalidade que aflige acidade.

JOVEM E ASSASINADO NO INTERIOR DO PARQUE DE EXPOSIÇÃO DO CRATO






O jovem de nome Ednaldo Antonio dos Santos de 20 anos residente na travessa caririaçu no bairro do seminário segundo a policia foi assasinado por um objeto cortante.Esse crime aconteceu Sábado por volta das 3 horas da manhã dentro do parque. A policia até o momento desconhece o autor do homicídio.

TIME DE ANÃS JOGARAM NO ESTÁDIO MIRADÃO NA CIDADE DO CRATO




EXPOCRATO 2009 CONTINUA UM SUCESSO A CADA ANO







A EXPOSIÇÃO DO CRATO É INTRANSFERÍVEL


Corre na cidade o infeliz boato de que se cogita transferir o Parque de Exposição do Crato para outro local.
Infeliz boato, digo bem, por que não vejo e ninguém de boa mente vê vantagem, nem movito, para essa irrefletida ideia.
A repulsa a essa absurda pretensão é geral. A comunidade não aceita, ao contrário, repulsa-a como indesejável.
Qual o prejuízo? Qual o mal que o Parque causa, atualmente, à população? Ao invés disto, ali pulsa, anualmente, o coração do Crato, Expande-se, por toda ela, durante todo o ano, a ânsia da realização de um novo evento, de alegria e de contentamento.
Ainda sob o ponto de vista social, é o encontro de parentes e amigos e muitas vezes o início de grandes amizades. Os afeiçoados a divertidos passeios, transitam pelas longas Alamedas do Parque, alargando a vista para a paisagem verde e encantadora da Serra do Araripe que por assim dizer, a moldura da formosa e histórica cidade de Frei Carlos Maria de Ferrara.
Por outro ângulo, o distanciamento do Parque viria privar os que não dispõem de meios fáceis de transporte para o comparecimento diário do tradicional e atraente acontecimento.
Ninguém até hoje – do comércio, da indústria, da pecuária, da agricultura, da gostosura alimentar, de diversão – se queixou da falta de espaço para a exibição dos seus negócios e entretenimentos.
O aconchego de qualquer população é, sobretudo hoje, nestes tempos difíceis, a razão forte da sua alegria de viver.
Que fique só em cogitação a intempestividade da ideia.
Raimundo de Oliveira Borges
Ex-presidente e Sócio honorário do Rotary Club de Crato

DEIXEM O PARQUE EM PAZ


Causou espanto e apreensão a divulgação pelo secretário Camilo Santana, no noticiário de maior audiência da Rádio Educadora, da pretensa mudança pelo governo Cid Gomes, do Parque Permanente de Exposições Agropecuárías do Crato.
Alegar que aqueles hectares com milhões de reais investidos em sua infra-estrutura seriam destinados à ampliar o Campus do Pimenta, da URC A, e de que o Parque de Exposições tem de sair da cidade, indo para uma área – que não tem nada – anexa ao Juazeiro, são desculpas inconsistentes e inconvenientes aos interesses do Crato.
Contrários a mudança já se pronunciam o prefeito Samuel Araripe, a Câmara Municipal do Crato, a Associação Comercial do Crato, o CDL – Clube de Dirigentes Lojistas do Crato, o advogado e agropecuarista Raimundo de Oliveira Borges, a revista A Província, o cronista Pedro Esmeraldo…
Em Uberaba (MG), onde acontece há mais de 60 anos, a maior feira de exposições de Zebu do mundo, o parque é dentro da cidade e só tem causado benefícios para aquela população urbana; nem se cogita em mudá-lo.
Como é que se pretende relegar património tão grande – o do Parque Permanente de Exposições Agropecuárias do Crato, no Pimenta -, que vem se consolidando por mais de meio século, e é hoje a maior festa popular, no género, do interior do Nordeste e a quinta, em importância, do Brasil, para vê-la, a contra-gosto, anexada, impositivamente, ao Juazeiro?
A quase totalidade dos cratenses que não está comprometida com interesses mesquinhos, em detrimento da nossa comunidade» posiciona-se contra esta nociva pretensão.
Respaldár-se nesta falsa premissa de “beneficiar” a URCA é esconder o problema maior desta universidade. Aliás, ela já tem, dentro do parque, um pavilhão cedido, há mais de seis anos, mal aproveitado, passando a maior parte do ano fechado.
O prefeito Samuel Alencar Araripe ofertou para a URCA alguns hectares, no Muriti, em terreno contíguo onde estão construindo o Centro de Convenções, a Faculdade Católica e o Campus do Crato, da UFC. Por que o desinteresse em receber esta doação?
Respaldar-se numa falsa premissa de “beneficiar” a URCA anexando o Parque Permanente de Exposições é desviar o foco do problema maior – este sim, angustiante – da Universidade Regional do Cariri.
Que a nossa população agora saiba, sem se esconder a Verdade: o problemão da URCA é o da própria sobrevivência.
Entre as novas exigências do Ministério da Educação, para que a URCA seja renovada sua autorização de funcionamento como universidade, é preciso que ela tenha, em plena atividade, até a próxima inspeção do MEC: um curso de doutorado e três de mestrado.
Mas … só existe um de mestrado e nenhum de doutorado. Com o agravante de que, há cada semestre, ela vem perdendo seus mestres e, principalmente, seus doutores, inviabilizando projetos de pesquisas indispensáveis para captação de recursos, credenciamento, credibilidade e sobrevivência desta nossa instituição de ensino superior.
Do contrário, a URCAregride; retrocede de universidade para instituto.
A hora agora é de salvar a URCA e deixar o Parque Permanente de Exposições Agropecuárias do Crato em paz.

EXPOCRATO 2009 CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DE SHOWS