Dez pessoas recebem alta hospitalar por coronavirus no Ceará; número é maior do que o de óbitos


Dez pessoas receberam alta hospitalar por Covid-19 no Ceará nas últimas 24 horas. Boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde (Sesa), divulgado neste último domingo, 29, informa que pacientes são todos de Fortaleza. Atualmente, 27 pessoas estão em internação hospitalar.

Conforme dados da Sesa, o Ceará registrou 35 novos casos de Covid-19. No acumulado, já são 359 pessoas infectadas em território cearense. Neste domingo, mais um óbito também foi registrado no Ceará, que agora já soma cinco mortes pelo novo vírus.

Das 27 pessoas internadas em hospitais, 17 delas estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e outras dez permanecem em enfermarias.

Com informações do O Povo.

Ministério alerta para risco do uso de cloroquina sem indicação médica


Foto Marcello Casal Jr/Agência Brasil
O Ministério da Saúde divulgou uma nota técnica sobre o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina em casos graves, com pacientes hospitalizados, infectados pelo novo coronavírus. O protocolo prevê cinco dias de uso, em complemento a outras medidas como auxílio para respirar e medicação contra febre e mal-estar.

O ministério, no entanto, alerta para o risco do uso desses medicamentos, que não devem ser administrados fora dos hospitais. Segundo a nota, dentre os efeitos colaterais, estão lesões na retina, prejudicando a visão, e distúrbios cardiovasculares.

Em coletiva de imprensa neste último sábado (28), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ressaltou que é importante que os medicamentos só sejam usados em casos mais complexos e não para os pacientes em geral. “Esse medicamento pode dar arritmia cardíaca, pode paralisar a função do fígado. Então, se sairmos com a caixa na mão falando ‘pode tomar’, nós podemos ter mais mortes por mau uso do medicamento do que pela própria virose”, enfatizou.

Apesar de alguns estudos indicarem que os medicamentos podem conter a covid-19, ainda não existem evidências conclusivas sobre os efeitos das substâncias nesse tipo de tratamento.

Distribuição

Na sexta-feira (27), o ministério começou a distribuição para os estados de 3,4 milhões de unidades dos dois medicamentos para uso em casos graves de infecção pelo novo coronavírus.

Os remédios já são distribuídos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para o tratamento de malária, que também é uma virose, e de doenças autoimunes (quando o sistema imunológico causa inflamações) como lúpus e artrite reumatoide.

Com informações da Agência Brasil.

Com mais 838 mortes em 24 horas, Espanha bate recorde diário de vítimas pela 2ª vez

Passa de 680 mil a quantidade de pessoas infectadas com a Covid-19 no mundo, de acordo com monitoramento da Universidade Johns Hopkins na manhã deste domingo (29). São 681.706 infectados, com quase 31,9 mil mortes registradas até as 10h26. Outras 145,6 mil pessoas já se recuperaram da doença.

Com 838 mortos nas últimas 24 horas, a Espanha registrou o segundo recorde diário de vítimas em dois dias, somando 6.528. O número de casos positivos subiu para 78.797.

Mesmo com o aumento dos números, a Espanha continua como o segundo país com maior número de mortes até o momento, atrás apenas da Itália, que tem mais de 10 mil vítimas da doença. A Espanha também é o segundo com o maior número de pacientes recuperados, 12.285, atrás apenas da China.

A Nova Zelândia registrou a primeira morte por Covid-19 no país, uma mulher de 70 anos.

No Brasil, havia 3.936 casos confirmados e mais de 100 mortes por Covid-19 até as 9h deste domingo, de acordo com balanço das secretarias estaduais de Saúde.

No sábado (28), os Estados Unidos passaram dos 100 mil casos de contaminação em seu território, maior número do mundo. O país é o sexto com maior número de mortes no mundo: eram 2.191 até as 09h deste domingo (29), segundo monitoramento da Hopkins.

Mesmo assim, o presidente americano, Donald Trump, disse que a quarentena não seria necessária nos estados de Nova York, Nova Jersey e Connecticut. Nova York e Nova Jersey são os estados americanos com maior número de casos, segundo monitoramento feito pelo jornal “The New York Times”.

Com informações do G1.

Camilo Santana prorroga decreto de isolamento social no Ceará por mais uma semana


O decreto sofreu ampliação de mais uma semana – A informação foi divulgada em transmissão ao vivo feita na noite deste sábado

Camilo afirma que vidas dos cearenses continuam a ser seu foco no …
Em transmissão ao vivo realizada na noite deste sábado (28) o governador Camilo Santana (PT) anunciou a prorrogação de decreto para manter a quarentena a serviços não essenciais por mais uma semana.
O decreto inicial valeria até este domingo, dia 29. Agora, ele valerá por mais sete dias, até domingo, dia 5 de abril.
“O atual decreto vale até amanhã à meia-noite e eu, após todas essas reuniões, ouvindo, sei que é importante a preocupação do setor produtivo com a economia, negócios, essa preocupação é nossa também mas nesse momento o que deve prevalecer, e não tenho dúvida que estou tomando a decisão que considero mais correta nesse momento, é proteger o cearense”, explicou Camilo Santana.
O governador afirmou ainda que vai anunciar novas medidas de proteção econômica e da população mais vulnerável para o estado a partir da próxima segunda-feira. “Vou reafirmar o meu compromisso de que farei tudo o que estiver a meu alcance para defender e proteger o meu estado e defender os meus irmãos e as minhas irmãs cearenses”, asseverou Camilo.

4 MORTES NO CE – Mais um paciente morreu devido ao novo coronavírus no Ceará, somando 4 mortes em decorrência da doença, como divulgado pelo governador Camilo Santana, neste sábado (28). São 322 pacientes com a covid-19 de acordo com o governador, um aumento de 32 casos em comparação com o boletim anterior da Secretaria Estadual de Saude (Sesa)
Os três primeiros óbitos em decorrência da Covid-19 foram registrados entre 4 e 11 dias após os primeiros sintomas da doença nas vítimas. Entre elas, duas mulheres, de 84 e 85 anos, e um homem de 74 anos. Os três tinham doenças crônicas pré-existentes e moravam na Capital.
Pinheirinho.net

Morre o desenhista Daniel Azulay, vítima de coronavírus


Faleceu na tarde desta sexta 27 de março de 2020, no Rio de Janeiro, o desenhista carioca Daniel Azulay. Aos 72 anos, ele foi uma das vítimas do novo coronavírus. O artista estava internado tratando de uma leucemia quando contraiu a doença. “Faremos rezas virtuais para ele nos próximos dias em virtude do isolamento”, diz um comunicado em sua página oficial do Facebook.
Desenhista autodidata, formou-se em direito pela Universidade Cândido Mendes em 1969. Nessa época começou a publicar suas primeiras histórias em quadrinhos e cartuns em revistas e jornais. Sua grande criação, a Turma do Lambe-Lambe, surgiu nos anos 70 em linguagem de quadrinhos e ganhou formato televisivo durante dez anos consecutivos, nas emissoras Bandeirantes e Educativa.
Ele participou como apresentador ainda de programas como Azuela do Azulay, no Canal Futura, nos anos 2000, e de um canal próprio no YouTube.
*** Informações com REVISTA VEJA

Estados Unidos têm 100 mil casos confirmados de coronavírus

É o maior total registrado no mundo, diz pesquisa da agência Reuters.

Os casos confirmados de coronavírus nos Estados Unidos chegam a 100.040, o maior número registrado no mundo, segundo contagem da agência de notícias Reuters.

A Itália vem na sequência, com 86.498 casos, e a China ocupa a terceira posição, com 81.340 infecções confirmadas.

(AgBr)

Brasil tem 3.904 casos e 111 mortes por covid-19

Ministério da Saúde atualiza dados em coletiva de imprensa.

O Ministro da Saúde, Henrique Mandetta, informou neste sábado (28) que o Brasil tem 3.904 casos e 111 mortes por covid-19.

Acompanhe, ao vivo, a coletiva diária do Ministério da Saúde para atualizar os dados relacionados à infecção pelo novo coronavírus no Brasil:

Ao completar um mês da primeira detecção de covid-19 no país, o país registrava 77 mortes e 2.915. O primeiro caso foi registrado em 26 de fevereiro.

A perspectiva do Ministério da Saúde para o próximo mês é de que a epidemia aumente no Brasil, uma vez que o país está no início da curva de crescimento pela qual outras nações já estão passando, como Estados Unidos, Itália e Espanha.

Ontem (27) o governo anunciou uma linha de crédito emergencial para ajudar pequenas e médias empresas a quitar a folha de pagamentos. O setor está entre os mais afetados pela crise gerada pela pandemia de covid-19. A estimativa é de liberação de R$ 40 bilhões.

A medida deve beneficiar 1,4 milhão de empresas, atingindo 12,2 milhões de trabalhadores. O crédito será destinado a empresas com faturamento anual entre R$ 360 mil a R$ 10 milhões e vai financiar dois meses da folha de pagamento, com volume de R$ 20 bilhões por mês.

Também na sexta-feira, o governo editou uma portaria para proibir temporariamente a entrada de estrangeiros de todas as nacionalidades que chegarem ao Brasil pelos aeroportos. A medida tem validade de 30 dias.

O fechamento da fronteira aérea foi feito a partir de recomendações técnicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a regra não será aplicada no caso de brasileiros que retornem ao país, imigrantes que moram no Brasil, parentes diretos de brasileiros e estrangeiros que são membros de órgãos internacionais. A norma também libera a entrada de quem estiver em trânsito para outros países, desde que o passageiro fique somente na sala de trânsito dos aeroportos, além de tripulantes de empresas aéreas.

(AgBr)

Após queda do preço nas refinarias, gasolina já é vendida abaixo de R$ 4,00 em Quixeramobim


Desde a última quarta-feira (25), que o preço da gasolina sofreu uma queda de 15%, sendo comercializado a R$ 1,14 nas refinarias. Este é o menor preço cobrado pela Petrobras desde 31 de outubro de 2011.

A companhia esperava que a queda no valor dos combustíveis chegasse até as bombas dos postos e fosse repassado ao consumidor, no entanto a realidade em Quixadá é bem diferente. O que se ver, são preços praticamente iguais quase em todos os postos, quase sempre acima de R$ 4,60.

Em Quixeramobim, por exemplo, no Posto Uruquê, o litro da gasolina comum já é comercializado a R$ 3,93 e da aditivada a R$ 3,95.

O valor abaixo de R$ 4,00 atraiu muitos clientes ao posto nessa sexta-feira (27), que aproveitaram a oportunidade para encher o tanque de seus veículos.

Com informações do Monólitos Post.

Casos de coronavírus chegam a 282 em 13 dias no Ceará; não há registro de mais mortes


O Ceará tem 282 casos confirmados de coronavírus, conforme informado pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) nesta sexta-feira (27). O Estado também já registrou oficialmente três mortes em decorrência da Covid-19. Mas, nas últimas 24 horas não houve óbitos. Dentre os casos confirmados da doença, Fortaleza concentra 268 pessoas com coronavírus.

Os demais pacientes contaminados são dos municípios de Aquiraz (6), Fortim (1), Sobral (4), Juazeiro do Norte (1), Mauriti (1) e Maranguape (1). No boletim desta quinta-feira (26), a Sesa chegou a noticiar um caso em Groaíras. A informação estava errada e foi corrigida no boletim desta sexta.

Outras duas pessoas, moradoras de São Paulo e Uberlândia (MG), também tiveram a doença confirmada quando estavam no Ceará. Até quinta-feira (26) elas eram contabilizadas no informe epidemiológico do Ceará, mas pasaram a ser citadas nos boletins dos seus estados de origem.
PrintTwitterFacebookFacebook MessengerWhatsApp
Lindomar Rodrigues

OMS: há mais de 500 mil casos, 20 mil mortes e vacina demorará 18 meses

A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou nesta sexta-feira, 27, que há mais de meio milhão de casos confirmados de coronavírus reportados à entidade, com mais de 20 mil mortes, e voltou a alertar para a necessidade de que os países façam mais testes, para controlar a doença. O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse em entrevista coletiva que uma vacina para coronavírus ainda deve demorar “pelo menos 18 meses”, mas lembrou que há testes em andamento.

O comando da OMS informou que pacientes de Espanha e Noruega já estão envolvidos nos testes sendo realizados.

Ghebreyesus insistiu, porém, para que pessoas não usem remédios que não tenham eficácia comprovada, diante dos riscos à saúde com esse comportamento.

Ele também lembrou que participou na quinta-feira, 26, de uma videoconferência com líderes do G-20. Ele agradeceu o compromisso dessas nações na luta contra a pandemia e elogiou o esforço global nessa causa.

Testes

A OMS insiste na importância de que países realizem testes para identificar casos, isolar os positivos e cuidar dos casos mais graves. “Muitos países mostram que o vírus pode ser controlado, com medidas agressivas” nessa linha, disse a entidade. “O coronavírus pode causar doença leve, moderada, grave ou matar”, lembrou a OMS, comentando também que a doença é “significativa”, por causar “doença severa em muitas pessoas”.

Crianças

Mesmo no caso das crianças, em que a maioria desenvolve doenças leves, há registros de casos graves, advertiu a OMS.

Importância do distanciamento

A entidade lembrou ainda que a doença já é transmitida em seus estágios iniciais, por isso a importância do distanciamento para conter os contágios. “A distância física é recomendada para impedir que o vírus passe de uma pessoa para outra”, reafirmou a OMS.

Com informações Estadão Conteúdo